• Paulo Vinicius

Resenha: "Prince of Fools" (A Guerra da Rainha Vermelha vol. 1) de Mark Lawrence

Atualizado: 7 de Abr de 2019

Jalan Kendeth é um dos sucessores do trono da Rainha Vermelha. Malandro, bon vivant e sempre arrumando confusões, sua sorte pode ter chegado ao fim quando ele se depara com um guerreiro em busca de vingança chamado Snorri.



Sinopse: A nova trilogia de Mark Lawrence A Guerra da Rainha Vermelha: Prince of Fools é o primeiro volume da nova saga de Mark Lawrence, o consagrado autor da Trilogia dos Espinhos. Novamente, Lawrence leva o leitor ao Império Destruído, um universo pós-apocalíptico e de inspiração medieval. O príncipe dos tolos é Jalan Kendeth, neto da Rainha Vermelha e décimo na linha de sucessão ao trono. Para sobreviver aos inimigos do reino, esse irresistível anti-herói precisa abandonar a boa vida e lutar da única maneira que conhece: trapaceando. Mark Lawrence é um cientista que trabalha com o desenvolvimento de inteligência artificial,e tem acesso liberado a informações secretas dos governos norte-americano e britânico. Prince of Thorns é seu aclamado livro de estreia. King of Thorns e Emperor of Thorns completam a Trilogia dos Espinhos. A Guerra da Rainha Vermelha Volume 1: Prince of Fools é o primeiro volume de sua nova trilogia.




Este é o primeiro livro da segunda trilogia de Mark Lawrence. Apesar de situado no mesmo universo da Trilogia dos Espinhos, o tom dado a esta trilogia é claramente diferente. Ao lermos Prince of Fools vemos um amadurecimento do autor. Mas, discutiremos isso a seguir.

Preciso criticar a escolha da editora ao manter o título original em inglês. Caso eles tivesse optado pela tradução, em nada prejudicaria a obra. Já vi umas traduções de títulos bem toscas, mas optar por Príncipe dos Tolos não seria ruim. Espero que eles repensem isso ao publicarem The Liar's Key que ficaria muito bacana como A Chave do Mentiroso.

A história é contada em primeira pessoa por Jalan Kendeth, um dos inúmeros sucessores ao trono da Rainha Vermelha, a líder do território de Marcha Vermelha. Jalan é um narrador não-confiável. Primeiro por causa de sua personalidade. E em segundo lugar, por causa de um elemento específico da trama. Jalan é o típico nobre aproveitador e bon vivant. Vive do dinheiro e do prestígio da família e por estar muito longe na linha de sucessão não precisa se preocupar com os assuntos da corte. Ele gasta o seu tempo apostando em lutadores no submundo da cidade, seduzindo mulheres e fugindo de lutas. Ou seja, nosso protagonista é um covarde fanfarrão. Mais uma vez Lawrence foge um pouco ao padrão do protagonista heróico ou do anti-herói em busca de vingança.

Como eu comentei no meu grupo de leitura, achei o protagonista de Prince of Fools mais empático do que Jorg Ancrath, protagonista da Trilogia dos Espinhos. Me parece que o autor quis construir uma jornada do herói a partir de um modelo em conflito consigo mesmo. Jalan é um personagem bem humano e falho, tendo recaídas em momentos extremos. O enredo faz o personagem refletir sobre o que ele quer para si.




Snorri é fundamental para Jalan. A dinâmica entre os personagens funciona quase como uma simbiose. Ambos são beneficiados desta relação: Jalan sendo obrigado a amadurecer na estrada e Snorri tendo que se abrir para um desconhecido. O que começa como um estranho relacionamento se torna uma irmandade e uma cumplicidade ao final.

Alguns dos temas trabalhados são a coragem e a amizade. Lawrence questiona em muitos momentos o que faz de alguém um herói. Pelo que eu pude perceber o autor acredita que o herói é uma construção de momento: com todas as nossas qualidades e defeitos um herói é aquele que se encontra em abnegação. Ou seja, diante de um momento crítico, ele vai fazer aquilo que deve ser feito. A nascente amizade entre Jalan e Snorri é quase como uma relação entre mestre e aluno. A experiência de Snorri serve para ensinar a Jalan as duras lições da vida.

Eu achei a trama um pouco confusa. O tema da vingança de Snorri  contra Quebra-Remo não me convenceu. Me pareceu até que ele repetiu o enredo de Prince of Thorns onde um personagem busca vingança contra aqueles que mataram membros de sua família. Existem uma série de sementes que podem gerar bons plots futuros, mas se analisarmos o livro em si, ele é bem fraco. Destaco apenas a evolução do autor na construção e desenvolvimento de personagens.

Os encontros entre os personagens anteriores foram normais. Muitos fãs na internet chamaram a atenção para o "épico" encontro entre Jalan e Jorg e tudo o que aconteceu foi uma troca de resmungos e chavões. Como eu não esperava ansiosamente por isso, não me incomodei. Chella funciona mais como alguém que contratou assassinos do que um inimigo real. Achei até desnecessário a menção dela. Poderia ter sido qualquer um a contratar os assassinos.

No geral o livro é bom. Não é um clássico da fantasia, mas diverte. Gostei mais deste protagonista do que o da trilogia anterior. E, principalmente: fiquei curioso pelo que vai acontecer a seguir.




Ficha Técnica:


Nome: Prince of Fools

Autor: Mark Lawrence

Série: A Guerra da Rainha Vermelha vol. 1

Editora: DarkSide Books

Gênero: Fantasia

Tradutor: Dalton Caldas

Número de Páginas: 420

Ano de Publicação: 2015


Outros Volumes:

Prince of Thorns

King of Thorns

Emperor of Thorns


Link de compra:

https://amzn.to/2D1g3YV


Tags: #princeoffools #marklawrence #aguerradarainhavermelha #darksidebooks #jalankendeth #snorri #narradornaoconfiavel #coragem #amizade #heroismo #princeofthorns #trilogiadosespinhos #darkfantasy #fantasia #leiafantasia #amofantasia #ficcoeshumanas

ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.