• Paulo Vinicius

Resenha: "The Lady Astronaut of Mars" de Mary Robinette Kowal

Elma York foi a pioneira no voo tripulado a Marte. Agora, com mais idade, precisa cuidar do marido, vítima de uma doença incurável que vai lhe tomando cada vez mais a mobilidade. Ela sonha em voltar ao espaço, e uma proposta para integrar uma equipe para um planeta em uma galáxia distante pode ser o que ela precisa. Mas... e seu marido?



Sinopse:


Há trinta anos atrás, Elma York liderou a expedição que pavimentou o caminho para a vida em Marte. Por anos ela tem sonhado voltar para lá, uma vez mais explorar as estrelas. Mas, existem poucas oportunidades para uma astronauta na terceira idade, mesmo a famosa Senhora Astronauta de Marte. Quando sua chance finalmente surge, pode ser tarde demais. Elma deve decidir se fica com seu marido doente no que certamente serão os últimos anos de sua vida ou tem sua aventura final e atravessa as profundezas do espaço.






Este conto foi publicado antes de Calculating Stars, o primeiro volume da série. Ele se passa em momentos bem à frente na série. Se você tiver interesse em ler a série, não leia o conto porque você pode tomar alguns spoiler (bem pouca coisa... bem pouca mesmo). Digamos que o conto possa ser considerado o volume 4,5 da série, mas a autora ainda não tinha pensado em vários dos acontecimentos que se desenrolam em Calculating Stars e Fated Sky. Enfim, o conto pode ser perfeitamente lido de forma independente e por si só, sem qualquer conhecimento prévio.


Na narrativa Elma York começa sendo examinada por uma geriatra. Aparentemente, a geriatra conhece Elma de quando ela era criança ainda na Terra. Isso traz boas recordações a Elma de o quanto o contato com as pessoas lhe fazia bem e aquele senso de aventura a excitava. Ao chegar em casa ela se depara com o seu marido Nathaniel, preso a uma cadeira de rodas, devido a uma doença debilitante. Essa doença parece ser terminal e a relação entre os dois ficou estremecida muito por conta da provável saudade que se aproxima no horizonte. Elma é chamada até a base aeroespacial e recebe uma proposta que, anos antes, seria irrecusável: voltar ao espaço, liderando uma equipe rumo a um planeta habitável em uma galáxia distante. Uma missão de três anos. Só tem um porém: provavelmente, Nathaniel já terá morrido até lá. Elma agora tem a terrível decisão entre voltar ao seu amado espaço ou permanecer ao lado de seu eterno companheiro.


Uma coisa que me fascina na escrita da Mary é em o quanto ela consegue mover os seus personagens do ponto A para o ponto B sem parecer forçado. A gente sabe o que vai acontecer, mas a autora não deixa espaço para acreditarmos que estamos sendo manipulados. Sua escrita é calma e compassada e ela não tem pressa alguma em conduzir sua história. Para mim, que leu Calculating Stars, é como se eu revisse velhos amigos que agora envelheceram. Nathaniel era um personagem que eu adorava (claro que eu amava a Elma) justamente pelo seu papel de marido companheiro. Um easter egg curioso é o da geriatra e a brincadeira não me passou despercebida foi em relação ao seu nome, Dorothy. Me remete imediatamente ao Mágico de Oz. Dorothy veio do Kansas e voou para outro mundo. Neste outro mundo, Marte, ela precisa agora cuidar do mágico, debilitado e incapaz de ajudá-la a retornar ao Kansas. Aliás... não estamos mais no Kansas, como diria aquele ditado americano.


A narrativa é emocionante e mostra a dor da escolha que Elma precisa fazer. No conto, Mary consegue nos mostrar bem a força da personagem. O quanto ela é independente e sabe o que quer para si. O fato de ela estar indecisa não é nenhum tipo de prisão ou chantagem, mas simplesmente porque ela ama o marido. Um marido que lhe apoiou em seus momentos mais difíceis e que agora ela gostaria de estar com ele em seus momentos finais. Não estar com ele seria uma dor terrível. Ao mesmo tempo, essa é a última oportunidade de sua vida de poder ir ao espaço. A autora consegue passar para o leitor todos os ângulos que contornam esta questão sem dar um aspecto de bem ou mal a ela. É simplesmente uma escolha da vida, algo que nós em algum momento vamos passar. Sem entregar muito, o final é tocante e é de deixar o coração apertado. Uma leitura maravilhosa.



.







Ficha Técnica:


Nome: The Lady Astronaut of Mars

Autora: Mary Robinette Kowal

Série: The Lady Astronaut of Mars vol. 4,5

Editora: Tor.com

Número de Páginas: 33

Ano de Publicação: 2014


Avaliação:


Outros Volumes:

Calculating Stars (vol. 1)


Link de compra:

https://amzn.to/3fDdltW


Tags: #theladyastronautofmars #maryrobinettekowal #torcom #viagemespacial #marte #amor #espaco #colonizacao #decisao #escolhas #ficcoeshumanas




0 comentário