top of page
  • Foto do escritorAmanda Barreiro

Resenha: "Outlander - A Viajante do Tempo" (Outlander #1), de Diana Gabaldon

Claire Randall, atraída pelo misterioso círculo de pedras de Craigh na Dun, viaja no tempo para a Escócia de 1743. Longe do marido e da realidade que conhece, Claire precisa se adaptar à época para sobreviver e, quem sabe, retornar para seu próprio tempo.



Sinopse


Em 1945, no final da Segunda Guerra Mundial, a enfermeira Claire Randall volta para os braços do marido, com quem desfruta uma segunda lua de mel em Inverness, nas Ilhas Britânicas. Durante a viagem, ela é atraída para um antigo círculo de pedras, no qual testemunha rituais misteriosos. Dias depois, quando resolve retornar ao local, algo inexplicável acontece: de repente se vê no ano de 1743, numa Escócia violenta e dominada por clãs guerreiros. Tão logo percebe que foi arrastada para o passado por forças que não compreende, Claire precisa enfrentar intrigas e perigos que podem ameaçar a sua vida e partir o seu coração. Ao conhecer Jamie, um jovem guerreiro das Terras Altas, sente-se cada vez mais dividida entre a fidelidade ao marido e o desejo pelo escocês. Será ela capaz de resistir a uma paixão arrebatadora e regressar ao presente?



Um amor além do tempo


A Escócia é permeada por mitos, crenças pagãs e influências célticas. Com seus misteriosos círculos de pedra e diversas fontes de poder místico, é um cenário rico em folclore e eventos históricos marcantes a serem explorados. Diana Gabaldon parece ter encontrado a mistura perfeita desses elementos para seduzir uma legião de fãs e consolidar Outlander como uma referência do gênero. Bom, já que em algum momento eu precisaria me render à Gabaldon, assim começa a minha própria viagem no tempo.


Diz uma lenda escocesa que as famosas pedras espalhadas por toda a Grã-Bretanha são, na verdade, círculos de poder que funcionariam como portais, permitindo aos viajantes atravessarem a linha temporal. Claire Randall, uma enfermeira inglesa vivendo sua segunda lua de mel no pós-guerra de 1945, encontra o monumento de Craigh Na Dun e é transportada para 1743 em meio a uma disputa entre escoceses e ingleses, clãs e tramas políticas.  



As oitocentas páginas podem ser intimidantes, especialmente por causa da escrita da Gabaldon, mais clássica, descritiva e rebuscada. A autora não poupa minúcias e detalhes e esbanja completo domínio e segurança em sua escrita, com uma riqueza de acontecimentos, tramas secundárias, personagens, locais, costumes e tudo o mais. De modo algum poderia comentar sobre o tamanho de seus livros como sendo feito em vão. Não falta conteúdo, além de um conteúdo inteligente, maduro e muito bem dividido entre suas partes e capítulos. Sempre há alguma tensão alimentando a história e marcando a evolução dos personagens e da narrativa.

Porém, tanta informação torna a leitura lenta e, por mais que tudo seja muito interessante, ainda há o problema do excesso de descrições. Não fosse por esse ponto, Outlander seria irrepreensível. Apesar de se demorar a contar a história, Gabaldon o faz com uma paixão contagiante, de forma limpa, clara e sem meias palavras. Suas cenas de lutas e violência são tão bem escritas quanto as cenas mais românticas, tudo cuidadosamente realista e bem construído, cada uma nos permitindo vivenciar cada momento, do mais belo ao mais grotesco, junto com as personagens.


“Quantos homens eram necessários para fazer uma guerra? O bastante, talvez, para que não tivessem que ver uns aos outros?”

Aliás, a fama da série está em suas cenas românticas, e isso me causou certo receio de iniciar a leitura, porque eu mesma não sou a maior fã do gênero. No entanto, Outlander me surpreendeu com muito mais do que um casal, mas também uma história de luta e coragem pelas tradições escocesas, a resistência à dominação da Coroa Britânica e inúmeras conspirações políticas, com toda a questão jacobita em pauta, além de uma boa dose de ação. O romance, no final das contas, mistura-se à todas as nuances da trama, sem roubar cenas da outra, mas sim encaixando-se perfeitamente ao conjunto.  


E por falar em romance, Claire e Jaime são dois personagens inesquecíveis. Gabaldon tem um cuidado absurdo na criação de seus personagens, todos cheios de vida e complexidade, com várias camadas de personalidade e histórias pessoais, sempre levando em conta a época, a religião e diversos aspectos como os clãs, as posições sociais, as alianças e lealdades, a honra e o caráter. Mesmo com uma infinidade deles, chegamos ao final do livro relutando em nos despedir, conhecemos seus nomes e particularidades e não vemos a hora de nos encontrar com eles no próximo volume.


“Ninguém nunca para e pensa no que se baseiam os romances. Tragédia e terror, modificados pelo tempo.”

Deixo minha indicação também para a série de televisão, produzida pelo canal Starz, que já se encontra nas gravações da quarta temporada. As duas primeiras temporadas estão disponíveis na Netflix. A produção tenta manter um alto grau de fidelidade ao livro e ilustra muito bem toda a magia que a autora transmite com suas palavras. A qualidade da série também está ótima, do elenco à fotografia, esta sendo simplesmente impressionante. Vale muito a pena assistir.


Ainda que a escrita da Gabaldon freie um pouco o nosso progresso na história, eu não poderia dar menos de três corujinhas na narrativa pelo simples fato de o livro ser incrível. Muito disso se dá pelos próprios personagens, mas a imersão na história é o ponto crucial para determinar a qualidade inegável deste primeiro volume da série. Em certo momento, aproximadamente depois da primeira parte do livro, é muito difícil parar. Entrar nessa Escócia mágica é um caminho sem volta para querer ler mais e mais, sem pressa em terminar a leitura. Outlander torna-se um verdadeiro passeio pelas Highlands.



Ficha técnica:


Título: Outlander - A Viajante do Tempo

Autora: Diana Gabaldon

Tradução: Hirata Geni

Série: Outlander vol. 1

Editora: Arqueiro

Número de páginas: 800

Ano de lançamento (no Brasil): 2016

Gênero: Fantasia


Outros Volumes:


Link de compra:









0 comentário

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.