• Paulo Vinicius

Resenha: "Estranhos no Ninho" de Carlos Orsi

O protagonista vai até uma ilha do litoral baiano para investigar os vestígios arqueológicos de uma antiga fortaleza que esconde segredos misteriosos.



Sinopse:


No litoral baiano, uma antiga raça de vampiros aguarda a redescoberta do livro de encantamentos que poderá trazê-la de volta à vida.




Como a sinopse já entregou o ouro, tenho que falar que essa é uma história de vampiros. Mas, de uma maneira bem diferente. Orsi dá uma inovada no mito do monstro e entrega uma história tensa e repleta de reviravoltas. Assim como em As Dez Torres de Sangue, Orsi começa construindo a tensão e aos poucos vai fazendo o leitor ficar preocupado com a segurança do protagonista. É uma autêntica história de terror onde o foco acaba sendo em como os mistérios vão sendo revelados um a um através da curiosidade do protagonista.


O protagonista é um professor que recebe em sua casa uma série de documentos revelando a existência de uma ilha no litoral baiano que esconde alguns segredos estranhos. Ele segue até lá e lhe é revelado que o material foi enviado por um antigo aluno seu que agora trabalha como gerente na única hospedaria da ilha, o Ninho da Coruja. Seu aluno o coloca a par das ruínas e o que elas podem esconder, algo de interesse até mesmo do comendador que é dono da hospedaria. Mas, a morte de um homem por circunstâncias bizarras vai colocar todos em alerta sobre o que pode estar escondido no lugar.


A escrita do Orsi é em primeira pessoa e, por vezes, o narrador me parece não confiável. Mas, só por vezes. Não acho que essa tenha sido a real intenção do autor, apenas um efeito de frases colocadas em determinados momentos que levavam a conclusões ambíguas. O elemento investigativo funciona bem e o autor mescla elementos históricos com a fantasia que ele criou para a narrativa. Como a narrativa se passa em um local isolado, muito dela é descrição do personagem sobre aquilo que está vendo ao seu redor. A trama funcionou para mim até quase o final. Não gostei de algumas soluções narrativas que o autor fez. Não é nem a questão de o protagonista ter ou não encontrado as pistas; acho que o Orsi fez bem ao não ficar detalhando demais a investigação (algumas vezes essa costuma ser uma parte chata). É mais como o clímax acontece para encerrar a narrativa. Outra coisa que me incomodou também foi a relação do protagonista com outro personagem que aparece na história. Por que? Havia a necessidade de, no epílogo, ter acontecido aquilo? Pessoas que se unem por causa de uma crise não cola comigo. Acho uma solução desnecessária e forçada. Cada um segue o seu caminho e ponto final.


Enfim, tirando alguns vícios típicos de tramas desse gênero, Estranhos no Ninho inova ao apresentar uma forma diferente de encarar o mito do vampiro. A narrativa é tensa e aterrorizante, apesar das escolhas no final terem me incomodado, principalmente no clímax. Trata-se de uma boa história e se você procura uma história de terror que vai mesclar elementos históricos nacionais a uma trama investigativa, essa pode ser uma boa pedida. Eu fiquei no meio termo entre gostar e não gostar, mas me entreteve. Por essa razão, eu recomendo.









Ficha Técnica:


Nome: Estranhos no Ninho

Autor: Carlos Orsi

Editora: Draco

Número de Páginas: 35

Ano de Publicação: 2014


Avaliação:


Link de compra:

https://amzn.to/3iio8ek










0 comentário