• Paulo Vinicius

Resenha: "Traje de Rigor" de Gustavo Lambreta (adaptado de Marcos Rey)

Uma noitada entre amigos que vai se tornando uma aventura muito doida. Com direito a ida a um bar russo e a confusões mil. Otávio te convida para essa loucura ao lado de seus três amigos de bebida.



Sinopse:


Traje de Rigor é uma adaptação em quadrinhos de Gustavo Lambreta do conto homônimo de Marcos Rey.


Otávio comprou um smoking sob medida e está ansioso para usá-lo no baile. Ele sai mais cedo para beber um pouco no bar e se encontra com alguns amigos que não via há tempos. Esta é uma história em volume único de como uma simples ida a um baile pode se tornar algo diferente do planejado.


Agora em versão digital publicado pela Conrad Editora





Essa HQ é a adaptação de um conto escrito por Marcos Rey. E ela chega para mostrar o quanto o brasileiro é capaz de criar histórias divertidas com aquele ritmo brasileiro de ser. Traje de Rigor trata da boêmia e da amizade, mesmo as falsas e as amizades de bar. Na narrativa o leitor vai encontrar de tudo: confusão, reflexão, amizade, aventura. Foi uma grata surpresa ler essa HQ porque eu entrei não esperando nada e fui recompensado com algo bastante divertido. Afinal quantas vezes já não fomos para uma noitada esperando uma coisa e quando nos deparamos vivemos algo completamente inusitado, mas igualmente divertido?


A ação começa com Otávio se preparando para ir a um baile de gala. Para isso ele coloca sua melhor roupa e parte para aquecer os motores antes de ir para a festa. Ele decide beber um whisky até que um de seus amigos aparece e quer por que quer empurrar uma arma para ele comprar. Logo em seguida aparece o festeiro Gianini que resolve filar uma bebida, já que Otávio está pagando. E por último chega o último dos três amigos, um pai de família enrolado que está levando leite ninho para seus filhos. Mas acaba parando para uma birita rápida com os demais. O que vamos ver a seguir é uma série de desventuras malucas dos amigos por todos os bares da cidade. Porque a festa não para jamais.


O roteiro é adaptado, mas eu não tive contato com o original então não tenho como avaliar a fidelidade do mesmo. No entanto, achei a narrativa bem coesa e inteligente. Os personagens são bem delineados pelo roteiro e ao final conhecemos todos os personagens de forma íntima. Cada um deles possui uma personalidade própria e característica que o diferencia dos demais. Por exemplo, mesmo o pai de família a gente percebe que ele é um fanfarrão no fundo e aos poucos sua verdadeira personalidade vai aparecendo. Se focar nos quatro personagens é uma atitude acertada porque eles é que são a essência da história. Claro que tudo gira em torno de Otávio e em como ele se relaciona com os outros três. O leitor percebe logo no começo que o protagonista quer apenas causar inveja nos outros. Ele acaba se colocando em uma posição superior aos demais, fato esse comprovado pela sua vestimenta, um smoking caro em relação aos outros que estão vestidos normalmente.




Ao mesmo tempo um de seus amigos, Gianini, percebe o que está acontecendo e decide usar isso a seu favor. Ao fazer Otávio pagar por todas as despesas, Gianini "aluga" a companhia e a amizade dos demais. Sim, é uma aventura divertida entre amigos que lembra bastante Se Beber, Não Case. Mas, também a falsidade dos amigos está presente em alguns momentos e principalmente mais para o final. O quanto de tudo isso é uma aventura e o quanto não passa de outros se aproveitando de um amigo metido? Tem uma cena ótima que representa essa visão de Otávio que é quando ele olha no espelho e vê seus companheiros deformados enquanto ele brilha no meio da cena.


A arte do Gustavo Lambreta está excelente para essa HQ. Não se enganem porque apesar de ser uma narrativa contida, existem detalhes a serem trabalhados em cada cenário. Ainda mais se imaginarmos que os amigos vão parar nos mais variados ambientes. Mesmo sendo preto e branco, Lambreta usa a cor azul para dar detalhes e causar um impacto geral. Algumas vezes as roupas dos personagens estão na cor azul, enquanto em outras é algum elemento do cenário que está assim. O design de personagens é simples, mas se encaixa como uma luva na proposta geral. Devemos pensar que os amigos não são idealizado, sendo apenas pessoas comuns que podem ser baixinhos, velhos, barrigudos.


A HQ é excelente. Recomendo bastante porque vai causar no leitor todo o tipo de reações: espanto, divertimento, reflexão. Afinal, a gente já teve um Otávio em nossas vidas... ou podemos até ter sido um Gianini em algum momento. É mais uma publicação da Conrad que difere bastante do que temos visto no mercado. Uma grata surpresa de verdade.













Ficha Técnica:


Nome: Traje de Rigor

Adaptado por Gustavo Lambreta do conto original de Marcos Rey

Editora: Conrad

Número de Páginas: 58

Ano de Publicação: 2020


Link de compra:

https://amzn.to/35kyhSn


Tags: #trajederigor #gustavolambreta #marcorey #conradeditora #amizade #boemia #baile #noitada #amores #bebida #ficçõeshumanas







ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.