• Paulo Vinicius

Resenha: "O Aluno Inteligente" de Stephen King

Um menino viciado em histórias da Segunda Guerra Mundial encontra um velho rabugento que parece ter tido algum envolvimento com os nazistas. Dessa relação improvável, uma transformação acontecerá nos dois personagens.




Este é um dos quatro contos presentes na coletânea As Quatro Estações. Escolhi este conto por apresentar alguns elementos de terror característicos de Stephen King.

A história fala de um garoto viciado em histórias sobre a Segunda Guerra Mundial: relatos de sobreviventes, reportagens contando os podres do nazismo, grandes personagens. Mas, o protagonista tinha uma obsessão por histórias sobre os campos de concentração. Isso porque haviam poucas informações disponíveis na realidade do menino. Fora isso ele era um bom aluno, metódico e esforçado que levava uma vida normal em uma cidadezinha do interior dos EUA. Um dia ele encontra um velho que lhe faz lembrar de uma das fotografias de torturadores e campos de concentração. Dussander era um velho general que trabalhava para Hitler em um desses campos. Ele conseguiu fugir dos perseguidores de nazistas e veio se esconder nos EUA. Mas, o menino vai chantagear Dussander com a revelação de sua identidade para as autoridades. A condição para quele ele não revele o paradeiro do velho nazista é que ele conte histórias sobre os campos de concentração. A relação entre o menino e o nazista vai causar uma mudança drástica no comportamento de ambos os personagens.

O tema principal desta história é a essência do mal. Já nascemos maus ou nos tornamos maus? Somos capazes de, sendo maus, mudar ou somos maus até o fim de nossas vidas? São dois casos contrários, mas falando a respeito da mesma questão: Dussander é alguém que saiu do mundo de horrores do nazismo e agora vive uma vida medíocre e pacífica em uma casinha nos EUA. Quando o menino começa a trazer à tona o espírito de tudo o que ele fez nos seus dias na Alemanha, é como se ele a Segunda Guerra Mundial voltasse à vida. O conflito estaria ressurgindo com força total no coração do velho nazista. Já para o menino o poder das histórias contadas por Dusssander desperta um desejo que existe em seu interior. Ocorre uma mudança no caráter do protagonista, mudança esta que o leva a cometer atrocidades.




Outro elemento da trama é o instinto assassino. Ele é algo que pode ser impedido ou precisa ser alimentado? É possível viver em sociedade mesmo desejando destrui-la? Estes fortes sentimentos negativos aparecem em toda a trama. Os personagens desejam externar os seus sentimentos negativos tirando vidas. Essa é a maneira pela qual o instinto assassino deles fica mais calmo. O que King tenta mostrar através de uma história perturbadora é que todos nós temos um lado obscuro dentro de nossos corações. Uma faceta sombria que precisamos esconder para viver em sociedade. Se descoberta isto significa que estamos nos desviando da norma e nos tornando incapazes de viver segundo as normas estabelecidas.

A história é um thriller psicológico muito bem trabalhado pelo autor. Ele certamente conhece o funcionamento das engrenagens de uma mente sombria. A manipulação dos sentimentos de cada um dos personagens acontece de uma forma calma, sem pressa. Esse tipo de construção vai ocorrer também em outro romance de King, Christine. Os personagens vão se transformando em reação aos acontecimentos. Algumas pessoas não gostam dessa construção lenta e que acaba criando uma gordura desnecessária ao romance. Eu gosto e acho que é uma das qualidades do autor. Algumas vezes ele exagera como em Sob a Redoma, um de seus livros mais recentes.

O Aluno Inteligente é uma história angustiante que mostra o lado obscuro de cada um de nós. Com um enredo bem construído e situações apresentadas sempre de modo a complementar o que o autor tenta dizer nas entrelinhas. Em alguns momentos nós sentimos que King poderia ter retirado algumas páginas, mas o tamanho da história (levando em consideração que se trata de uma novela) contribui para a sua organicidade.



Ficha Técnica:


Nome: O Aluno Inteligente

Autor: Stephen King

Conto que integra a coletânea Quatro Estações

Editora: Suma

Gênero: Terror

Tradutora: Andréa Costa

Ano de Publicação: 2013

Avaliação:


Link de compra:

https://amzn.to/2HNsfjO


Tags: #oalunointeligente #stephenking #quatroestacoes #editorasuma #segundaguerramundial #nazismo #tortura #campodeconcentracao #neonazismo #fugitivodeguerra #terror #leiaterror #amoterror #ficcoeshumanas

ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.