top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "Engrenagens" de Fabiana Ferraz

Antero é um autômato construído a partir de peças reaproveitadas. Diferente de outros autômatos ele acaba desenvolvendo uma consciência e descobrindo que tem sensações estranhas quando está perto de Íris, a sobrinha de seu criador.



Sinopse:


Viver é melhor que sonhar.


Com peças usadas e longe de ser o melhor que a tecnologia tem a oferecer, a nova criação do professor está apenas começando a conhecer o mundo. Na nova noveleta da coleção ZIGUEZAGUE, Fabiana Ferraz nos permite debruçar sobre os belos e delicados pensamentos de Antero, um autômato ingênuo que tem a curta vida virada de ponta-cabeça pela chegada de Iris. Antero despertou, mas não sabe falar — Antero aprende. Antero está vivo, mas não sabe amar — Antero aprende.




Um autômato que desenvolve sentimentos não é uma temática exatamente nova. Mas, Fabiana Ferraz escreve uma narrativa doce e cálida sobre um ser artificial que se descobre detentor de consciência e sentimentos. Algo que o torna diferente de seus iguais. O que poderia representar um desenvolvimento, se torna uma prisão já que a pessoa pela qual Antero, o autômato, desenvolve sentimentos não pode amá-lo. A sua carcaça de metal é uma prisão em todos os sentidos do termo. Enquanto Antero tenta entender qual o seu papel em um mundo o qual ele desconhece, ele vai desenvolvendo várias nuances de seus sentimentos: da dúvida à incompreensão, passando pelo amor e adoração até os ciúmes. Essa história é uma verdadeira montanha-russa de emoções.


Engrenagens tem uma história envolvente e parte de uma narrativa em primeira pessoa para nos contar a história de Antero. A escolha por esse modelo de narrativa foi inteligente da parte da autora porque cria um vínculo imediato entre leitor e protagonista. O uso também de uma narrativa sensorial onde a autora transporta tudo o que o personagem vê, escuta e sente ajuda nesse vínculo. Torna a narrativa mais palpável. Podemos dividir a narrativa em duas metades: o primeiro trecho na espécie de laboratório onde Antero ficava e depois quando ele sai para o mundo. Essa primeira metade tem um tom claustrofóbico que sufoca o leitor, mostrando o quanto o mundo percebido pelo autômato era limitado. Sair para o mundo inicialmente provoca uma mudança de tom, mas este é rapidamente recuperado quando há a percepção de que pouco irá mudar de fato com essa saída.


No fundo é uma história vem triste. É aquele tipo de amor platônico realmente impossível de ser alcançado. O leitor se dá conta disso quando a situação nos é apresentada, mas a gente tenta se convencer do contrário. Que no fim o amor vencerá. Mas, cada novo desenvolvimento coloca um novo tijolo na parede que sela os sentimentos de Antero para com Íris. A personagem aparece como aquela luz no fim do túnel que ele tanto anseia. Cada vez que ela adentra na sala é como se o universo recebesse cores. Ser encarado como um objeto não só por seu criador como por outros ao seu redor também é cruel. Isso porque o leitor que está acompanhando tudo do alto sabe quando uma frase tem um outro significado diferente daquele que Antero compreende.



Não diria que o autômato fosse inocente. É só que a sua compreensão do mundo era limitada pela falta de dados. Tanto que em alguns momentos ele demonstra os limites do que ele seria capaz de fazer para ficar ao lado de seu amor. A autora consegue retratar bem essa falta de informações que ele tem acesso. Algumas de suas conclusões são completamente desprovidas de malícia ou apenas de profundidade. Ao tentar absorver o máximo de dados possível, Antero vai se dando conta pouco a pouco da falta de esperança de sua condição. É algo que vai acontecendo de forma progressiva e com o desenrolar da história. Se dar conta disso pode ser ainda mais doloroso para o personagem que tinha uma situação mais cômoda quando ele apenas não entendia o que o cercava. A compreensão lhe causa dor.


Meu porém fica na ambientação. Como se trata de uma história curta, algumas situações precisam ser o mais objetivas possíveis. Quando a autora se propõe a apresentar o mundo que o cerca apenas quando Antero é exposto a ele, a narrativa já se encontra no caminho para o seu encerramento. Achei legal que ela nos coloca em um ambiente steampunk, o que torna tudo muito mais curioso. Em um primeiro momento, imaginei que Antero fosse apenas defeituoso. Mas, não era o caso. Seu defeito vem da recauchutagem de suas peças. A apresentação da realidade visível acaba sendo apressada e estranha. Gente, a história se passa em um Rio de Janeiro retrô steampunk. Me dar conta disso me surpreendeu. Mas, assim como o autômato fiquei perdido e sem entender muita coisa. Isso agiu em detrimento da narrativa mais do que ajudou. Talvez especificar demais o contexto e oferecer todo um universo de informações não fosse necessário para o resultado final. Manter uma história intimista e fornecer apenas necessário teria redundado melhor.


De qualquer forma, Engrenagens é uma história linda e emocionante. Uma daquelas narrativas para você devorar em uma tarde de verão enquanto o sol se põe no horizonte. A história de Antero vai mexer com os corações dos leitores e nos fazer perguntar: o quanto um amor pode ser totalmente impossível? O amor é capaz de vencer tudo mesmo? Ou apenas queremos nos enganar com um discurso romântico? Bem, Antero nos mostra que talvez a jornada consiga abrir uma percepção maior sobre o que significa o nosso papel no mundo.











Ficha Técnica:


Nome: Engrenagens

Autora: Fabiana Ferraz

Editora: Plutão Livros

Número de Páginas: 52

Ano de Publicação: 2020


Link de compra:


*Material enviado em parceria com a Plutão Livros












Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.