• Paulo Vinicius

Resenha: "Dias Febris: Lucy" de Francis Graciotto

Um jogo de futebol se torna um verdadeiro inferno quando as pessoas ficam alucinadas e começam a atacar umas às outras. Preocupado com a segurança de Lucy, Alex inicia uma corrida desesperada para chegar até sua casa em um mundo que virou de cabeça para baixo.

Sinopse:


Dias Febris é uma série de histórias em diversas cidades brasileiras durante a epidemia da Febre Vermelha, um vírus que deixa seus infectados com uma febre ensandecedora, olhos vermelhos e fome insaciável. Cada conto é um caso isolado, podendo ser lido em qualquer ordem, antes ou depois do livro Febre Vermelha.

Lucy é a história de um estudante da UNICAMP que tem sua partida de futebol interrompida por um ataque de infectados canibais. Ao perceber o que está acontecendo e que a epidemia está em todos os lugares, sua preocupação é voltar para Indaiatuba e garantir que Lucy esteja em segurança, mas no meio do terror dos primeiros dias da Febre Vermelha, isso exigirá sacrifícios que talvez ele não esteja pronto para fazer.




O tema de zumbis já foi explorado inúmeras vezes e de tantas formas diferentes que é preciso algo realmente original para me encantar. Mas, Francis Graciotto nos traz uma história bem intimista de alguém que está vivendo um apocalipse e precisa fazer de tudo para ir atrás daquele que ele ama. Ah, e ainda tem todo o toque de brasilidade já que o protagonista é um jogador de futebol (não sei se ele é da Ponte Preta ou se no jogo de amigos dele ele está usando a camisa do time). Dentro daquele cenário caótico apresentado, Alex, seu amigo e sua namorada saem em uma corrida treslocada de carro ao longo da rodovia de forma a chegar a Indaiatuba para que Lara (a namorada de seu amigo) possa ser levada a um hospital e Alex possa ver o que aconteceu a Lucy.

Em primeiro lugar é preciso elogiar de cara a escrita do Francis. Quantas vezes eu já vi ebooks independentes sendo lançados em que a escrita era completamente caótica e faltava milhas de revisão. Aqui temos uma história redondinha onde você percebe a presença de técnicas de escrita. Os parágrafos são bem equilibrados e apresentam bastante coesão. Não é um amontoado bizarro de coisas escritas. Nada disso: temos coesão e coerência. A narrativa é escrita em terceira pessoa e o autor consegue passar para o leitor todo o desespero daquela situação. Como a narrativa segue a visão de Alex, ficamos vendo como ele percebe as coisas. A história para mim ficou do tamanho ideal e me deixou animado para ler o livro principal dele, Febre Vermelha.

O protagonista é um cara comum que está ali jogando futebol quando de repente a loucura se inicia. Não se trata de um herói, mas de um homem comum tentando sobreviver ao caos instaurado após o início da febre vermelha. Vemos a hesitação dele quando ele precisa tomar medidas drásticas para afastar um agressor de si. Ele pensa que não pode matá-lo... e no final do conto ele perde esses escrúpulos quando percebe que o mundo mudou para sempre. O autor só deu um deslize pequenininho lá pelo final da segunda subseção. Como ele sabia que o caos que acontecia no estádio estava espalhado por toda a parte? Não poderia ter sido só algo acontecido no estádio? Ele só vai assistir o vídeo do secretário de saúde alguns parágrafos depois. Mas, no mais, Alex é um cara que tem os seus interesses. E ele não se arroga de abandonar o amigo se ele perceber que isso não vai ajudá-lo a chegar em seu objetivo.

A história não é espetacular, mas entretém demais. Te deixa com aquela pulga na orelha para você querer ler outras coisas do autor. Ele certamente consegue escrever uma narrativa competente e aquele plot twist no final me derrubou!! Não esperava aquilo. Se você curte histórias de zumbis, fica aqui uma boa pedida para você. Uma boa história com toques de Brasil na sua escrita e que vai te deixar curioso. Me parece que esse Dias Febris é uma série de pequenas histórias que se passam no mundo de Febre Vermelha. Vou ficar de olho!

Ficha Técnica:


Nome: Dias Febris - Lucy

Autor: Francis Graciotto

Série: A Febre Vermelha vol. 0,5

Editora: AutoPublicado

Gênero: Terror

Número de Páginas: 19

Ano de Publicação: 2017

Avaliação:


Link de compra:

https://amzn.to/2Lrvi3T


Tags: #diasfebrislucy #francisgraciotto #febrevermelha #zumbis #infeccao #jogodefutebol #terror #leiaterror #amoterror #igterror #leianacionais #leianovosbr #ficcoeshumanas

ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.