top of page
  • Foto do escritorAmanda Barreiro

Resenha: "A Nuvem" (Scythe vol. 2), de Neal Shusterman

Rowan e Citra veem seus caminhos separados pelo iminente colapso da Ceifa Mid-mericana. Talvez eles sejam a única salvação de toda a Ceifa... mas será que ela quer ser salva?


Citra e Rowan. Artista desconhecido. Fonte: Pinterest.

Sinopse:


No segundo volume da série Scythe, a Ceifa está mais corrompida do que nunca, e cabe a Citra e Rowan descobrir como impedir que os ceifadores que não seguem os mandamentos da instituição acabem com o futuro da humanidade. Em um mundo perfeito em que a humanidade venceu a morte, tudo é regulado pela incorruptível Nimbo Cúmulo, uma evolução da nuvem de dados. Mas a perfeição não se aplica aos ceifadores, os humanos responsáveis por controlar o crescimento populacional. Quem é morto por eles não pode ser revivido, e seus critérios para matar parecem cada vez mais imorais. Até a chegada do ceifador Lúcifer, que promete eliminar todos os que não seguem os mandamentos da Ceifa. E como a Nimbo Cúmulo não pode interferir nas questões dos ceifadores, resta a ela observar. Enquanto isso, Citra e Rowan também estão preocupados com o destino da Ceifa. Um ano depois de terem sido escolhidos como aprendizes, os dois acreditam que podem melhorar a instituição de maneiras diferentes. Citra pretende inspirar jovens ceifadores ao matar com compaixão e piedade, enquanto Rowan assume uma nova identidade e passa a investigar ceifadores corruptos. Mas talvez as mudanças da Ceifa dependam mais da Nimbo Cúmulo do que deles. Será que a nuvem irá quebrar suas regras e intervir, ou apenas verá seu mundo perfeito desmoronar?


A Nuvem


Atenção: contém spoilers do livro anterior, O Ceifador.


Após a leitura de O Ceifador, a expectativa para A Nuvem estava nas alturas, com o perdão do trocadilho. Em O Ceifador, Neal Shusterman construiu um mundo em que a humanidade dominou a vida e a morte, as doenças e as guerras, superou as desigualdades sociais e vive seu estágio de plenitude. Daí a ação necessária da Ceifa, a fim de controlar o crescimento populacional e garantir a sustentabilidade do planeta. O autor nos envolveu de tal forma que seria impossível esperar menos que a excelência de sua sequência.


Em A Nuvem, Shusterman decide abruptamente mudar as regras do jogo. Nos acostumamos tanto com Rowan e Citra, nos apegamos a eles, e de repente não é mais a visão dos dois que nós acompanhamos. Como o próprio título sugere, a Nuvem é a verdadeira protagonista da história. Vendo o caos se alastrando pela Ceifa e as conspirações florescendo, ameaçando toda a filosofia e os próprios mandamentos dos ceifadores, a Nimbo-cúmulo precisa fazer alguma coisa. Seu tratado com a humanidade a impede de interferir diretamente, mas, afinal, ela é perfeita e consegue achar brechas.


“Que irônico e poético que a humanidade possa ter criado o Criador com o desejo de ter um. O homem cria Deus, que então cria o homem. Não é esse o ciclo perfeito da vida? Mas, se for esse o caso, quem é criado à semelhança de quem?”.

Vemos toda a história, então, do patamar da Nimbo-cúmulo, como observadores oniscientes e onipresentes, distantes e levemente apáticos diante de tudo que está acontecendo. Citra e Rowan estão lá, mas a narrativa do ponto de vista de uma Inteligência Artificial compromete boa parte da empatia que nutríamos por eles. Todo esse sentimento se confirma com os excertos de consciência da Nimbo-cúmulo entremeando os capítulos, como se comentando cada situação observada. É interessante, é bom, mas não funcionou tão bem quanto no primeiro livro.


A atenção também precisou ser dividida com a chegada de mais um personagem inesperado e, ainda que os capítulos dele sejam alguns dos poucos em que realmente entramos em uma esfera particular, senti que tanta fragmentação comprometeu a fluidez da história e o aprofundamento de todos os plots e subplots. Esses pontos me incomodaram o suficiente para atrasar a minha leitura e me desapontar um pouquinho, porém atribuo parte da culpa à minha própria expectativa.


Apesar de tudo isso, Shusterman continua provocativo e instigante, sempre utilizando estratégias narrativas surpreendentes. Nada é óbvio em sua escrita, ainda que em um primeiro momento assim o pareça, e a sua coragem em utilizar a catástrofe ao seu favor é admirável. As decisões tomadas são muitas vezes radicais e interessantes, levando o livro a um clímax muito bem conduzido.


Diante do todo, facilmente nos esquecemos de todos esses deslizes porque a história é realmente incrível. A leitura é limpa, rápida, direta e, muito em parte por se tratar de um livro Young Adult, tudo acontece com muita fluidez e facilidade. Somos desafiados a refletir sobre o que lemos, as temáticas são profundas e inteligentes, mas tudo se encaixa de forma muito certinha, sem dificuldades para o leitor. Shusterman sabe como criar uma narrativa agradável, disso não há dúvidas.


“Os fins nem sempre justificam os meios. Mas às vezes justifica. A sabedoria está em reconhecer essa diferença.”

Os questionamentos filosóficos ainda são o cerne da série e gostei muito da abordagem das situações-problema em A Nuvem. Sacrifícios, decisões e consequências, honra e respeito a si mesmo e ao próximo permeiam o livro do início ao fim, mas, sobretudo, neste volume temos a própria condição humana posta em cheque. A relação da humanidade com o planeta, os limites entre ética e ciência, a moralidade da Ceifa diante da morte e a interferência da tecnologia, entre outros pontos, fazem de A Nuvem um livro com várias camadas de pensamento crítico a ser desbravado, muito além da história de adolescentes ceifadores, muito além do entretenimento de um bom livro.


E o final... que final! Shusterman incendiou o desfecho de A Nuvem demonstrando sua maestria como contador de histórias e nos desesperando pela continuação. O Timbre, terceiro livro da série, acaba de ser lançado pela Editora Seguinte, e eu não sei vocês, mas eu mal vejo a hora de descobrir o que aconteceu.










Ficha técnica:


Título: A Nuvem

Autor: Neal Shusterman

Série: Scythe vol. 2

Tradução: Guilherme Miranda

Editora: Seguinte

Páginas: 496

Ano de lançamento (no Brasil): 2018


Livro cedido em parceria com a editora Companhia das Letras











תגובות


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.