top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "A Filha de Rappaccini" de Nathaniel Hawthorne

A chegada de Giovanni a uma pousada vai marcar uma mudança em sua vida. Ele vê um lindo campo de flores e uma jovem misteriosa cuidando do jardim. Seu coração foi roubado por esta bela jovem. Mas, quando ele vê pequenos animais morrendo próximos a ela, alguma coisa parece estar errada.



Sinopse:


Publicado pela primeira vez em 1844, A Filha de Rappaccini é uma das obras-primas de Nathaniel Hawthorne, considerado o maior contista dos Estados Unidos e famoso pelo seu trabalho A Letra Escarlate.


“A protagonista de A Filha de Rappaccini é uma jovem linda e inocente que também é - literalmente - venenosa e, portanto, incorpora os temas hawthorneianos de beleza imperfeita, o vínculo inextricável entre o bem e o mal e a arrogância ingênua e viciosa do intelecto humano, que presume separar os dois” - resenha de Bill Kerwin.





Mais um clássico que foi trazido pela Sociedade das Relíquias Literárias, uma iniciativa da editora Wish. Lembro que li essa noveleta pela primeira vez há quase dez anos quando estudava Edgar Allan Poe e Nathaniel Hawthorne. Precisei ler várias histórias curtas dos dois autores. Não sou assim tão fã de Poe, tendo preferido desde aquela época a prosa mais diferenciada de um autor que gosta de brincar com o uso incorreto da ciência. Hawthorne é um autor que vai fazer o leitor coçar a cabeça porque ele não tem tanto dos tiques comuns da escrita gótica medieval. Diria até que a prosa dele é menos rígida do que os floreios românticos tão típicos do período. Ainda temos sim aquele ar de contemplação e dramaticidade, mas em um nível menor. Quando alguém me pede para indicar algum autor do século XIX para os leitores contemporâneos, costumo sempre indicar o Hawthorne por sua escrita mais próxima do que a empregada no século XX. Dito isso, a trama de A Filha de Rappaccini já foi relida inúmeras vezes em formatos diferentes. Ou seja, quando o leitor começar a se deparar com a narrativa, vai se questionar se já não ouviu essa história em algum lugar. E de fato sim. Querem ver como essa história curta se tornou tão popular? Pamela Isley, a Hera Venenosa, foi inspirada diretamente em Beatrice, a moça que rouba o coração de Giovanni na história.


Giovanni Guasconti, um jovem estudante com um futuro brilhante pela frente, chega até Pádua, na Itália, onde se hospeda em uma pousada. Ao olhar por sua janela vê um lindo campo de flores à distância. Inicialmente cuidado por um estranho homem recurvado, em seguida ele vê chegando até o jardim uma linda e formosa dama chamada Beatrice. Giovanni logo fica encantado pela beleza inocente dela. Mas, coisas estranhas acontecem ao seu redor. Pequenos animais morrem como se tivessem recebido um sopro mortal. Após se informar na cidade, ele descobre que a jovem donzela é filha de um médico inescrupuloso chamado doutor Rappaccini. Suas experiências científicas são condenadas por todos os seus pares e sua obsessão pelo corpo humano beira à obsessão. Doutor Baglioni, amigo do pai de Giovanni, aconselha ao jovem para se manter longe do estranho médico, caso contrário sua vida corre um sério risco. Mas, Giovanni está perdidamente apaixonado por Beatrice e ele parece estar perdendo sua vitalidade dia após dia. O que está acontecendo?


Hawthorne é um autor que gosta de brincar com as antíteses, as contradições. Bem contra o mal, ordem contra o caos, inocência e sedução. E aqui temos várias delas aparecendo na história. Percebam o quanto Beatrice nos é apresentada como uma mulher virginal, dotada de uma beleza estonteante e ingênua, capaz de seduzir homens incautos. O autor brinca com a imagem da linda donzela, com Beatrice quebrando o clichê da virgem e nos colocando diante de uma mulher mortal. Ela não é maligna, mas estar ao seu lado pode simbolizar a morte. Nos romances típicos da época, temos sempre um homem sofrendo por amor, buscando a mulher inalcançável até ele ser recompensado (ou não) pela sua jornada. Aqui, a recompensa por alcançar e aceitar o amor é a morte. Uma outra leitura que podemos fazer é a de uma flor ser empregada para matar outra pessoa. Ou seja, como um ser tão belo pode causar a morte de outro ser vivo?


Ao mesmo tempo, temos o homem manipulando a natureza e transformando-a em uma arma. Esse é o papel do inescrupuloso Rappacini que usa a ciência para destruir outras pessoas. O cientista se diverte com o sofrimento de Giovanni colocando em uma encruzilhada entre o amor e a dor. O que ele não conta é que o protagonista não vai assumir um papel de aceitação diante da tragédia. Normalmente um protagonista romântico apenas aceitaria a morte ao lado de sua amada. Mas, tal não é o caso como veremos no momento climático da história. Hawthorne vai ser um dos precursores do emprego do personagem do cientista usando o seu conhecimento para causar o mal ao próximo. Algo que vai ser profundamente estudado ao se mencionar a ética científica no futuro. Convido todos a conhecerem esta história magnífica de uma das vozes mais assombrosas do século XIX.










Ficha Técnica:


Nome: A Filha de Rappaccini

Autor: Nathaniel Hawthorne

Editora: Wish (Sociedade das Relíquias Literárias)

Tradutora: Cláudia Mello Belhassof

Número de Páginas: 141

Ano de Publicação: 2020


Avaliação:









Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.