top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

As Ondas do Oceano

Taku e Yukata são dois amigos de infância que acabaram muito irritados quando a escola não os libera para ir a um passeio a Kyoto que eles tanto queriam. Depois de muita reclamação dos dois, a escola decide enviá-los para o Havaí no ano seguinte.

Sinopse:


Após o divórcio dos pais de Rikako Muto, uma estudante de Tóquio, ela é transferida para um colégio de Kochi, uma cidade litorânea remota da capital. Além de linda e inteligente, se dedica muito aos estudos e aos desportos. Mas sem saber por quê, não consegue se adaptar à vida social da escola. No mesmo colégio chegam Taku Morisaki e Yutaka Matsuno, que sempre foram melhores amigos na vida, e logo o trio começam a viver um triângulo amoroso.




As Ondas do Oceano é uma animação complicada de analisar. Ela em nada se parece com outras animações do estúdio. A primeira impressão que eu tive é de que As Ondas do Oceano fosse qualquer outro anime japonês qualquer dado o nível de generalidade da história e da animação. Apesar de ser um média metragem, a animação sofre por ser um pouco arrastada e até monótona.

Esta foi a primeira animação que não teve a participação de Hayao Miyazaki, tendo sido produzida pelo estúdio em si. Tomomi Mochizuki, um do membros mais talentosos do estúdio e aluno de Miyazaki esteve à frente do projeto. Na verdade, tratou-se de uma produção conjunta do estúdio Ghibli, da MadHouse, da J. C. Staff e da Oh! Productions. A recepção de As Ondas do Oceano foi bem fraca no mercado japonês e no mercado internacional. Ao que eu saiba, nunca foi dublado no Brasil e muito menos foi vendido separadamente. A animação faz parte de um pacote com várias animações do estúdio assim como aconteceu com Memórias de Ontem e Sussurros do Coração. Em outros mercados como o inglês a recepção também foi ruim, diferentemente da boa aceitação que Porco Rosso teve.

As Ondas do Oceano é um típico filme sobre a jornada de crescimento de personagens partindo do seu cotidiano. No Japão este estilo de temática é enquadrada dentro de um subgênero: o slice of life (ou pedaço de vida, em uma tradução livre). A história gira em torno de três personagens: Taku, Yutaka e Rikaku. Taku e Yutaka são amigos de infância que se conheceram a partir de circunstâncias curiosas: Taku é um menino trabalhador e com dificuldades nos estudos enquanto Yutaka é o aluno inteligente da turma. Taku conhece Yutaka quando ambos reclamam de uma posição da escola ao não liberar um passeio para Kyoto que os alunos tanto esperavam. Os dois alunos pedem que a escola explique os motivos para tal decisão e é aí que os dois se conhecem. É decidido então pela escola que eles farão no ano seguinte uma viagem para o Havaí como uma maneira de compensar a decisão deste ano.

A história em si começa quando Yutaka apresenta a nova aluna para Taku: Rikaku, uma bela garota de longos cabelos negros e olhos escuros. Sua bela aparência se destaca na escola e o fato de ela ter vindo de Tokyo para morar em uma cidade do interior como Kochi (lugar onde se passa a história) é motivo de burburinho por toda a cidade. A jovem prefere se manter afastada dos demais colegas e sua postura mais introvertida atrai os olhares dos meninos. Ser boa nos esportes e nos estudos ajuda mais a criar um ar de mistério na personagem. A confusão toda começa quando Taku precisa emprestar dinheiro para Rikaku durante a viagem para o Havaí. É aí que Taku se vê absorvido pelos problemas da personagem e acaba atraído pelo seu estranho charme. Isso vai colocá-lo contra o seu amigo de infância que é interessado na menina também.


Vou ser bem direto aqui: a história é fraca. Já vi vários animes japoneses que tratavam deste tema de jornada para o crescimento e As Ondas do Oceano é um dos mais fracos que eu já vi. Não consegui demonstrar empatia pelos personagens o que em uma animação cuja principal tarefa é atrair o espectador, prejudica demais o sucesso da animação. Os personagens acabam parecendo muito rasos e os momentos em que se tenta criar uma atmosfera mais bucólica ou reflexiva são momentos bobos. Por exemplo, por que o nome As Ondas do Oceano? Só por que eles foram para o Havaí? O oceano não é usado como metáfora ou sequer como um recurso para aproximar os personagens. Somente no final quando ocorre a conversa entre Taku e Yutaka, mas achei muito pouco.

Rikaku é uma menina tola e antipática. Apesar de se tentar apresentá-la como uma menina que sofre por causa do divórcio dos pais, não consegui entrar neste jogo. Algumas situações que acontecem com ela são muito forçadas. Um elemento importante de animações que tratam desta jornada de crescimento é que os acontecimentos precisam acontecer de forma harmônica. Mesmo que haja um estranhamento ou até uma situação fantástica, os acontecimentos precisam ser naturais. Aqui o que eu menos vi foi a naturalidade. A autora, Kaori Nakamura, busca fazer com que a gente goste da personagem mostrando seu sofrimento diante de um lugar estranho. Sendo da cidade e com pais separados, Rikaku não conseguiria se acostumar ao novo lugar. Mas, o que se vê em As Ondas do Oceano é todos os colegas sendo solidários e até se preocupando com a personagem. O sofrimento de Rikaku não passa de um capricho da mesma.

A animação também é muito pobre. Em nada lembra a beleza de animações como Nausicaa e Porco Rosso que são bem anteriores a este anime. Eu poderia citar diversas séries japonesas da mesma época cujas animações são iguais ou superiores a Ondas do Oceano. Fiquei muito desapontado com este trabalho do estúdio Ghibli. A trilha sonora também não tem nada demais. É passável apenas.

Enfim, para aqueles que gostam deste tipo de temática, podem ver, mas se preparem para algo muito normal. Como a duração do média metragem é pequena, a dor não será tão grande. Mas, para aqueles que buscam algo no padrão do estúdio Ghibli, saiam fora e passem adiante. Sem dúvida alguma foi um tempo desperdiçado por mim.

Na próxima semana, vamos conversar sobre Only Yesterday, um anime produzido pelo eterno companheiro de Hayao Miyazaki, Isao Takahata. Um filme do estúdio Ghibli de 1991.

Ficha Técnica:


Nome: As Ondas do Oceano

Diretor: Tomomi Mochizuki

Produtores: Nozomu Takahashi, Toshio Suzuki e Seiji Okuda

Roteirista: Kaori Nakamura

Estúdio: Studio Ghibli

País de Origem: Japão

Tempo de Duração: 72 min

Ano de Lançamento: 1995






0 comentário

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.