top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "Tsumitsuki - Espírito da Culpa" de Hiro Kiyohara

Tsumitsukis são manifestações obscuras da culpa e da angústia no coração das pessoas. Se você guarda um peso em seu coração ou é culpado de algo que o apavora diariamente, você pode ser possuído por um. Mas, alguém parece estar caçando estes espíritos. Quem será?

Sinopse:


Cidades do interior são conhecidas por suas lendas urbanas, carregadas de mistérios e aparições sobrenaturais. Em uma delas, a lenda local é sobre os Tsumitsukis, espíritos que se alimentam do remorso das pessoas que cometem alguma atrocidade. Chinatsu Takada, uma garota que mudou-se recentemente para tal cidade, irá conhecer de perto o terror que os Tsumitsukis afligem sobre as pessoas quando deparar-se com Kuroe, um misterioso garoto que mora no templo local e parece conhecer até bem demais sobre esses espíritos e o destino cruel que recai sobre as pessoas que com ele se encontram.




A mitologia japonesa é cercada de pequenas histórias regionais de causar pavor. Por ser uma cultura que acredita bastante na presença etérea dos espíritos e no desejo de que eles tenham uma boa passagem, histórias como as dos tsumitsukis estão espalhadas por todo o interior do Japão. Hiro Kiyohara pega uma dessas histórias e cria um clima aterrorizante. Temos um menino estranho chamado Kuroe e uma raposa fantasma que o segue em várias partes. Está montado o ambiente para uma série de histórias de apavorar.

Este mangá é formado por quatro pequenas histórias que possuem um tema e um ambiente em comum. Apenas a primeira e a última (sem contar com o capítulo zero) tem algum tipo de ligação mais direta. O elo de ligação entre as quatro histórias é o templo onde fica Kuroe. Como toda coletânea de histórias, existem algumas boas e algumas ruins. Por isso a minha avaliação do mangá caiu um pouco. Como só temos um personagem que serve de ligação, não dá para dizer que existe um grande desenvolvimento de personagem. O aspecto mitológico é bem preciso e faz sentido apesar das loucuras que o Kiyohara se permite fazer no clímax dos pequenos contos.

Kiyohara não é muito de usar ambientações. Tirando pela memória e consultando rapidamente a minha edição eu só consegui visualizar alguns ambientes como a escola, o templo e algumas ruas. Mesmo assim estes ambientes não são muito bem trabalhados e senti que os cenários acabaram mais difusos. Com exceção do capítulo zero que eu gostei demais do cenário que possuía um estilo mais antigo e clássico. Porém, o autor compensa isso com o emprego bem eficiente de um esquema de luzes e sombras. Em alguns momentos, o autor faz um jogo de preto e branco que marca bastante os sentimentos dos personagens: o branco quando algum busca a salvação ou quando a história se inicia e o negro quando o desespero toma conta. Kiyohara trabalha muito também com o olhar dos personagens. Eles transbordam os sentimentos macabros vividos naquele momento: medo, pavor, fúria, assombro. Essa expressividade no olhar funciona bem para uma história de terror que depende muitas vezes ora de uma construção de um clima propício ao medo, ora de personagens que consigam expressar de forma eficiente o que estão sentindo.

Vários temas são trabalhados pelo autor, mas vou falar apenas do que menos me agradou e do que mais me agradou. Começando pelo ponto negativo, a primeira história me incomodou um pouco pelas lacunas deixadas. Entendi após uma releitura o que a Shinohara fez, mas o autor deixa tudo muito interpretativo da parte do leitor. E isso não é um recurso que ele vai usar em outras, caso contrário até seria interessante. Como eu só vi isso na primeira história, posso entender que se tratou mais de corte ou esquecimento. Os fatos que compõem a trama são muito soltos como até a amizade da Chinatsu pela Shinohara. Acontece muito subitamente e de forma aleatória. Parece até que a amizade foi meio forçada para que a história pudesse ser conduzida adiante. A segunda e a terceira histórias conseguem ter muito mais força do que esta. Não consegui comprar a amizade das duas meninas e os sentimentos de uma pela outra.

Já a terceira história é bem poderosa. Mexer com o tema da violência doméstica é sempre eficiente. E da maneira como o Kiyohara fez, enganando os leitores a partir da percepção óbvia é interessante. Ele derruba o leitor que tira conclusões precipitadas acerca do que está se passando. Para mim, o estilo do Kiyohara funciona melhor nesse tipo de história, com o terror sendo propulsionado a partir de uma situação real elevada à máxima potência. Os quadros são bastante emotivos e mesmo o momento da revelação tem poder sobre a história. Fiquei muito animado porque parece que o Kiyohara faz algo semelhante em sua obra mais famosa, a série Another.

Enfim, Tsumitsuki é uma história mediana que consegue entreter mostrando um pouco mais da cultura oriental para os leitores. O autor pega parte do folclore japonês e cria uma história que ora tem um caráter muito intimista, ora tem uma pegada mais comum. É no intimismo que o autor consegue impressionar mais. Gostei bastante do jogo de luz e sombra que ele faz na história, apesar de achar que os cenários de fundo ficaram mal trabalhados.


Ficha Técnica:

Nome: Tsmitsuki: Espírito da Culpa Autor: Hiro Kiyohara Editora: JBC Gênero: Terror

Tradutor: --- Número de Páginas: 200 Ano de Lançamento: 2014

Link de compra: https://amzn.to/2WcWuIG






0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.