top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "Três Meses no Século 81" de Jeronymo Monteiro

Campos é um homem à frente de seu tempo. Literalmente. Através de uma ousada experiência ele consegue possuir um corpo do século 81 e agora ele precisa aprender a conviver em uma sociedade muito diferente da nossa.



Sinopse:


O Viajante no Tempo explica assuntos recônditos.


O próprio H. G. Wells é um personagem de Três meses no século 81, obra-prima do "pai" da ficção científica brasileira, Jeronymo Monteiro. Nesta história publicada pela primeira vez em 1947, o futuro com que Campos se depara é muito diferente do esperado, e agora ele tem que correr contra o tempo para mostrar à humanidade o que realmente importa.





A narrativa de Jeronymo Monteiro pode ser encaixada nas velhas histórias de "turismo literário". Quando você cria um espaço fantástico novo e os personagens vão conhecendo as diferenças entre seu mundo original e o espaço criado pelo autor. Em Herland, Charlotte Perkins Gilman usa desse método e Margaret Cavendish faz algo semelhante em O Mundo Resplandecente. A partir destas diferenças é que a história acaba sendo guiada. Até pode haver um conflito ou um antagonista qualquer, mas ele não é o foco da narrativa. Como não é aqui.


Esse é um daqueles romances que eu me esforcei para tentar gostar, mas infelizmente achei a escrita bastante datada, e várias partes me incomodaram. Quem acompanha minhas resenhas, sabe o quanto eu não curto histórias que abusam do diálogo. E uma das ferramentas usadas por Jeronymo é o diálogo expositivo onde ele vai apresentando cada parte deste mundo, tecendo críticas e comentários para em seguida entrar em um novo assunto. Tem vários capítulos que se passam em uma única sala com o protagonista e um professor conversando. Isso me incomodou bastante até porque Gilman, por exemplo, não é tão expositiva em Herland e isso porque ela usa de descrição para contar sobre sua terra das mulheres. Os diálogos acabam soando artificiais demais.


Dá para perceber o quanto o autor se esforçou para criar uma narrativa de ficção científica diferente daquilo que fora criado por H.G. Wells em A Guerra dos Mundos. Aliás, a inspiração é bem clara e o próprio Wells aparece como um personagem logo no começo da história. Em um dado momento, Jeronymo faz uma homenagem ao conflito eloi vs morlock da obra de Wells ao criar duas espécies antagônicas. O século 81 parece ser um lugar onde os homens se esqueceram de seus sentimentos, perdendo com isso muito de sua humanidade. E é isso o que o autor se remete a todo o momento. Apesar de terem se tornado uma civilização super avançada, eles se esqueceram daquilo que torna o homem um ser que move montanhas. Podemos ver que entra um pouco das crenças do autor, pois ele acredita no amor como uma mola propulsora para inovações. Me sinto dividido entre concordar ou não com isso, mas da maneira como ele coloca na trama parece algo bastante ingênuo.



Vou deixar o meu puxão de orelhas na Plutão Livros. O texto está com bastante erros e typos. algo que deveria ter sido visto em uma última revisão. Normalmente, quando são poucos, eu não costumo reclamar e coloco na conta. Mas, aqui são bastante numerosos e tornam uma leitura, que já é truncada pelo próprio estilo do autor, ainda mais confusa. No mais, achei o texto bem formatado, tem um ótimo prefácio escrito pela Ana Rusche (que faz parte de todos os livros da coleção Zigue-Zague) situando o leitor na época da escrita do livro. Infelizmente, boa parte das ideias de Jeronymo também não envelheceram bem, demonstrando que este é um livro situado em uma época específica. Pelo que eu pude perceber através das mensagens sutis deixadas pelo autor, ele faz parte daquele grupo de indivíduos que saíram descrentes da Segunda Guerra Mundial. Há toda uma geração de autores desiludidos com os rumos da humanidade que caminhava para uma era nuclear e deixava parte de sua humanidade para trás. É nesse sentido que Campos enxerga os seres do futuro. Ao dominarem todos os aspectos da vida cotidiana e daquilo que move o homem, eles deixaram uma parte essencial de si para trás.


Não sei se consigo concordar com essa visão ingênua, como já mencionei. Imaginei em determinados momentos que Jeronymo estaria fazendo uma sátira ao modo capitalista de se viver. Mas, tal não é o caso, muito pelo contrário. Vemos uma glorificação de um modo de vida. No começo parece realmente que ele estaria vendo o que a humanidade teria de melhor, e criticando pontualmente aquilo que ele não concordava. Mas, lá pelo final ele já pensava em restaurar valores passados sem se atentar a tudo aquilo que estes dois povos precisaram passar para chegar naquele ponto. Campos age praticamente como um colonizador levando a "civilização" aos povos bárbaros. Claro, estou forçando um pouco a barra, mas é o que acaba soando nos capítulos antes do conflito com os marcianinos.


Enfim, eu lamento mesmo não ter conseguido curtir a narrativa. Diferentemente do texto da Dinah Silveira de Queiroz, que tinha ideias bem à frente de seu tempo, o livro de Jeronymo amarga uma narrativa datada e morosa que acaba não conseguindo se destacar nem no seu gênero de exploração de uma sociedade distinta. O livro precisa de uma boa revisão para uma atualização e espero poder ler mais coisas do autor para poder mudar minha opinião sobre ele. Mas, fica aqui os meus parabéns para a Plutão pelo resgate tão necessário de um autor que fez parte da história da ficção científica no Brasil.












Ficha Técnica:


Nome: Três Meses no Século 81

Autor: Jeronymo Monteiro

Editora: Plutão Livros

Número de Páginas: 186

Ano de Publicação: 2019


Link de compra:








0 comentário

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.