• Paulo Vinicius

Indicações de livros de fantasia e ficção científica com personagens LGBT

Nesta matéria, seguindo nossas críticas à postura censora do governo, vamos indicar a vocês algumas boas leituras com bons personagens LGBT.



Seguindo nossa matéria onde falamos sobre literatura lgbt e censura (link da matéria aqui), viemos também indicar algumas boas leituras para vocês. Vamos colocar a ficha técnica dos livros, a sinopse e por que os escolhemos. Uma postagem bem simples, mas de forma a incentivar a todos a dar uma oportunidade a estes materiais. Eu e o Diego nos dividimos para indicá-los a vocês.


Indicações de Paulo Vinicius:



1 - "Todos os Pássaros do Céu" de Charlie Jane Anders



Ficha Técnica:


Nome: Todos os Pássaros no Céu

Autora: Charlie Jane Anders

Editora: Morro Branco (no Brasil)

Gênero: Fantasia/Ficção Científica Tradutor: Petê Rissatti

Número de Páginas: 480

Ano de Lançamento: 2017 (no Brasil)


Link de compra:

https://amzn.to/300fOXH


Resenha no Ficções







Sinopse: Uma grandiosa história de amor, fantasia e ficção científica.


Desde pequenos, Patrícia e Laurence tinham formas diferentes – e às vezes opostas – de enxergar o mundo. Patrícia podia falar com animais e se transformar em pássaros. Laurence construía supercomputadores e máquinas do tempo de dois segundos. Enquanto tentavam sobreviver ao pesadelo interminável da escola, seu isolamento se transformou em uma amizade cautelosa. Até que circunstâncias misteriosas os separam para sempre. Ou assim eles pensavam.


Dez anos depois, ambos se reencontram em São Francisco. O mundo está prestes a implodir. Patrícia é formada em uma secreta escola de magia, e Laurence é um cientista tentando salvar a humanidade. A medida que os dois se reconectam, se veem levados a lados opostos em uma guerra entre ciência e magia. E o destino do mundo depende dos dois. Provavelmente.


Uma profunda, mágica e divertida análise sobre a vida, o amor e o apocalipse.


Por que devo ler?


Primeiramente eu já começo subvertendo minhas próprias regras. No caso, não é exatamente os personagens que são LGBT (apesar de que tem dois personagens no grupo da Patricia que são), mas a própria autora é que é transexual. Uma das vozes mais doces e brilhantes dessa nova geração de escritores de ficção científica. Ela traz uma mensagem de união e confraternização que precisamos ouvir nesses momentos tão turbulentos. Os personagens nos arrebatam com sensibilidade, afeto e carinho. É um dos livros que moram no meu coração muito por conta do que ele nos fala.



2 - "A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil" (Wayfarers vol. 1) de Becky Chambers



Ficha Técnica:


Nome: A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil

Autora: Becky Chambers

Série: Wayfarers vol. 1

Editora: DarkSide Books

Gênero: Ficção Científica

Tradutora: Flora Pinheiro

Número de Páginas: 352

Ano de Publicação: 2017


Link de compra:

https://amzn.to/314KSWw







Sinopse: Você nem imagina os mistérios que existem do outro lado do Universo. Se tiver coragem de desbravá-los, é melhor se preparar. Esta não será uma jornada rápida e os perigos podem surgir a cada momento, de onde menos se espera.A boa notícia é que você não estará sozinho. Milhares de leitores em todo o mundo já embarcaram nas páginas desta que é A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL.EMBARQUE NESSA VIAGEMO livro de Becky Chambers é um marco recente no universo da ficção científica. Lançado originalmente através de financiamento coletivo pela plataforma Kickstarter, ele conquistou a crítica especializada e os ainda mais exigentes fãs do gênero, sendo indicado para prêmios respeitados, como o Arthur C. Clarke Award e o Hugo Award.Um dos motivos do sucesso de A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL é a abordagem da história. Elementos essenciais em qualquer narrativa sci-fi estão muito bem representados, como a precisão científica e suas possíveis implicações políticas. O gatilho principal é a construção de um túnel espacial que permitirá ao pequeno planeta do título participar de uma aliança galáctica.Mas o que realmente torna único esse romance on the road futurístico e muito divertido são seus personagens. Instigantes, complexos, tridimensionais. A autora optou por contar a história de gente como a gente ― ainda que nem todos sejam terráqueos, ou mesmo humanos.A tripulação da nave espacial Andarilha é composta por indivíduos de planetas, espécies e gêneros diferentes, incluindo uma piloto reptiliana, uma estagiária nascida nas colônias de Marte e um médico de gênero fluido, que transita entre o masculino e o feminino ao longo da vida.Temas como amizade, racismo, poliamor, força feminina e novos conceitos de família fazem parte do universo do livro, assim como cada vez mais fazem parte do nosso mundo.Becky Chambers segue os passos da pioneira Ursula K. Le Guin (A Mão Esquerda da Escuridão e Despossuídos), e inclusive presta homenagem à inventora do ansible, um dispositivo de comunicação interplanetária, em sua obra. A visão feminina e acurada de autoras como Becky e Ursula permite desconstruir velhos clichês e quem sai ganhando são os amantes da literatura sci-fi ― de todos os gêneros e espécies.Outras fontes ajudaram a formar a autora de A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL ― Carl Sagan e Star Trek, por exemplo. Mas certamente suas influências estavam em casa. Becky é filha de um casal de cientistas espaciais e neta de um dos participantes dos projetos Apollo da Nasa. A ciência é algo importante na família.A LONGA VIAGEM A UM PEQUENO PLANETA HOSTIL é o primeiro livro de ficção científica da linha DarkLove. Livros escritos por autoras com grandes histórias para contar, prontas para desbravar novos mundos. E ele consolida a DarkSide® Books no fantástico universo de sci-fi. A editora já lançou Star Wars: A Trilogia, novelização dos três primeiros filmes da saga, e O Homem que Caiu na Terra (1963), de Walter Tevis, romance que deu origem ao primeiro filme de David Bowie como autor, dirigido por Nicolas Roeg em 1976.



Por que devo ler?


A autora escreve um livro delicioso ao explorar várias formas de amor diferentes. Relacionamentos entre alienígenas, entre humanos e alienígenas, entre pessoas do mesmo sexo. E ela nos coloca dentro de um mundo cujo otimismo é tocante; imaginem uma versão da nossa conturbada humanidade em um outro momento evolucionário. Como exploradores do espaço, unidos finalmente e com muitos preconceitos deixados para trás. Não consigo ter esse mesmo otimismo da Becky Chambers, mas é lindo demais de se ver. Fiquem ligados em duas personagens: Rosemary e Sissix. A forma como o relacionamento entre ambas se desenvolve é doce e gentil. Vamos vendo todas as etapas desse conhecer uma à outra, da timidez até a revelação, do medo à aceitação.



3 - "Estrela Cadente" de Vitor Martins



Ficha Técnica:


Nome: Estrela Cadente

Autor: Victor Almeida

Conto presente na coletânea Aqui quem Fala é da Terra

Editora: Plutão Livros

Gênero: Ficção Científica

Ano de Publicação: 2018


Link de compra:

https://amzn.to/2Lxjvh5









Sinopse: Eles estão aqui. Depois de anos de avisos e advertências, é chegada a hora da humanidade encarar o que está à espreita lá fora.


Alienígenas sempre tiveram uma posição de destaque na literatura de ficção científica, e é claro que a primeira coletânea da Plutão Livros não poderia ser sobre outro assunto. Quem são eles, que tanto nos intrigam? Nove autores foram convidados para tentar responder a pergunta e explorar o tema em suas mais variadas formas, do suspense ao romance.


Com essa equipe imbatível composta por Vitor Martins, Mayra Sigwalt, Bárbara Morais, Alliah, Rodrigo van Kampen, Cirilo S. Lemos, Clara Madrigano, Jana Bianchi e André Caniato, Aqui quem fala é da Terra traz um sopro de ar fresco à ficção científica nacional, lançando uma luz sobre a versatilidade do gênero.



Por que devo ler?


Esse é um conto muito bonito escrito por Vitor Martins. Uma bela história sobre uma alienígena chamada Mikaela que vem à Terra compreender as emoções manifestadas pelos seres humanos. Ao chegar na Terra Mika conhece Manuela, uma menina por quem ela desenvolve uma forte atração. Aos poucos Mika vai se dando conta da complexidade dos sentimentos humanos e de o quanto eles conseguem mover nossos corações. Uma história linda de amor, de perda e de amadurecimento escrito por uma voz que hoje consegue sempre nos trazer algo de positivo acerca de diversidade e representatividade.


4 - "Volte para seu Lar" de Cláudia Dugim



Ficha Técnica:


Nome: Volte para seu Lar

Autora: Cláudia Dugim

Editora: Auto-Publicado

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 41

Ano de Publicação: 2018


Resenha no Ficções

Link de compra:

https://amzn.to/2WkPY1x









Sinopse: Zuok é um duende escravizado de quem tiraram os poderes mágicos, cansado da servidão e de morar embaixo do fogão de Lili Peruqueira, ele planeja uma revolta. Com ajuda da amiga For, uma formiga, e de alguns companheiros duendes, ele pretende mandar de volta os conquistadores que escravizaram seu povo e destruir a cidade feita de doces e açúcar que os invasores construíram.



Por que devo ler?


Cláudia Dugim certamente vai te encantar com suas boas doses de ironia e sarcasmo. A maneira como ela aborda temáticas como escravidão é incrível. Estamos diante de um personagem lgbt que não tem qualquer pudor em lutar pelos seus direitos. Ele consegue até organizar uma pequena rebelião de duendes contra os seus opressores. Se vocês conseguirem tirar as várias camadas de ironia da Cláudia, vão perceber uma enorme riqueza de temas e de críticas feitas à nossa sociedade. Vai ser uma leitura curiosa e desafiadora. E eu tenho certeza que vocês vão correr para conhecer outras histórias da autora.



Indicações do Diego Araujo:


1 - "Adágio" de Felipe Cagno, Deyvison Manes, Brão e Natália Marques



Ficha Técnica:


Nome: Adágio

Autor: Felipe Cagno

Letrista: Deyvison Manes

Artistas: Brão e Natália Marques

Editora: Avec

Gênero: Ficção Científica

Número de Páginas: 112

Ano de Publicação: 2018


Link de compra: 

https://amzn.to/2MxP0rq


Resenha no XP Literário








Sinopse: Em 2067 um aplicativo/rede social chamado ADAGIO permite que os usuários postem seus sonhos online - ao vivo ou gravados.


É o fim do entretenimento produzido como conhecemos hoje. Não existem mais filmes, séries de TV ou vídeos online, agora as pessoas assistem apenas os sonhos umas das outras...


Quando a jovem Kaya Muniz experimenta uma droga sintética e faz uma live do seu primeiro pesadelo lúcido, ela cria um novo gênero dentro do aplicativo - o terror. A tão desejada fama vem em uma enxurrada de curtidas e compartilhamentos, mas quando se escolhe ter pesadelos toda noite, qual é o impacto emocional e mental? Qual é o preço a se pagar?



Por que devo ler?


A protagonista da HQ é amiga de Penélope desde a infância. Pen testemunha a amiga se relacionar com diversos rapazes, sempre do mesmo tipo e um pior que o outro, enquanto ela esconde um segredo: Penélope é apaixonada pela protagonista, amor não correspondido pela divergência da condição sexual de cada uma.



2 - "Filhos da Lua - O Legado" de Marcela Rossetti



Ficha Técnica:


Nome: Filhos da Lua - O Legado

Autora: Marcella Rossetti

Editora: Avec Editora

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 488

Ano de Publicação: 2016


Link de compra:

https://amzn.to/2QaT9az











Sinopse: Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós? Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário o nosso país. Somos apresentados a uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.



Por que devo ler?


O romance aborda os lobisomens com novos conceitos criados pela autora. Tem tecnologias próprias que mescla a fantasia ao ambiente sci-fi, aborda a dificuldade de quem sofre de insônia, mostra os dramas adolescentes da protagonista que muda de cidade e escola pelas condições a princípio ocultas; e ainda por cima ocupa algumas páginas a tratar do romance entre Rafaela e Nicole, que deve ser mantido em segredo pelas regras da comunidade lobisomem tanto por ser um grupo conservador, como por questões de reprodução da espécie em risco.



3 - "Nightflyers" de George R.R. Martin



Ficha Técnica:


Nome: Nightflyers

Autor: George R.R. Martin

Editora: Suma

Gênero: Ficção Científica

Tradutor: Alexandre Martins

Número de Páginas: 144

Ano de Publicação: 2019


Link de compra:

https://amzn.to/2ZF9tVc











Sinopse: Nas fronteiras do universo, uma expedição científica composta de nove acadêmicos dá início à missão de estudar os volcryn, uma misteriosa raça alienígena. Existem, no entanto, mistérios mais perigosos a bordo da própria nave. A Nightflyer, única embarcação que se dispôs à missão, é uma maravilha tecnológica: completamente automatizada e pilotada por uma única pessoa. O capitão Royd Eris, porém, não se mistura com a tripulação – conversando apenas através de comunicadores e se apresentando somente por holograma, ele mais parece um fantasma do que um líder. Quando Thale Lassamer, o telepata do grupo, começa a detectar uma presença desconhecida e ameaçadora por perto, a tripulação se agita e as desconfianças aumentam. E a garantia de Royd sobre a segurança de todos é posta à prova quando uma entidade malévola começa uma sangrenta onda de assassinatos.



Por que devo ler?


A novela de George R. R. Martin foi escrita na década de 80, mas chega ao Brasil apenas em 2019 através da editora Suma. A história toda passa dentro da nave Nightflyer, cujos protagonistas são acadêmicos de especialidades distintas. Martin descreve a relação sexual dos personagens, que relacionam entre si sem restrições de gênero, tudo acontecendo de forma natural entre os envolvidos.



4 - "Grande Sertão: Veredas" de Guimarães Rosa



Ficha Técnica:


Nome: Grande Sertão - Veredas

Autor: Guimarães Rosa

Editora: Companhia das Letras

Gênero: Drama

Número de Páginas: 552

Ano de Publicação: 2019 (nova edição)


Link de compra:

https://amzn.to/2LACQxT










Sinopse: Publicado originalmente em 1956, Grande sertão: veredas, de João Guimarães Rosa, revolucionou o cânone brasileiro e segue despertando o interesse de renovadas gerações de leitores. Ao atribuir ao sertão mineiro sua dimensão universal, a obra é um mergulho profundo na alma humana, capaz de retratar o amor, o sofrimento, a força, a violência e a alegria.

Esta nova edição conta com novo estabelecimento de texto, cronologia ilustrada, indicações de leituras e célebres textos publicados sobre o romance, incluindo um breve recorte da correspondência entre Clarice Lispector e Fernando Sabino e escritos de Roberto Schwarz, Walnice Nogueira Galvão, Benedito Nunes, Davi Arrigucci Jr. e Silviano Santiago. Dispostos cronologicamente, os ensaios procuram dar a ver, ao menos em parte, como se constituiu essa trama de leituras.

A capa do volume é reprodução da adaptação em bordado do avesso do Manto da apresentação, do artista Arthur Bispo do Rosário, com nomes dos personagens de Grande sertão: veredas. O projeto gráfico conta ainda com desenhos originais de Poty Lazzarotto, que ilustrou as primeiras edições do livro.



Por que devo ler?


Até mesmo uma das obras clássicas da literatura brasileira tem representatividade LGBTQ+. Para falar deste caso, é preciso dar spoiler do romance, então fica o aviso. Riobaldo sentia uma atração peculiar ao jagunço Diadorim, esta que expressa por todo o romance, para então a história concluir com Diadorim morto, mas revelando por baixo daquelas roupas, que na verdade era mulher.



Tags: #indicacoes #literaturalgbt #georgerrmartin #guimaraesrosa #vitormartins #charliejaneanders #claudiadugim #marcellarossetti #aveceditora #editorasuma #darksidebooks #editoramorrobranco #plutaolivros #ficcoeshumanas






ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.