top of page
  • Foto do escritorAmanda Barreiro

Desafio #LeiaMulheres: "Oryx e Crake" (MaddAddão vol. 1), de Margaret Atwood

O futuro extrapolado em uma realidade catastrófica, aterrorizante e muito mais próxima de nós do que gostaríamos de pensar.


Sinopse

Em Oryx e Crake, a prosa sofisticada de Atwood viaja até um futuro próximo, ainda bastante familiar, mas ao mesmo tempo estranho e bizarro para o leitor. O mundo é apresentado como um lugar pós-apocalíptico e melancólico, habitado por criaturas biologicamente modificadas e tomadas pelo vício. O resultado é uma distopia absolutamente original, um lugar onde a civilização e a linguagem desapareceram quase completamente. Primeiro de uma trilogia que inclui O ano do Dilúvio e se encerra com o ainda inédito Maddadão, Oryx e Crake consolida Margaret Atwood como um dos grandes nomes do gênero ficção científica, com histórias marcadas por questões éticas e morais sobre o futuro da humanidade.


A humanidade em queda livre


Aviso de gatilhos: depressão, pedofilia


"- No princípio havia o caos."


Neste mês de maio, homenageamos uma representante feminina da ficção científica. Margaret Atwood não foi a escolhida só porque é uma das autoras do gênero em maior evidência no momento, criadora do livro que inspirou a série de televisão The Handmaid's Tale (O Conto da Aia), mas também por ser uma das maiores escritoras de língua inglesa da atualidade. Com seus 79 anos, Atwood continua produzindo uma literatura dolorosamente realista, incômoda, irreverente e brutal. Engajada nas mais diversas causas, a preocupação ambiental aparece como tema pontual em seus livros, o que não poderia estar mais alinhado com este momento tão incerto e preocupante em que estamos vivendo.


Oryx e Crake não é uma leitura fácil, vamos deixar isso bem claro. Tudo, desde o estilo narrativo da autora, sua prosa elaborada, os personagens complexos e simbólicos, até a temática e todas as nuances e implicações de uma decadência generalizada da espécie humana, absolutamente tudo é difícil de processar. A estranheza inicial é apenas um degrau na progressão da história, um pequeno obstáculo a ser vencido para que, pouco a pouco, se perceba que a situação toda é muito mais grave do que o clima pós-apocalíptico sugeria nas primeiras páginas.


"Talvez ele não seja o Abominável Homem das Neves afinal de contas. Talvez seja o outro tipo de homem de neve, o idiota risonho que construíam e destruíam para se divertirem, seu sorriso de pedrinhas e seu nariz de cenoura um convite para o deboche."

Começamos a leitura sem entender o que está acontecendo. Existe um forte senso de desorientação na narrativa do Homem das Neves, feita em terceira pessoa, de forma onisciente, porém misteriosa e não-linear. Não sabemos como ele foi parar naquela situação trágica na beira da praia, um náufrago da vida moderna, cercado pelos restos de um mundo que existiu e dos Crakers. As informações são pinceladas aqui e ali sem a menor preocupação em situar o leitor naquele primeiro encontro com a história. A confusão do leitor é a confusão do Homem das Neves, que sabe de tudo que se passou, mas não quer se lembrar.


O niilismo do Homem das Neves é muito simbólico, e assim observamos seu sofrimento físico e emocional. O trauma que tenta esconder, seu passado que teima em vir à tona de forma abrupta, é o que nos guia através da história. Muito lentamente vamos entendendo que o Homem das Neves já foi Jimmy, um jovem mediano, comum, sem grandes talentos ou ambições, cuja infância foi destruída por um lar quebrado e uma sociedade sem limites. Cada trecho do passado do personagem nos leva a um entendimento cada vez maior: a manipulação genética avançada de plantas e animais, a escassez de recursos naturais, a agricultura familiar substituída pela produção em massa de produtos transgêneros, a pecuária transformada em uma monstruosidade à serviço do consumo desregrado. Uma coisa leva à outra, e a voracidade humana não parou por aí, naturalmente.


Jimmy viveu cercado por drogas sintéticas, sexo fácil e a mais completa banalização da vida humana. Os flashbacks são chocantes, degradantes e difíceis de aguentar. Como alertado no início do texto, vamos lidar com temas moralmente violentos, como a pedofilia, um ponto (infelizmente) crucial na trama. E por que isso? Qual a necessidade de escrever sobre isso, de forma tão explícita? Oryx e Crake é, em essência, um ultimato à humanidade. Um manifesto. Uma crítica ferrenha aos hábitos absurdos que não encontram freio à medida que a tecnologia avança, demonstrando que o ser humano, munido dos instrumentos mais eficientes para melhorar o planeta, opta por destruí-lo. Sexo, bebida, drogas são subterfúgios fáceis para negar a realidade deprimente e prosseguir como se o mundo inteiro não estivesse morrendo.


Aprofundando um pouco mais os personagens, além de Jimmy, conhecemos peças-chave em suas lembranças. Oryx, a mulher que Jimmy amou, é sua companheira constante de devaneios, e através dos fragmentos do passado vamos descobrindo sua importância vital para a trama. Oryx é uma personagem complexa, uma vítima do sistema que não aceita ser vitimizada, encobrindo-se com negação e sarcasmo. Nem sempre é fácil gostar de Oryx, mas entender seu papel no plano maior é fundamental para compreender a fundo a história.


De outro lado, Crake, o melhor amigo e maior rival. Pelo tom das lembranças do Homem das Neves, logo entendemos que os sentimentos do protagonista em relação a Crake são conflitantes e carregados de dor. O personagem provoca emoções intensas em Jimmy, e também no leitor, um misto de repulsa e curiosidade. Crake, assim como Oryx, está sempre ali, atormentando Jimmy, abrindo a ferida mais profunda. É através da progressão dos três personagens principais que conseguimos finalmente visualizar a história completa.


"O mundo inteiro é hoje um grande experimento fora de controle - como sempre foi, Crake teria dito - e a doutrina das consequências involuntárias está em franca expansão."

Passado e presente vão mesclando-se durante toda a trama, muitas vezes em pensamentos desvairados e memórias dolorosas, produtos do corpo doente e febril do Homem das Neves. A narrativa pode ser um pouco confusa em certos trechos, por isso ressalto que a atenção aos mínimos detalhes é imprescindível, pois eles conectam diversos fatos na história, e recomendo uma leitura analítica, focada e sem pressa. Em determinado momento, o que parecem duas histórias tão distantes é magicamente costurado pela autora: bastam alguns capítulos bem colocados e as palavras certas e tudo, de repente, faz sentido. Não preciso nem pontuar a genialidade da escrita da Margaret Atwood, que mais uma vez alcançou a excelência em Oryx e Crake.


Oryx e Crake é ficção científica em sua melhor forma, crua, exposta e questionadora. Margaret Atwood flerta com a ficção especulativa e o biopunk em um carnaval grotesco e decadente sobre o homem sem limites num processo acelerado de autodestruição. A sociedade está morrendo, o planeta grita incontáveis alertas e continuamos a ignorar a gravidade da situação. Até quando?



Ficha técnica:


Título: Oryx e Crake #1

Série: MaddAddão

Autora: Margaret Atwood

Editora: Rocco

Gênero: Ficção científica

Tradução: Léa Viveiros de Castro

Número de páginas: 352

Ano de lançamento (no Brasil): 2018


Link de compra:

https://amzn.to/2VQBDpx








0 comentário

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.