top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "Um Conto de Natal" de China Miéville

Um pequeno conto escrito por China Miéville fazendo uma dura crítica à propriedade privada, à deturpação dos movimentos sociais entre outras coisinhas. Tudo com a ironia e a estranheza que só o autor pode trazer. 

Por esses dias eu estava procurando contos de natal para resenhar na semana das festividades. Separei alguns e quando apareceu este conto do China Miéville na minha lista da Amazon, baixei logo. E o conto tem tudo da estranhice típica do autor e mais um pouco. Além das duras críticas sociais que estão sempre presentes na sua narrativa. 

No mundo criado por Miéville na história, estamos em um futuro onde aconteceram os Atos de Natal. A maior parte dos objetos, celebrações e menções a coisas ligadas ao natal tiveram as suas propriedades intelectuais compradas. Ninguém mais pode dar presentes sob uma árvore de natal, montar uma árvore de natal, se vestir de papai noel ou qualquer outra coisa relacionada sem pagar um imposto caríssimo aos donos dos direitos. O protagonista está triste porque ele gostaria de mostrar à sua filha a alegria que é celebrar a data. Mas, ele está com sorte: ele ganhou um sorteio e vai ter direito a comemorar o Natal como se deve dentro da empresa que detém seus direitos. No meio do caminho até a festa eles se deparam com uma manifestação feita por natalistas rebeldes. Daí em diante é uma loucura atrás da outra. 

A tradução do conto está muito boa mesmo, não apresentando qualquer dificuldade para o leitor neste sentido. Talvez o leitor comum sinta dificuldade mais nas várias associações e pequenas ironias que Miéville faz em suas histórias. Recomendo até que o leitor releia após terminar para pegar o maior número possível de referências e simbologias que ele emprega no conto. O melhor adjetivo que se pode usar para esse conto é: mordaz. Sabe quando um autor tira aquele sorrisinho de lado porque você entendeu a ironia? É isso. Para aqueles que estão preocupados com um conto "lacrador" ou "proselitista", esqueçam isso. É óbvio que o Miéville é um crítico da direita e do conservadorismo, mas ele faz isso não jogando verdades na cara do leitor, mas apresentando caminhos e fazendo-o pensar por si só. Ele faz até críticas aos próprios movimentos sociais. 

O tema mais na cara é o quanto muitas das coisas que gostamos estão sendo cerceadas por empresas e corporações. Impossível não pensar imediatamente na nossa Amazônia e como muitos de nossos recursos naturais estão sendo patenteados fora do Brasil. A piada com as festas de natal está em que existe uma vontade de forças conservadoras em controlar coisas espontâneas. A espontaneidade não pode caber dentro de um rótulo. Vou usar uma boa metáfora que o brasileiro é capaz de entender. O carnaval no Rio de Janeiro possui duas vertentes: o desfile de escolas de samba que acontece na Marquês de Sapucaí e os blocos de rua que estão espalhados por toda a cidade. O desfile de escolas de samba se tornou algo muito artificial com patrocínios, regras e todo o tipo de paramentos que fazem aquilo ser um produto propriamente dito. Claro que existe toda a alegria envolvendo a música e o espírito festivo, mas quem vai a um bloco de rua vê toda a alegria e a espontaneidade por trás da festa. Não há regras ali, apenas pessoas descarregando toda a energia negativa adquirida ao longo do ano durante cinco dias de festa. O que Miéville nos apresenta ao longo destas quase quarenta páginas é um exemplo típico de sociedade de controle, quando o povo perde o poder de controlar a si mesmo e o governo toma esta capacidade com força e intimidação. 

Por outro lado, vemos também a enorme diversidade de movimentos sociais presentes na narrativa. É curioso ver que os movimentos não conversam uns com os outros. Isso demonstra o quanto houve uma pulverização da capacidade de reivindicar seus direitos. Isto em detrimento de um bem maior que é, no caso, a restauração da festividade natalina. Cada um dos grupos presentes ali tem sua própria agenda e obedece a seus interesses. Por isso que não havia um front único de enfrentamento contra os poderes dirigentes. Miéville faz até uma brincadeira com um grupo que deturpou a imagem de Marx em prol de seus próprios interesses. É a demonstração máxima de o quanto os movimentos sociais precisam repensar e refletir sobre o modelo de enfrentamento que está sendo empregado. Na narrativa, este esfacelamento da capacidade de lutar por seus direitos só favoreceu àqueles no poder. 

Um Conto de Natal é uma leitura fascinante, com aquele brilhantismo típico da escrita do autor. Só achei que o conto teve um final um pouco apressado, e o autor poderia ter dado mais umas 4 ou 5 páginas para fechar as coisas de uma forma mais satisfatória. Mas, aquele trocadilho final foi arrebatador. É um conto divertido, inteligente e reflexivo. Só tenho a recomendar. 

Ficha Técnica:

Nome: Um Conto de Natal Autor: China Miéville Editora: Boitempo Tradutor: Fábio Fernandes Ilustrações: Odyr Gênero: Ficção Especulativa Número de Páginas: 38 Data de Publicação: 2018


Avaliação:


Link de compra:  https://amzn.to/2V7KLXL


Tags: #umcontodenatal #chinamieville #manifestacoes #movimentossociais #revolta #controle #corporacoes #ficcaocientifica #scifi #leiascifi #amoscifi #igscifi #ficcoeshumanas




0 comentário
bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.