• Paulo Vinicius

Resenha: "A Dama das Ameixas" de Karen Álvares

Esta é uma história de amor regada a uma maldição que assola nossa protagonista. Você acha que conhece esta história? Pense novamente. Karen Álvares faz uma bela releitura em um clichê clássico da fantasia.




Eleonora chega em casa e é recebida pelo pai com todo o carinho. Seu pai, um homem pobre, procura satisfazer todas as necessidades de sua filha. Afinal, ele só tem 30 dias todos os anos para poder desfrutar de sua companhia. E Eleonora sente em seu coração toda a tristeza do pai diante daquela terrível situação provocada indiretamente por ele. Ela não consegue culpá-lo. Nossa protagonista foi vítima de uma terrível maldição colocada nela por uma bruxa que havia se apaixonado por seu pai e matara sua mãe. Desde então sua vida se tornara um inferno. Ao roubar ameixas na vizinhança, sua fruta favorita, ela conhece um estranho caçador por quem ela se apaixona. E então os 30 dias parecem passar mais rápido. Mas, a tragédia se colocará entre eles. No meio de tudo isso, um dragão que devora pessoas da aldeia todos os anos e agora os aldeões se preparam para uma caçada final.

Este é um belo conto da autora. Karen surpreende pegando dois tipos de enredo clássicos e deixando com o seu estilo. Em A Dama das Ameixas temos uma mistura de Romeu e Julieta (modelo clássico shakespeariano do amor impossível) e a velha luta contra o dragão dos mundos de fantasia. Achei o enredo interessante e mesmo o romance não sendo um estilo que me agrada inteiramente, este foi um conto que me fez abrir um sorriso. Gostei da forma como a autora desenvolveu o enredo, e mesmo sabendo o que era a protagonista, gostei da forma como a autora conduziu a história. Nem sempre saber o final estraga a proposta; é a jornada que fornece todo o sentido. E nisso a autora foi muito bem sucedida.

Os personagens são bem construídos. A prosa fornece o devido espaço a todos eles. Eleonora é a mulher sofrida, condenada por uma maldição que se abate nela todos os anos. Porém, ela não é nenhuma santa virtuosa: em seu íntimo ela culpa seu pai pelo ocorrido. Claro que, para não desperta uma situação de angústia e tornar aqueles 30 dias intoleráveis, ela procura ser carinhosa com o pai. Este sofre por conta de seu pecado ao ser atraído por uma bruxa. Seu coração entende o que ele fez e sua vida se tornou inócua depois do ocorrido. Percebemos isso na forma de ele falar, no estado de sua casa e de sua vida. Tudo coaduna para uma vida de culpa e sofrimento. Já o caçador é um homem jovem em busca de sua presa. Ele possui aqueles sentimentos típicos do guerreiro que quer salvar a aldeia. E ele se encanta por Eleonora ao encontrar com ela na floresta.

Mesmo sendo um conto, existe muito significado a ser retirado desse conto. Desde a força de Eleonora até o preconceito tido por uma situação da qual não conhecemos as reais circunstâncias. Por que o dragão ataca a aldeia? Será que existe alguma coisa a mais nisso? É essa falta de compreensão sobre os reais motivos de uma pessoa para atos extremos que embala essa história. Gostei da prosa e dos personagens e recomendo bastante sua leitura.


Ficha Técnica:


Nome: A Dama das Ameixas

Autora: Karen Álvares

Editora: Draco

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 21

Ano de Publicação: 2012


Avaliação:



Link de compra:

https://amzn.to/2FA0IyH


Tags: #adamadasameixas #princesa #dragao #bruxas #maldicao #contosdefadas #amorimpossivel #shakespeare #amorplatonico #fantasia #amofantasia #leiafantasia #ficcoeshumanas

ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.