top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Previsões de Lançamentos para 2023: a DarkSide Books

Atualizado: 23 de nov. de 2023

Voltando às suas origens, no gênero terror, a editora volta a nos surpreender com títulos bastante interessantes e que vão tirar a noite de sono de muita gente por aí. Conheçam os futuros títulos da Caveirinha!


Só revisando as regrinhas básicas desta postagem:


1 - Todas as informações são especulações feitas a partir da divulgação da editora em sua fanpage ou de cadastros de ISBN na Câmara Brasileira do Livro (CBL).


2 - Lançamentos podem ser adiados. O que fazemos é uma estimativa.


3 - Não respondo pelas editoras. Se houve algum problema no lançamento como atraso ou cancelamento, peço que entrem em contato com a editora em questão.


4 - No final, eu faço algumas apostas. Mas, apostas são isso mesmo: apostas. Nada garantido.


Caso as editoras desejem entrar em contato comigo, estou à disposição no ficcoeshumanas@gmail.com.


__________________________________________________________________________________


Desempenho da editora em 2022:


Tendo terminado os momentos de retração, a editora passou por um ano de reposicionamento no mercado. Mudou parte da equipe interna e voltou sua atenção para suas próprias origens no gênero de terror e true crime. Surpreendeu muita gente soltando alguns títulos que estavam há anos no prelo como O Pescador, de John Langan enquanto trouxe outros de altíssima qualidade como Ring Shout, do P. Djelì Clark. A coleção de contos do Clive Barker vai bem, obrigado, e faltam somente mais dois volumes para eles terminarem um trabalho bastante competente com o autor. Espero que eles possam lançar outros produtos do Barker como Abarat, por exemplo. Há também uma preocupação com a retomada de lançamentos clássicos ou ligados à história do cinema. Porém, uma coisa é certa sobre 2023: a editora está muito quieta sobre o que pretende para esse ano. É diferente de outros anos em que sabíamos mais ou menos o que esperar. O que vou apresentar aqui são alguns títulos que já estavam no prelo e outros que desconfio possam ser lançados. Mas, a verdade é que não tem nada certo.


E aí, nada a ver especificamente com a DarkSide Books, mas precisamos superar essa coisa de não divulgar o cronograma de lançamentos. Está comprovado nos últimos que hype vende livros. Se os leitores possuem uma ideia aproximada de quando o seu livro favorito será lançado, ele já se prepara para adquiri-lo. Até mesmo comprá-lo na pré-venda. Algumas editoras como a Morro Branco e até a Autêntica, perceberam que não há problemas em divulgar cronograma. É possível deixar um ou dois títulos para fazer uma surpresa para os leitores, mas ter uma previsibilidade é positivo no mercado. Só no Brasil temos essa ideia ultrapassada de não divulgar nada. As campanhas de marketing podem ser intensificadas na época do lançamento. Não há cruzamento de interesses. Do contrário, ficamos a ver navios e achando que a editora está mal ou devendo, ou não adquiriu nada. Passa uma impressão ruim. Novamente: nada a ver especificamente com a editora, mas o fato de não sabermos nada da DarkSide é sintomático do próprio mercado brasileiro.


1 - "Poltergeist" de James Kahn


Ficha Técnica:


Nome: Poltergeist

Autor: James Kahn

Gênero: Terror

Tradutor: Eduardo Alves

Número de Páginas: 272


Link de compra:





Sinopse: Eles estão aqui

Há mais de quatro décadas, ele se tornou um fenômeno e mudou para sempre a nossa maneira de olhar para aquela pequena e revolucionária caixa de madeira capaz de propagar ruídos, interferências, luzes e cores para dentro da mente de uma geração apaixonada pelo sobrenatural. Uma obra que se transformou em um verdadeiro portal no meio da sala de milhares de pessoas e nos sugou para a vida de uma pacata família do subúrbio norte-americano.

Prepare sua alma para conhecer os Freeling ― uma família assombrada por fantasmas ―, que tentam recuperar sua filha, a adorável Carol Anne, de outra dimensão com a ajuda de uma equipe especial composta por cientistas e uma médium. Sonhos, visões e frequências sinistras encorpam as páginas de Poltergeist, novo título da DarkSide® Books em parceria com a Macabra Filmes, que adapta o filme clássico de 1982 em uma aventura que vai tirar o sono dos leitores.

O romance escrito por James Kahn ― amigo de juramento Goonie dos darksiders ― é a oportunidade perfeita para revisitar uma das obras mais espetaculares do horror com aventuras horripilantes. Apesar de muitos pontos em comum, o romance traz camadas e representações que não estão no filme. No livro, vamos conhecer melhor a família Freeling, mergulhar nos sonhos e visões da médium Tangina Barrons, viajar para outras dimensões e aprender mais sobre as criaturas boas e más que habitam a escuridão onde Carol Anne se encontra. Uma leitura assustadora e arrepiante, rica em imaginação e pavor, e altamente recomendada para todos os leitores que adoram um suspense paranormal.


2 - "A Dança das Marionetes" de Keith Donohue


Ficha Técnica:


Nome: A Dança das Marionetes

Autor: Keith Donohue

Gênero: Terror

Tradutora: Claudia Guimarães

Número de Páginas: 256


Link de compra:







Sinopse: Quem leu O Menino que Desenhava Monstros sabe: Keith Donohue escreve histórias realmente assustadoras. O autor é mestre em trabalhar com sutilezas que dão arrepios e em A Dança das Marionetes, novo lançamento da DarkSide® Books, o sobrenatural dá as caras novamente.

 

A diferença é que, desta vez, são bonecos de madeira aparentemente inanimados, com sorrisos congelados e bochechas rosadas que vão fazer formigar a pele até mesmo dos leitores mais corajosos. Isso e uma trama intrincada, cujos contornos entre a realidade e a fantasia são calculadamente borrados. Somos marionetes diante do tempo e dos sentimentos. Podemos lutar contra o imutável ou dançar e brincar até o fim.

 

Em A Dança das Marionetes, Keith Donohue nos leva a um mundo de mistério e encantamento, onde realidade e magia se entrelaçam de maneira hipnotizante. Nesta emocionante história, que utiliza a construção do mito grego de Eurídice e Orfeu, somos apresentados a Kay e Theo, um casal apaixonado que se vê preso em um pesadelo inexplicável durante uma viagem ao Quebec. Ela é uma acrobata em um circo, e ele está trabalhando em uma biografia do fotógrafo inglês Eadweard Muybridge, que ficou conhecido pelo uso de múltiplas câmeras para registrar o movimento dos animais. Após Kay desaparecer misteriosamente e ser transformada em uma marionete de uma loja de antiguidades, Theo inicia uma busca desesperada para resgatá-la das garras do desconhecido. Em uma aventura repleta de simbolismo e magia, Donohue nos convida a questionar os limites da realidade e a profundidade do amor.


3 - "Jardim de Bonecas" de Joyce Carol Oates


Ficha Técnica:


Nome: Jardim de Bonecas

Autora: Joyce Carol Oates

Gênero: Terror

Tradutora: Débora Isidoro

Número de Páginas: 272


Link de compra:



Sinopse: Ao longo de sua carreira, a premiada autora Joyce Carol Oates abraçou aspectos do macabro em suas histórias. Em Jardim das Bonecas, livro vencedor do prêmio Bram Stoker que chega ao Brasil em uma parceria da DarkSide® Books com a Macabra Filmes, os leitores vão poder conhecer contos perturbadores que fincam suas raízes em vidas comuns, mas repletas de marcas, sempre em busca de conexão com os outros. Prepare-se para mergulhar no mundo sombrio e distorcido da autora.

 

Na história que dá título ao livro, um menino fica obcecado com a boneca de sua prima depois que ela morre tragicamente e, à medida que envelhece, sua paixão assume um tom mais sombrio. Mas que tipo de bonecas são essas? Em “Acidente com Arma”, uma adolescente fica empolgada quando seu professor favorito a convida para cuidar da casa, mas um intruso muda seu destino para sempre. Já em “Equatorial”, uma esposa de férias com o marido nas ilhas Galápagos começa a suspeitar que ele está tentando matá-la ― ou estaria ele apenas procurando sobreviver?

 

Nas demais histórias da antologia  , uma garota solitária conhece um novo amigo com um aterrorizante segredo; e um homem alega legítima defesa em um caso que tomou a mídia de assalto em que nos vemos presos em seus delírios de herói ou vilão enquanto ele narra os acontecimentos. Por fim, “Mystery, Inc.” apresenta um narrador paranoico que planeja e executa meticulosamente o que seria o crime perfeito. Uma bela homenagem aos escritores de mistério e crime que formaram o gênero. Joyce celebra diferentes possibilidades narrativas e até brinca com estilos, mas nunca deixa de celebrar o objeto livro e a importância do olhar apaixonado de todo grande livreiro.


4 - "Livros de Sangue vol. 5" de Clive Barker


Ficha Técnica:


Nome: Livros de Sangue vol. 5

Autor: Clive Barker

Gênero: Terror

Tradutor: Paulo Raviere

Número de Páginas: 240


Link de compra:











Sinopse: No penúltimo volume da coleção, Barker explora os territórios do medo e exerce seu terror  em quatro contos que nos levam em uma aterrorizante viagem a paisagens desoladas e assustadoras, ilustrando habilmente os espaços aterrorizantes que são marca registrada da ficção de Barker. Com uma escrita afiada e atmosferas intensas, mergulhamos em cenários sombrios e perturbadores para sairmos desta experiência com um frio na espinha.


5 - "Livros de Sangue vol. 6" de Clive Barker


Ficha Técnica:


Nome: Livros de Sangue vol. 6

Autor: Clive Barker

Gênero: Terror

Tradutor: Paulo Raviere

Número de Páginas: 224


Link de compra:











Sinopse: O último volume da coleção traz cinco contos que vão fazer seu coração acelerar e sua mente se contorcer em agonia. Em "A Vida da Morte", uma cripta abriga decadência e corrupção com um glamour contagioso. "Como Grileiros Sangram" revela punições além da justiça humana para um crime indescritível. "Crepúsculo nas Torres" mescla lobisomens com mistérios de espionagem da Guerra Fria. "A Última Ilusão" apresenta Harry D'Amour, personagem recorrente em obras de Clive Barker, encarando horrores inimagináveis de puro noir em Nova York. E, por fim, "Na Jerusalem Street" leva os leitores em uma jornada após o fim, revelando um novo começo na estrada dos mortos.


6 - "Vespeiro" de Irka Barrios


Ficha Técnica:


Nome: Vespeiro

Autora: Irka Barrios

Gênero: Terror

Número de Páginas: 240


Link de compra:











Sinopse: Vespeiro apresenta trinta narrativas ferozes, violentas e perturbadoras. Imagens insólitas como os dedos mastigados de uma jovem, assassinatos, sequestros e paisagens devastadas encontram a harmonia predadora de um livro costurado com ferocidade. Irka constrói personagens reativas a um mundo desleal e hostil às mulheres. Psicologicamente devastador, Vespeiro é um deleite único aos adoradores de histórias curtas. Um ninho repleto de ovos que vão eclodir no corpo ainda quente de seus hospedeiros literários.


7 - "A Sereia da Concha Negra" de Monique Roffrey


Ficha Técnica:


Nome: A Sereia da Concha Negra

Autora: Monique Roffrey

Gênero: Fantasia

Tradutora: Marcela Filizola

Número de Páginas: 304


Link de compra:











Sinopse: Em 1976, na ilha de Concha Negra, David estava pescando quando se deparou com uma criatura inesperada: uma sereia chamada Aycayia. Antes uma bela jovem, ela foi amaldiçoada por esposas ciumentas a viver nessa forma pelo resto de sua vida. No entanto, após a sereia ser capturada por turistas americanos, David a resgata e a esconde em sua casa, descobrindo que, uma vez fora d’água, Aycayia começa a se transformar de volta em uma mulher.

 

Agora, David precisa se esforçar para conquistar a confiança de Aycayia enquanto ela reaprende o que é ser humana, se adequando não apenas ao seu novo corpo, mas vivenciando também o desafio de se relacionar com os habitantes da ilha ― uma tarefa difícil após séculos de solidão. À medida que David e Aycayia se apaixonam, eles enfrentam as alegrias e os perigos da vida na terra. No entanto, uma pergunta ainda persiste: a antiga sereia será capaz de escapar de sua maldição?


8 - "Clássicos Japoneses Sobrenaturais" organizado por Richard Gordon Smith


Ficha Técnica:


Nome: Clássicos Japoneses Sobrenaturais

Organizado por Richard Gordon Smith

Gênero: Terror

Tradutor: Alexandre Boide

Número de Páginas: 352


Link de compra:










Sinopse: Clássicos Japoneses Sobrenaturais reúne 57 contos com temáticas variadas, que vão desde o sobrenatural ― que aborda a interação de seres humanos com monstros, fantasmas, deuses, espíritos de elementos da natureza e animais ―, passando por narrativas épicas de samurais e grandes figuras, culminando com o horror que deixou marcas profundas na sociedade japonesa.

 

Fruto da pesquisa sobre oralidade de Richard Gordon Smith, o naturalista britânico que enxergou a história por trás da paisagem, a obra foi publicada originalmente em 1908 na Inglaterra. Smith, que pisou o solo japonês pela primeira vez em 1898, chegou ao país com o objetivo de coletar amostras da fauna e flora para compor o acervo de história natural do British Museum. No entanto, as ricas lendas e relatos de caráter extraordinário o encantaram de imediato, levando-o a pesquisar e coletar histórias perturbadoras enquanto percorria o país para cumprir sua missão.

 

O Japão mantivera-se isolado do resto do mundo por mais de 200 anos, durante o xogunato Tokugawa, e havia reaberto seus portos para comércio exterior em 1858, apenas quarenta anos antes da chegada de Gordon Smith ao país. Durante o período de reclusão, o intercâmbio com outros países era bastante limitado, o que fez com que a arte e a cultura japonesa se desenvolvessem praticamente sem influência estrangeira.

 

Embora o país passasse por uma rápida modernização e a presença de estrangeiros se tornasse cada vez mais comum na época da chegada de Gordon Smith, muitas vezes ele foi o primeiro europeu a visitar certas regiões do arquipélago. Mas isso não o impedia de se comunicar com o povo. Contando com ajuda de intérpretes, ele obtinha os relatos das mais variadas fontes. Camponeses, pescadores, monges e crianças que encontrava em sua jornada compartilhavam com ele lendas regionais, testemunhos de acontecimentos misteriosos que se fundiram com o tempo e transformaram relatos reais, histórias de amor, tragédias familiares e toda a herança mística de seus antepassados em uma forma de realidade mágica cativante.

 

Sugawara Michizane e imperador Sutoku, retratados em dois dos contos, são personagens da vida real e figuram entre as “três maiores almas penadas” do Japão, que teriam morrido com tanto rancor e ódio no coração que diversos casos de desgraça e tragédias ocorridas depois de suas mortes são consideradas maldição de seus espíritos. Clássicos Japoneses Sobrenaturais apresenta ainda personalidades históricas como os samurais Akechi Mitsuhide e Saigo Takamori, os pintores Maruyama Okyo, Rosetsu e Tosa Mitsunobu e imperadores Engi e Toba.

 

Gordon Smith, que tinha o plano original de permanecer no país apenas por alguns meses, viveu ali a maior parte das duas décadas seguintes. A obra é uma compilação dos volumosos registros que ele havia feito em seu diário. Em alguns pontos, o autor britânico contesta a conduta de personagens que, do seu ponto de vista, tomam decisões muito radicais. Mas o mais evidente ao longo da obra é a sua admiração pela cultura e pelo senso de valor e honra do povo nipônico.

 

Um trabalho magistral ― inspiração para mestres como Junji Ito, Murakami, Nagabe, Yōko Ogawa, Koji Suzuki, Shintaro Kago, Tsugumi Ohba, entre muitos outros ― até então inédito, que revela a faceta variada da cultura e tradição do país e apresenta seus medos e anseios, além de uma perspectiva única sobre temas universais, como a morte, o amor, a inveja e a honra.


9 - "O Rei de Amarelo - Edição Definitiva" de Robert W. Chambers


Ficha Técnica:


Nome: O Rei de Amarelo - Edição Definitiva

Autor: Robert W. Chambers

Gênero: Terror

Tradutor: Andrio Santos

Número de Páginas: 288


Link de compra:











Sinopse: Um projeto para resgatar tesouros e explorar o desconhecido. Uma experiência literária e lúdica, fértil de ideias, descobertas e sonhos. Sabendo que sem resgate não há futuro e que sem ritual não há magia, é com orgulho que a DarkSide® Books apresenta a sua visão de Sociedade Secreta, um projeto especial aberto a todos que amam a literatura e cultuam os poderes transformadores desta tecnologia milenar chamada livro.

Para iniciar esta jornada coletiva, escolhemos um dos livros mais enigmáticos da literatura: O Rei de Amarelo, de Robert W. Chambers, uma obra fundamental que nos conduz pelo labirinto sem fim de todas as manifestações artísticas, uma história entranhada na cultura pop, em literatura, televisão, cinema, quadrinhos, jogos de tabuleiro, RPG, video games, desenhos animados, séries e até no controverso prisma da inteligência artificial.

Em contos sombrios que exploram a relação entre arte, paixão e loucura, Chambers mergulha o leitor em um mundo de horror cósmico, onde o poder do Rei de Amarelo é temido e respeitado por todos aqueles que têm a infelicidade de conhecê-lo. Com uma prosa rica em detalhes e um senso de atmosfera intenso, Chambers cria uma obra-prima de terror literário que é igualmente fascinante e aterrorizante.

 

Servindo de inspiração para os mundos de H.P. Lovecraft e Robert E. Howard, para os bizarros seres de Guillermo Del Toro, Neil Gaiman e Alan Moore e para as visões da primeira temporada da série True Detective, a obra de Chambers tem motivado dezenas de autores e criadores por todo o século XX e além. Ecoando mitos do passado, lendas de hoje e horrores de uma América que ainda estaria por vir, Chambers conduz seus leitores pelas ruas sombrias de uma Carcosa povoada de monstros, artistas e heroínas, todos contaminados pela trama de um livro maldito que aproxima nomes como Oscar Wilde, Charlotte Perkins Gilman, Richard Matheson, Ray Bradbury e Stephen King.

 

Com O Rei de Amarelo, tanto em sua versão literária quanto na sua adaptação para os quadrinhos, começamos uma jornada em busca das pedras fundamentais do universo de origem da DarkSide. Um universo sombrio e mágico, onde os enigmas da arte aguardam leitores apaixonados e investigadores místicos para descobrir o potencial da imaginação, dos sonhos e dos rituais que compartilhamos.


10- "Assassinatos do Zodíaco de Tokyo" de Soji Shimada


Ficha Técnica:


Nome: Assassinatos do Zodíaco de Tokyo

Autor: Soji Shimada

Gênero: Terror

Tradutor: Erika Lie Yamamoto

Número de Páginas: 368


Link de compra:





Sinopse: Em uma gélida manhã de fevereiro de 1936, o artista plástico Heikichi Umezawa é encontrado morto em um quarto fechado , revelando seu obscuro plano de assassinar seis moças de sua família para criar uma figura feminina idealizada. O sinistro projeto envolvendo corpos esquartejados e rituais que agregam alquimia e astrologia se concretiza e abala toda a comunidade. Essa série de assassinatos permanece envolta em mistério durante quarenta anos, até que o astrólogo Kiyoshi Mitarai e seu amigo Kazumi Ishioka são desafiados a desenrolar essa teia complexa de enigmas e paradoxos.

 

Um verdadeiro fenômeno da literatura japonesa e inédito no Brasil, Assassinatos do Zodíaco de Tokyo chega com a qualidade matadora dos livros da DarkSide® Books na coleção Crime Scene Fiction, dedicada às grandes obras de literatura policial. O livro que marcou a estreia de Soji Shimada em 1981 permanece nas prateleiras de todos os fãs de ficção policial no Japão desde então e influencia diretamente na criação de obras queridas do público, como Death Note, Battle Royale e Round 6 com o poder misterioso e único de sua narrativa repleta de elementos desconfortantes e bizarros. Uma obra inovadora que conduz o leitor a um jogo sangrento, surpreendente e quase real.

 

Este mistério lógico e intrigante combina a resolução de quebra-cabeças da ficção policial ocidental da Era de Ouro com elementos de horror chocante e humor ácido. Com mapas, gráficos e ilustrações, esta história de magia e ilusão ― reunida como uma grande tragédia teatral ― desafia o leitor a desvendar o mistério antes que a cortina final caia.


11- "O Assassino em Mim" de Jim Thompson


Ficha Técnica:


Nome: O Assassino em Mim

Autor: Jim Thompson

Gênero: Thriller

Tradutor: Paulo Cecconi

Número de Páginas: 208


Link de compra:





Sinopse: Você está pronto para entrar no inferno? Está pronto para levar um soco na boca do estômago e pegar carona para um mundo sombrio e verdadeiramente perturbador? A Macabra, em parceria com a DarkSide Books, escavou mais um grande clássico da literatura policial. O Assassino em Mim é uma obra-prima suja e transgressora que transpira álcool, sangue, nicotina e imoralidade. O livro de Jim Thompson exala seus cheiros, seus vícios e seu olhar cruel sobre personagens aparentemente comuns. Thompson vai te colocar na pele e na mente de um assassino em série diante de seus objetivos, desejos e troféus.

 

Marco da literatura noir e aclamado por sua narrativa visceral, O Assassino em Mim nos leva em uma jornada macabra pela mente de um predador. Lou Ford, o subxerife de um canto imundo no Texas dos anos 1950, aparenta ser um homem pacato e comum, querido por todos, mas guarda segredos sombrios e, aos poucos, sua personalidade perigosa surge em uma fúria visceral. Você será arremessado ao chão com uma sequência de golpes que o autor está disposto a desferir sem interrupção, e levado pela estrada empoeirada enquanto testemunha, pelo retrovisor da viatura, o pedido de socorro de outras vítimas.

 

O livro conta com uma introdução especial do grande mestre Stephen King e também uma adaptação cinematográfica, lançada em 2010. Testemunho da força e da profundidade dessa impactante história, o filme de Michael Winterbottom, conhecido por sua abordagem crua e violenta, retrata de forma magistral a complexidade dos personagens e a atmosfera sombria que permeia a narrativa. Com elenco de talentos excepcionais e direção habilidosa, o filme traz à vida a visão perturbadora de Thompson.


12- "Gnomos" de Wil Huygen


Ficha Técnica:


Nome: Gnomos

Autor: Wil Huygens

Gênero: Fantasia/Conto de Fadas

Tradutora: Débora Isidoro

Número de Páginas: 224


Link de compra:





Sinopse: Você sabia que um gnomo é sete vezes mais forte que um humano? Que seu olfato é dezenove vezes mais aguçado? Ou que gnomos esfregam o nariz um no outro quando se cumprimentam e se despedem?


Muitas pessoas podem não ver esses seres mágicos, mas a literatura nunca deixou de enxergá-los. Gnomos, lançamento da marca Magicae que resgata um clássico absoluto, é um portal para o mundo dessas criaturas, com muitos detalhes especiais que vão fascinar mais uma vez leitores e leitoras de uma nova geração. O livro também inaugura a Biblioteca Nostálgica de Seres Elementais da DarkSide Books, uma coleção que estuda as criaturas que tornam a nossa vida mais mágica.


Sucesso na década de 1980, Gnomos é uma colaboração do renomado artista holandês Rien Poortvliet e seu amigo cientista, Wil Huygen; uma obra encantadora inspirada em velhos mitos e lendas que permeiam os sonhos de várias gerações. Transbordando tradição, história e diversão, esta edição comemorativa de 45 anos retrata famílias de gnomos em seu cotidiano, nos levando a uma jornada por bosques e jardins. Aqui descobrimos que os gnomos têm uma história fascinante, repleta de momentos intrigantes e heróis aclamados. Criaturas em perfeita harmonia com a natureza, sempre abraçaram a bandeira multicolorida da vida e cultivaram o respeito por todos os seres encantados desse e de outros planos.


Eles conhecem segredos da vida natural e sabem usar como ninguém ervas medicinais que curam tudo, desde espirros a insolação e mau humor. Ao acompanhar um dia na vida de um gnomo, é possível testemunhar suas diversas atividades, desde cortar lenha até ajudar animais em perigo. Os gnomos são aliados bondosos da fauna selvagem e, mesmo que muitas vezes não percebamos, também auxiliam os humanos. Além disso, eles constroem casas, educam seus filhos, namoram, casam e até viajam em lua de mel!


Com centenas de ilustrações, mapas e diagramas inteiramente coloridos, Gnomos é uma verdadeira joia para os apreciadores de contos de fadas e para todos que desejam redescobrir o prazer da imaginação. Indicado para leitores de todas as idades, e para todos os que já viram ou não gnomos em seu próprio lar, este relato é um deleite para os olhos, regado a muito humor ― e com uma pitada indispensável de nostalgia.


13- "Os Doze Macacos" de Elizabeth Hand


Ficha Técnica:


Nome: Os Doze Macacos

Autora: Elizabeth Hand

Gênero: Terror/Ficção Científica

Tradutora: Ludimila Hashimoto

Número de Páginas: 192


Link de compra:





Sinopse: Prepare-se para uma aventura literária única. Os Doze Macacos é um livro que vai cativar e emocionar os leitores, levando-os a um mundo repleto de reviravoltas surpreendentes. Se você é fã do filme icônico de Terry Gilliam, ou está à procura de uma história extraordinária que transcende gêneros e nos faz refletir sobre o presente e o futuro, este lançamento da Macabra em parceria com a DarkSide® Books é leitura obrigatória.

 

Neste livro que adapta o filme Os Doze Macacos (1995) de Terry Gilliam, a escritora Elizabeth Hand ― vencedora dos prêmios Nebula e Shirley Jackson ― nos leva a um futuro sombrio, no qual a humanidade enfrenta um destino terrível. Para evitar o apocalipse que destruiu a maior parte da Terra, James Cole é enviado de volta no tempo ― de 2035 para 1990 ―, mas acaba em uma ala psiquiátrica sob os cuidados da dra. Kathryn Railly, que fica intrigada com sua curiosa história.

 

O filme de Terry Gilliam ― um dos célebres criadores do Monty Python ―, é estrelado por Bruce Willis, Madeleine Stowe e Brad Pitt, e rendeu a este último um Globo de Ouro pela atuação, além de uma indicação ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante. Elizabeth Hand foi convidada a escrever a obra para lançamento simultâneo, e o fez com habilidade e criatividade, rendendo aos leitores uma aventura repleta de questionamentos importantes e momentos críticos.

 

Com uma escrita envolvente e ágil, a obra de Elizabeth Hand nos presenteia com um paralelo fascinante para nossa realidade pós-pandemia. Somos convidados a refletir sobre as adversidades que enfrentamos como sociedade, assim como a resiliência e a esperança que mantém a nossa humanidade viva. Livro e filme permanecem os mesmos da época em que foram lançados, mas somos uma sociedade diferente agora, e a dolorosa marca da pandemia traz novas percepções que nos atravessam durante a leitura.


14- "Rebecca" de Daphne du Maurier


Ficha Técnica:


Nome: Rebecca

Autora: Daphne du Maurier

Gênero: Suspense

Tradutora: Regiane Winarski

Número de Páginas: 448


Link de compra:





Sinopse: “Ontem à noite, sonhei que tinha ido a Manderley novamente.” É com estranha beleza que Daphne du Maurier começa um dos maiores clássicos da literatura: evocando uma casa que não apenas é cenário, mas também uma entidade viva na existência de seus personagens.

 

Publicado originalmente em 1938, Rebecca é um livro atemporal. Nas palavras da própria autora, trata-se de um suspense psicológico macabro sobre uma casa, duas mulheres e um homem ― e um abismo de segredos, ciúme e intrigas. E é com muito orgulho que a DarkSide® Books apresenta a chegada desta obra-prima na marca DarkLove Classics.

 

A história começa em Monte Carlo, onde a narradora de nome desconhecido fica encantada pelo rico viúvo Maxim de Winter e aceita se casar com ele. Órfã, ingênua e trabalhando como uma simples dama de companhia, ela mal pode acreditar nesta sorte inesperada. Porém, ao chegar na enorme casa que um dia pertenceu à bela Rebecca, ela percebe que Manderley ainda não está completamente livre da primeira sra. de Winter.

 

Na verdade, mesmo após sua morte, sua presença ali é mais forte do que nunca. É só perguntar para qualquer um dos empregados, principalmente para a governanta, a sra. Danvers: Rebecca era perfeita, dava as melhores festas, iniciava as conversas mais interessantes e, é claro, era dona de uma beleza incomparável. Intoxicada pelas próprias fantasias e temores, a narradora tenta ocupar seu lugar na casa. Mas, para isso, terá que desvendar o passado.


15- "Amplificador" de Cesar Bravo


Ficha Técnica:


Nome: Amplificador

Autor: Cesar Bravo

Gênero: Terror

Número de Páginas: 320


Link de compra:












Sinopse: Um terror para o mundo inteiro ouvir

 

Um dos grandes nomes do terror nacional volta em toda sua potência. Cesar Bravo é dono de uma das vozes mais poderosas e criativas da literatura de horror e ajudou a abrir caminho para que o gênero pudesse se expandir enraizado em solo brasileiro.

 

Em seu romance anterior, 1618, a cidade fictícia de Terra Cota enfrentou seu maior teste de sobrevivência. Após uma estranha anomalia tecnológica expor os segredos mais obscuros dos habitantes da cidade através do celular, tv e rádio, o fenômeno evoluiu a algo capaz de destruir e mesmo reformatar nossos corpos e mentes.

 

Por um curto período de tempo, a tempestade parece ter desistido de Terra Cota, mas não demorou para que os fenômenos recomeçassem. Durante uma nova expedição para a caverna de cristais que mudou radicalmente a vida de Julia Sardinha e Arthur Frias, um grupo de exploradores está em busca de misteriosas sementes ― e do possível poder que elas escondem.

 

Em Amplificador, talvez, apenas talvez, a tecnologia esteja muito mais ligada à biologia dos nossos corpos e mentes do que possamos imaginar. Você já ouviu ruídos tarde da noite e que te deixaram receoso? Já assistiu algum filme ou programa na tv que pareceu mexer não apenas com seu cérebro, mas com sua carne? Ou até aquele acorde visceral que te colocou em um estado vibratório único e imersivo?

 

Trilhando caminhos pavimentados por H.P. Lovecraft, John Carpenter e David Cronenberg, Cesar Bravo mergulha em seu próprio mundo de pesadelos tecno-biológicos, entregando um livro onde o lado mais brutal do  horror abraça a ficção científica com tentáculos capazes de esmigalhar em segundos todos os nossos ossos. Uma obra original que homenageia e transcende esses grandes mestres do horror corporal.


16- "Uma Galáxia Multicor e os Confins do Universo" (Wayfarers vol. 4) de Becky Chambers


Ficha Técnica:


Nome: Uma Galáxia Multicor e os Confins do Universo

Autora: Becky Chambers

Série: Watfarers vol. 4

Gênero: Ficção Científica

Tradutora: Flora Pinheiro

Número de Páginas: 304


Link de compra:









Sinopse: O quarto e último volume da série de ficção científica que cruzou fronteiras galácticas.

 

Prepare-se para embarcar em uma jornada intergaláctica de emoções, conexões e descobertas com Uma Galáxia Multicor e os Confins do Universo, o tão aguardado desfecho da aclamada série Wayfarers. Após conquistar corações com A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil, A Vida Compartilhada em uma Admirável Órbita Fechada e Os Registros Estelares de uma Notável Odisseia Espacial, Becky Chambers está de volta com uma obra que promete nos envolver em um universo repleto de personagens cativantes e relações profundas.

 

Becky Chambers é conhecida por sua habilidade única de explorar a ficção científica de maneira íntima e pessoal, e Uma Galáxia Multicor e os Confins do Universo não é exceção. Neste livro, a autora nos guia a um pitoresco planeta conhecido como Gora, onde viajantes de diversas origens convergem em sua última parada antes de explorarem os confins do espaço.

 

No entanto, quando uma inesperada interrupção no tráfego espacial obriga um elenco eclético de personagens a conviver em uma estação de descanso, as diferenças culturais, que a princípio criam tensões, acabam por estreitar os vínculos.

 

Pei é uma transportadora de cargas dividida entre seu dever para com seu povo e seu dever consigo mesma. Roveg, um artista exilado, tem um compromisso urgente e anseia por cumpri-lo. Speaker, por sua vez, nunca esteve longe de sua gêmea, mas agora precisa suportar o insuportável: a separação.

 

Sob os cuidados de Ouloo, uma alienígena empreendedora, e Tupo, sue filhe, o trio é compelido a confrontar seu passado, suas possibilidades futuras e o elo que surge entre eles. Apesar de suas diferenças, eles encontram apoio uns nos outros e nos mostram como a compreensão transcende até mesmo as fronteiras interplanetárias.


17 - "Wicked" de Gregory Maguire


Ficha Técnica:


Nome: Wicked

Autor: Gregory Maguire

Gênero: Fantasia

Tradutora: Jana Bianchi

Número de Páginas: 480


Link de compra:











Sinopse: Quando se fala em contos de fadas, é comum pensar em histórias repletas de fantasia, princesas encantadas e finais felizes. No entanto, Gregory Maguire nos apresenta a um mundo completamente diferente, onde a magia é obscura, os personagens são complexos e os finais são ambíguos. Se você ainda não teve a oportunidade de conhecer Wicked, prepare-se para uma jornada literária única e envolvente que será republicada no Brasil pela editora DarkSide® Books.

 

Uma homenagem vibrante ao clássico de L. Frank Baum, Wicked nos leva direto ao coração pulsante de Oz e nos cativa com o poder atemporal da imaginação. Dando centralidade a duas protagonistas femininas, as bruxas Elphaba e Glinda, o livro versa sobre temas universais e eternos como amizade e acolhimento, nos desafiando a mergulhar nas complexidades e nas motivações da vida da Bruxa Má do Oeste.

 

Lançado em 1995, o romance foi enorme sucesso de crítica e de público e deu origem a um dos musicais da Broadway mais populares de todos os tempos. Desde sua publicação, o livro se mantém um sucesso de vendas, tendo se tornado um verdadeiro fenômeno global. Wicked recebeu 3 Prêmios Tony, o Grammy de Melhor Álbum de Teatro Musical, o Laurence Olivier Award de Espetáculo Mais Popular Escolhido pelo Público e o 7 Drama Desk Award, incluindo o de Melhor Musical. Quebrando recordes de bilheteria, é um dos musicais de maior duração na história da Broadway, replicando sua carreira bem-sucedida em turnês internacionais em dezenas de países.

 

Com sua escrita contundente e fascinante, Maguire cria um mundo vivaz que é ao mesmo tempo sombrio e belo. O autor transporta os leitores para um reino cheio de intrigas políticas, rivalidades e revoluções. Elphaba, a protagonista, nasce com a pele verde e uma aptidão inata para a magia, o que a coloca à margem da sociedade desde o início. Sua jornada é uma busca pela aceitação em um mundo que a rejeita, e sua transformação de uma jovem idealista em uma figura lendária é um dos aspectos mais cativantes do livro.


18 - "Eu sou o rei do castelo" de Susan Hill


Ficha Técnica:


Nome: Eu sou o rei do castelo

Autora: Susan Hill

Gênero: Suspense

Tradutora: Mariana Serpa

Número de Páginas: 240


Link de compra:





Sinopse: Uma casa onde as coisas apenas parecem estar no seu lugar. Eu Sou o Rei do Castelo, o romance da aclamada autora Susan Hill, nos leva para dentro de uma bela mansão que esconde fissuras, janelas turvas que não trazem luz, cômodos vazios que não acolhem corpos, e o frio que reina absoluto entre seus moradores. Um terror psicológico que ganha vida a cada página.

 

Eu Sou o Rei do Castelo nos apresenta ao jovem Edmund Hooper, um menino que mora em uma grande casa vitoriana com seu pai viúvo. Astuto, manipulador, mesquinho e valentão, o menino demonstra desde o início que não está nada satisfeito com a chegada da nova governanta e seu filho, o solidário e educado Charles Kingshaw. Os adultos esperam que os meninos de 11 anos sejam grandes amigos, mas as dinâmicas sinuosas e diferenças entre eles criam uma inimizade imediata. À medida que Kingshaw e Hooper duelam por poder e controle, as perseguições cruéis e violentas fazem cada um deles atingir os limites da sanidade.

 

Obra-prima do suspense psicológico, Eu Sou o Rei do Castelo deixará os leitores à beira do abismo da escuridão. Evocando obras consagradas como O Senhor das Moscas, Susan Hill constrói uma atmosfera opressiva e gótica, onde os aspectos mais sujos da natureza humana são explorados de maneira perturbadora. Eu Sou o Rei do Castelo é uma obra-arena, onde somos espectadores de uma guerra territorial que acontece no coração de cada personagem. Observamos de camarote a dor e a crueldade que “nós”, seres humanos, somos passíveis de praticar todos os dias ― pequenezas da alma e indiferença que nos fazem anular a existência do outro, pedidos de ajuda que se tornam silêncios eternos. A omissão destrói. Deixa em carne viva as feridas que nascem da frustração, do luto, da solidão na pré-adolescência, da saudade ou ausência absoluta de afeto. É nesse castelo de dor que o monstro mora e devora todos que tentam se aproximar.


19 - "O Berço Vazio" de Thomas Olde Heuvelt


Ficha Técnica:


Nome: O Berço Vazio

Autor: Thomas Olde Heuvelt

Gênero: Terror

Tradutor: Daniel Dago

Número de Páginas: 128


Link de compra:










Sinopse: Quando passou pelo Brasil em 2018, Thomas Olde Heuvelt arrasou quarteirões lotando bate-papos e sessões de autógrafos com os fãs. Todos estavam assombrados com a bruxa de HEX, que virou uma pequena cidade de cabeça para baixo. Agora, o aclamado autor holandês nos apresenta a uma história sombria e inquietante que vai se instalar na mente dos leitores brasileiros. Com uma trama única e original, O Berço Vazio, novela lançada pela DarkSide® Books, nos conduz pelos recantos perturbadores da depressão pós-parto, explorando a mente de uma mãe abalada por uma perda irreparável.

 

Com uma atmosfera sinistra, O Berço Vazio é uma viagem singular pela mente de uma pessoa fragilizada ante ao terror que viveu, com detalhes tão intensos que se infiltram nos cantos mais escuros da imaginação. A história hipnótica de Charlotte ― uma mulher que mergulha em uma busca obsessiva para recriar o bebê perfeito enquanto enfrenta o luto pela sua filhinha Dolores ― promete arrepiar os darksiders com sua experiência inusitada e assustadora.

 

Enquanto o colapso psicológico da protagonista ganha seus contornos, o autor Thomas Olde Heuvelt nos conduz a um precipício soturno, onde a intensidade crescente se assemelha a de grandes mestres do horror, como Stephen King, Robert Bloch e Edgar Allan Poe. Com uma narrativa objetiva e precisa, O Berço Vazio nos transforma em testemunhas da dor e solidão de uma personagem que busca esperança e vida em uma situação desoladora.


20 - "A Queda da Casa Morta" de T. Kingfisher


Ficha Técnica:


Nome: A Queda da Casa Morta

Autora: T. Kingfisher

Gênero: Terror

Tradutora: Flora Pinheiro

Número de Páginas: 208


Link de compra:











Sinopse: Prepare-se para retornar à Casa de Usher para reviver e desvendar seus mistérios mais soturnos. Em A Queda da Casa Morta, a premiadíssima autora T. Kingfisher nos leva ao coração pulsante do universo de Edgar Allan Poe para uma nova temporada em uma das casas mais célebres da literatura de horror.

 

Quando Alex Easton, soldade não-binárie aposentade, recebe uma carta do amigo Roderick Usher com a notícia de que sua irmã Madeline está morrendo, elu corre para a casa ancestral dos Usher, na remota região campestre de Ruritania. O que encontra é um verdadeiro pesadelo: Madeline, atormentada, perambula em ataques de sonambulismo e sussurra em vozes estranhas à noite, e Roderick está tomado por uma misteriosa doença dos nervos.

 

Além disso, a casa parece possuída por uma estranha maldição, que se manifesta em crescimento fúngico e vida selvagem descontrolada. Em choque com o estado emaciado e doente dos irmãos Usher, bem como com a sinistra decrepitude da mansão gótica em ruínas onde vivem, Easton procura investigar o que pode ter acontecido, enquanto luta para salvá-los.

 

A Queda da Casa Morta recebeu prestigiosos prêmios literários do universo do horror, como Hugo, Locus e Nebula. Além disso, foi finalista do Livro do Ano da Barnes & Noble e indicado para o Prêmio de Melhor Escolha de Terror do Goodreads, conquistando um espaço permanente nos corações dos amantes de literatura sombria.


21 - "A Última Contadora de Histórias" de Donna Barba Higuera


Ficha Técnica:


Nome: A Última Contadora de Histórias

Autora: Donna Barba Higuera

Gênero: Ficção Científica

Tradutora: Flora Pinheiro

Número de Páginas: 288


Link de compra:











Sinopse: A Última Contadora de Histórias é mais do que um livro ― é uma experiência inesquecível. Vencedor da prestigiosa Medalha Newbery e indicado por publicações como Time, Wall Street Journal, Publishers Weekly e Kirkus Reviews, o romance de Donna Barba Higuera vai transportar você para um universo distante, onde o passado e o presente se entrelaçam.

 

Conheça Petra Peña, uma jovem que sonha em ser uma contadora de histórias, assim como sua amada abuelita. Contudo, o mundo de Petra está prestes a se transformar de maneira avassaladora. A Terra foi devastada por um cometa, e algumas centenas de cientistas e seus filhos, incluindo Petra e sua família, foram escolhidos para embarcar em uma jornada rumo a um novo planeta.

 

Centenas de anos depois, Petra acorda em um planeta totalmente novo e descobre que é a única pessoa que se lembra da Terra. Um Coletivo sinistro dominou a nave durante a jornada e, determinado a apagar os pecados do passado da humanidade, sistematicamente eliminou as memórias de todos a bordo.

 

Somente Petra carrega consigo as histórias do passado terrestre e, com elas, a esperança para um novo futuro. Agora ela precisa escapar da nave e reviver essas histórias, compartilhando-as com um mundo que se esqueceu de suas raízes e reconstruindo o que foi perdido. E, talvez, fazer um trabalho melhor do que aqueles que vieram antes, trazendo não apenas culturas e histórias, mas também paz e prosperidade.

 

A Última Contadora de Histórias explora temas como identidade e a importância das memórias. A natureza exuberante e as histórias calorosas se contrapõem à realidade fria e metálica da nave espacial. Com uma narrativa delicada e sensível, a autora nos presenteia com uma história que celebra o poder das palavras e nos lembra que, mesmo diante das adversidades mais sombrias, a força interior e a determinação podem nos guiar para um desfecho surpreendente.


22 - "Pacto de Sangue" de S.T. Gibson


Ficha Técnica:


Nome: Pacto de Sangue

Autora: S.T. Gibson

Gênero: Terror

Tradutora: Marcela Filizola

Número de Páginas: 256


Link de compra:












Sinopse: Constanta, uma camponesa medieval, é resgatada da beira da morte e transformada em uma noiva imortal digna de um rei vampiro. Juntos, ela e seu salvador estabelecem um lar em um castelo remoto e, ao longo dos séculos, acrescentam novos membros ao clã poliamoroso, como Magdalena e Alexi. No entanto, esse casamento eterno vem com um preço alto: sangue, submissão e segredos inconfessáveis.

 

Pacto de Sangue é mais do que uma simples releitura de Drácula; é uma jornada epistolar que nos guia por uma viagem profunda ao mundo gótico e misterioso do clássico de Bram Stoker, mas sob a perspectiva de Constanta, uma de suas noivas vampiras, presa em um relacionamento abusivo por anos e anos a fio ― até que decide pôr um ponto final, antes que seja tarde demais.

 

Constanta nos guia por sua jornada desde o momento em que é transformada até os séculos seguintes. A princípio encantada com seu salvador, ela aos poucos vai enxergando que, na verdade, ele é um homem manipulador, controlador e abusivo. E o relacionamento, que começou como uma história de resgate, acaba por se tornar uma prisão emocional.

 

Evocando o lirismo da saga Crepúsculo, de Stephenie Meyer, e a trama envolvente dos romances vampirescos de Anne Rice, Pacto de Sangue é uma história sobre relacionamentos abusivos e sobre como as dinâmicas de poder, manipulação e gaslighting às vezes são muito difíceis de enxergar. Com sua prosa envolvente, S. T. Gibson nos faz questionar nossas próprias relações, rever o significado de consentimento e identificar nossa capacidade de reconhecer e romper os grilhões de relacionamentos tóxicos.


23 - "O Inferno que nos Persegue" de Andrew Joseph White


Ficha Técnica:


Nome: O Inferno que nos Persegue

Autor: Andrew Joseph White

Gênero: Terror

Tradutor: Floresta

Número de Páginas: 320


Link de compra:











Sinopse: Benji, um garoto trans de dezesseis anos, está fugindo do culto que o criou ― a seita fundamentalista que desencadeou o Armagedom e dizimou a população mundial ― e procurando desesperadamente por um lugar onde o culto não consiga colocar as mãos nele ou, mais importante, na arma biológica com a qual o infectaram.

 

Encurralado por monstros nascidos da destruição, Benji é resgatado por um grupo de adolescentes do Centro LGBTQIA+ local de Acheson, carinhosamente conhecido como ALC. O líder do ALC, Nick, é lindo, autista e um atirador mortal, e conhece o segredo mais sombrio de Benji: a arma biológica do culto está transformando-o em um monstro mortal o suficiente para varrer a humanidade da Terra de uma vez por todas.

 

Ainda assim, Nick oferece abrigo a Benji entre seu grupo de adolescentes queer, desde que Benji possa controlar o monstro e usar seu poder para defender o ALC. Ansioso por pertencimento, Benji aceita os termos de Nick… até descobrir que o misterioso líder do ALC tem uma intenção oculta e seus próprios segredos.

 

O Inferno que nos Persegue é um triunfo literário. Com uma prosa inventiva que dá vida a personagens diversos e cheios de camadas e um enredo envolvente, o premiado romance de Andrew Joseph White é uma experiência imersiva em um mundo distópico que mistura elementos de body horror, monstros arrepiantes e abuso religioso.


24 - "Dezenove Garras e um Pássaro Preto" de Aguztina Bazterrica


Ficha Técnica:


Nome: Dezenove Garras e um Pássaro Preto

Autora: Aguztina Bazterrica

Gênero: Terror/Fantasia

Tradutora: Ayélen Medail

Número de Páginas: 160


Link de compra:










Sinopse: Em 2022, a DarkSide® Books trouxe ao Brasil a impactante distopia canibal Saboroso Cadáver, primeira obra da argentina Agustina Bazterrica a ser publicada no Brasil. Os darksiders adoraram e o livro se tornou um dos grandes sucessos da editora. Um ano depois da publicação do romance, trazemos outra obra de Bazterrica, Dezenove Garras e um Pássaro Preto, uma coleção de contos que nos mostra a criatividade da autora.

 

Durante muitos anos, Bazterrica escreveu os contos e textos curtos, experimentos sobre o amor, a amizade, acidentes, superstições, relações familiares, desejos secretos, obsessões, a maldade dos homens, a posição da mulher na sociedade, o medo, o ódio, a morte, agora reunidos neste volume.

 

Com ecos de autores conterrâneos como Júlio Cortázar, Silvina Ocampo e Samantha Schweblin e do austríaco Thomas Bernhard, esses contos curtos e não “menos impactantes” apresentam toda a versatilidade estilística da autora e suas múltiplas facetas enquanto narradora: de prosa realista a prosa poética, de paródia de manuais de autoajuda a fluxo de consciência, de minuciosas investigações psicológicas ao completo nonsense delirante da existência que nos condena.

 

Além disso, o livro é marcado por personagens excêntricos, bizarros, inesquecíveis, entre eles uma mulher que faz de tudo para ser redonda, uma menina que deseja ser enterrada, um torcedor que vive a sua derrocada por causa de uma superstição futebolística banal, uma dentista que testemunha uma morte voluntária, um sujeito que acredita viver entre aliens e um homem obcecado pela figurante de um filme B digna das obras de Ed Wood.

 

Escritos desde o início deste século, vários dos contos aqui reunidos ganharam prêmios importantes. Entre eles o primeiro lugar no Prêmio Municipal da Cidade de Buenos Aires de Conto Inédito 2004/5 e o primeiro lugar no XXXVIII Concurso Latino-Americano de Conto “Edmundo Valadés”, que se somam aos diversos prêmios recebidos posteriormente por Saboroso Cadáver.


Atrasados/Adiados ou Não Publicados:



"John Morre no Final" de David Wong


Ficha Técnica:


Nome: John Morre no Final

Autor: David Wong

Gênero: Terror

Número de Páginas: 469 (edição americana)














Sinopse: Meu nome é David Wong. Meu melhor amigo é John. Estes nomes são falsos. Você pode querer mudar o seu. Você pode não querer saber das coisas que irá ler nestas páginas, sobre molhos, sobre Korrock, sobre a invasão e o futuro. Mas, é tarde demais. Você tocou o livro. Você está no jogo. Você está sob vigilância. A única defesa é o conhecimento. Você precisa ler este livro, até o final. Mesmo a parte sobre o bratwurst. Por que? Você terá que confiar em mim. Infelizmente para nós, se você fizer a escolha certa, nós teremos mais dificuldades para explicar como lutar contra a invasão alienígena que está ameaçando escravizar a humanidade neste momento. Desculpa tê-lo envolvido nisso, com toda a sinceridade. Mas quando você ler a respeito destes terríveis acontecimentos e esta época muito sombria que o mundo está para entrar como resultado, é crucial manter uma coisa em mente: NADA DISSO É MINHA CULPA.


"Touch" de Claire North


Ficha Técnica:


Nome: Touch

Autora: Claire North

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 448 (edição americana)














Sinopse: Ele tentou tomar minha vida. Ao invés disso, tomou a dele mesmo.


Foi há muito tempo atrás. Lembro que estava escuro, e eu não podia ver o meu assassino até que fosse tarde demais. Quando eu morri, minha mão tocou a dele. Foi aí que a primeira troca teve lugar.


Subitamente, eu estava olhando pelos olhos de meu assassino, e estava me assistindo morrer.


Agora, trocar é fácil. Posso pular de corpo para corpo, ter qualquer vida, ser qualquer um.


Algumas pessoas podem tocar vidas. Outras podem tomá-las. Eu faço as duas coisas.


"Paper Menagerie and Other Stories" de Ken Liu


Ficha Técnica:


Nome: Paper Menagerie and Other Stories Autor: Ken Liu

Gênero: Ficção Científica

Número de Páginas: 464 (edição americana)















Sinopse: Com o seu romance de estréia, The Grace of Kings, tomando o mundo da literatura de assalto, Ken Liu agora compartilha os seus melhores contos em The Paper Menagerie. Esta coletânea encantadora contém todos os contos vencedores de prêmios e aqueles que foram finalistas, incluindo: "The Man Who Ended History: A Documentary" (Finalista dos Prêmios Hugo, Nebula e Theodore Sturgeon), "Mono No Aware" (vencedor do Hugo), "The Waves" (finalista do Nebula), "The Bookmaking Habits of Select Species" (finalista do Hugo e do Theodore Sturgeon), "All The Flavors" (finalista do Nebula), "The Litigation Master and The Monkey King" (finalista do Hugo) e o conto mais premiado da história na literatura de gênero, "The Paper Menagerie" (a única história a vencer o Hugo, o Nebula e o World Fantasy). Uma coletânea obrigatória para cada fã de ficção científica e de fantasia.







5 comentários

Posts recentes

Ver tudo

5 Comments


Eri Figueredo
Eri Figueredo
Mar 20, 2023

ver Ken Liu e Claire North na lista renova meu interesse na darkside, que parecia ter aberto mão de SFF

Like
Paulo Vinicius
Paulo Vinicius
Mar 27, 2023
Replying to

Bem... só incluí porque os direitos ainda estão com ela, mas não tenho nenhuma esperança não.

Like

Rubens Miranda
Rubens Miranda
Mar 20, 2023

A coletãnea do Ken Liu pela Darkside foi uma surpresa pra mim. É uma publicação que eu esperaria da Morro Branco, Intrínseca ou Aleph.

Like
Paulo Vinicius
Paulo Vinicius
Mar 27, 2023
Replying to

Exatamente isso o que o Carlos pontuou. Mania de editora de segurar título esperando sair alguma adaptação ou mídia. A DarkSide é um monstro em divulgar títulos e mesmo assim ela prefere ter alguma coisa na manga antes de soltar. Tem vários títulos nessas condições com eles.

Like
bottom of page