top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Dois Irmãos - Uma Jornada Fantástica

Em um mundo onde a magia foi suplantada pela tecnologia, dois elfos com diferentes visões de mundo iniciam uma jornada fantástica para poderem estar com o seu pai morto por apenas um dia. Usando magia, é claro...



Um tema comum nas conversas sobre amantes de literatura fantástica é a jornada do herói. Um garoto ou uma menina que vivem suas vidas comuns até que se descobrem escolhidos para grandes tarefas. E eles saem em uma jornada por onde passarão por inúmeros desafios até conquistarem sua missão. Mas, o que a jornada em si significa? A gente consegue entender as etapas da jornada, porém ela é mais do que alcançar o seu objetivo final. Compreender os desafios propostos e como eles afetarão a sua vida também é parte desse processo. E, principalmente, entender que um herói precisa de aliados preciosos para completar sua missão. Dois Irmãos é uma aventura que busca na própria essência dessa jornada uma história mágica e apaixonante sobre dois irmãos que se amam, apesar de suas diferenças.


Este é mais um filme dos studios Pixar que teve a direção de Dan Scanlon, a mente por trás de outras animações como Monstros S.A., Valente, Soul e Luca entre muitos outros. Ou seja, é um diretor que não é estranho ao processo de produção do estúdio e cujos temas estamos acostumados a ver em filmes da Pixar. Sabemos mais ou menos como ele pensa. Como é o caso em outras animações do estúdio ele cuida também do roteiro ao lado de Jason Headley e Keith Bunnin. A produção é de Kori Rae que também cuidou da produção de Universidade de Monstros. Não vou comentar sobre os dubladores dos personagens no original porque assisti em português, como eu gosto no caso de animações da Disney, mas deixo aí que envolveu Chris Pratt, Tom Holland, Octavia Spencer e Julia Louis-Dreyfus. Mas, podem assistir em português numa boa porque vale a pena. Este é um filme que foi afetado pelo começo da pandemia de covid-19 porque estreou em março de 2020 então não conseguiu se pagar. É o primeiro filme da fase de quarentena. Ele chegou a ser distribuído no Brasil, mas houve bem pouca divulgação porque estávamos naquele período inicial no Brasil quando tudo estava fechando.


A animação em si é bem bacana e gosto dos cortes de visão panorâmica. A direção de arte brinca bastante com o fato de este ser um mundo meio mágico e meio tecnológico. Ele se parece muito com o nosso próprio mundo, mas habitado por criaturas fantásticas como elfos, centauros, grifos, fadas. Não tem humanos. Tudo é bastante colorido, remetendo a cenários saídos de um jogo de RPG. Aliás, é a inspiração do filme. Nada consegue me tirar da cabeça que se tratou de uma maneira de Dan Scanlon de criar uma história baseada em uma campanha de Dungeons & Dragons. Tudo ali respira um jogo de mesa. A taverna, as planícies infestadas de desafios, a montanha perigosa, a masmorra. O roteiro não é espetacular, e alguns consideram um filme pouco inspirado da Pixar, mas achei divertido. E no fim das contas, isso é o que conta em uma animação nesse estilo: divertida e que consiga passar uma boa mensagem. A trilha sonora parece saída do Escola de Rock, aquele filme com o Jack Black. Algumas faixas de áudio com aquele estilo de rock anos 90. Principalmente quando Barley, o irmão do protagonista, está em cena.



Esse é um mundo onde a magia e a aventura uma vez representavam a saída do lugar comum. Pessoas viviam suas aventuras e realizavam feitos extraordinários. O mundo era assustador, porém recompensador. Mas, à medida em que a tecnologia foi se desenvolvendo as pessoas começaram a se esquecer da magia. Isso porque nem todos eram capazes de conjurar um feitiço de chamas para iluminar uma sala. Quando foram descobertas novas maneiras de facilitar a vida das pessoas, ninguém mais precisava recorrer a algo tão complicado quanto os feitos mágicos. Então lentamente ela foi desaparecendo desse mundo, sendo algo conhecido apenas por poucas pessoas. Como era o pai de Ian e Barley Lightfoot, Wilden. Infelizmente ele morreu antes de Ian nascer deixando apenas fotos e as memórias de Barley. Ian e Barley não poderiam ser irmãos mais diferentes um do outro. Enquanto Ian é um garoto tímido e reservado, Barley luta pelos seus direitos além de ser um cara que acredita no poder da magia. Mas sempre se mete em muitas confusões. No aniversário de 16 anos de Ian, sua mãe Laurel dá a Ian um presente deixado por seu pai que só era para ser aberto quando ele se tornasse adulto: um cajado mágico equipado com uma gema fênix. E junto do cajado, Wilden deixou instruções para como usar uma magia que poderia revivê-lo por apenas um dia. Barley fica super animado com a possibilidade, mas Ian não acredita nessas coisas de magia. Depois de muita discussão, Ian acaba cedendo à vontade de seu irmão e tentando duas vezes, mas sem sucesso. Mais à noite, antes de ir dormir, Ian tenta uma terceira vez e nessa oportunidade parece que está dando resultado e o corpo de Wilden começa a ficar tangível. Só que a falta de habilidade mágica de Ian acaba causando um acidente e não conseguindo concluir a magia, quebrando a gema no processo. Agora, Barley e Ian vão sair em uma jornada em busca de uma gema fênix para substituir aquela que se quebrou e conseguirem completar o feitiço. Só que eles tem apenas um dia para fazer isso antes dos efeitos da magia acabarem.


Essa é uma história sobre o fantástico que habita em nossas vidas. Não há idade para acreditarmos na possibilidade da existência de algo maravilhoso e que foge ao lugar comum. Parece que estamos sempre vivendo um cotidiano monótono e sem graça. Não quer dizer que todos deveríamos sair em uma jornada maluca amanhã, mas fugirmos do lugar comum. Às vezes temos medo de nos arriscar porque precisamos nos conformar a uma lógica que nos prende a grilhões invisíveis. Tem uma situação bem boba que é ilustrativa disso: para chegar à montanha mágica os meninos deveriam percorrer uma trilha perigosa que os levaria a inúmeros desafios que colocariam suas habilidades e crenças à prova. No entanto, Ian mostra no mapa que eles poderiam facilmente chegar à montanha se percorressem a auto-estrada. É o caminho mais lógico, racional e direto. Barley destaca que um desafio precisa ser vivido na pele e por que não ousar um pouco, buscando formas alternativas e conhecendo novos lugares? Quando eles vão pela auto-estrada, os dois irmãos estão brigando e vendo paisagens chatas e tediosas, mas quando eles decidem tentar algo novo, acabam vivendo aventuras incríveis. Não entendam errado: não é para vocês saírem buscando uma mata fechada e tentaram atravessá-la para chegar ao seu destino. Ou se enfiarem em algum buraco maluco apenas para viver uma aventura. Significa buscar o novo, não ter medo de arriscar, de apostar. Afinal, nossa vida é única e devemos vivê-la ao máximo.


Ian é um garoto tímido e que não consegue sequer convidar seus amigos da escola a irem à sua festa de aniversário. E ele deseja a todo custo passar algum momento com seu pai, alguém que ele nunca teve a oportunidade de ver. O prazo de vinte e quatro horas pesa em seus ombros terrivelmente. Quanto mais o tempo passa, menos coisas ele vai conseguir fazer com ele. Ian montou um checklist de coisas que ele gostaria de fazer com Wilden. Mas, esta obsessão em recuperar o tempo perdido com seu pai pode colocá-lo contra Barley, alguém que é importante demais em sua vida. Um irmão que sempre lhe deu suporte nos bons e nos maus momentos. Dois Irmãos é um filme que mostra o amor entre irmãos, pessoas que são parceiras desde pequeno e sempre estiveram juntos em todos os momentos. É impossível gostarmos de todas as características de nossos irmãos ou irmãs, e até existe aquela noção de rivalidade. Mas, é tão bom quanto vemos uma amizade legal como a do Barley e a do Ian. Basta pensarmos que ninguém é perfeito e amarmos nossos irmãos e irmãs não importando as diferenças.



Mesmo não sendo uma das animações mais impactantes do estúdio, curti cada momento desse filme. E ele passa voando como num passe de mágica. A história é cativante, a jornada de Barley e Ian é divertida à beça, sem falar na maneira como Don Scanlon brinca com clichês de jogos de RPG. Ah... e eu adorei a Guinevere. É quase um terceiro personagem da história. Vale a pena também por ser aquele tipo de filme leve que pode ser visto em uma tarde de domingo numa boa. Talvez com o seu irmão ou irmã com quem você briga muito ou com seus filhos para ensinar lições sobre amizade. E não é um filme panfletário ou moralista de forma alguma. A mensagem é passada de uma forma super natural através da relação entre os protagonistas e os desafios que eles vivem ao longo da história.



Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.