top of page
  • Foto do escritorAmanda Barreiro

Resenha: "Sob o Céu Açucarado" (Crianças Desajustadas #3), de Seanan McGuire

Quando Rini aparece no Lar de Eleanor procurando por sua mãe, os estudantes sabem que a missão que têm nas mãos é muito mais complexa do que Rini antecipou.



Sinopse


Volume 3 da série Crianças Desajustadas


“ISSO NÃO FAZ O MENOR SENTIDO. O QUE SIGNIFICA QUE PODE FUNCIONAR. VÃO, MEUS QUERIDOS, E TRAGAM SUA IRMÃ PERDIDA E DESPEDAÇADA DE VOLTA PARA CASA.”


Quando Rini aterrissa com um estrondo no lago atrás do Lar de Eleanor West para Crianças Desajustadas, a última coisa que espera descobrir é que sua mãe, Sumi , morreu anos antes que ela fosse concebida. Mas Rini não pode deixar que a Realidade fique no caminho de sua missão – não quando ela precisa salvar um mundo inteiro! (Uma situação muito mais comum do que se imagina.)


E, se não encontrar uma maneira de reconstituir sua mãe, Rini precisará salvar mais que um mundo: ela sequer terá nascido. Em um lugar sem magia, não há muito tempo antes que a Realidade perceba sua existência e a apague. Ainda bem que os estudantes estão bem acostumados com missões…


AVISO: PODE CONTER AMENDOIM



As Crianças Desajustadas


Alerta: Contém spoilers dos livros anteriores.


Quem vem acompanhando a série até aqui já sabe que um dos pontos mais fortes da Seanan McGuire é o desenvolvimento das personagens e suas peculiaridades. Antes de começar a discutir propriamente a história deste terceiro volume, quero lançar luz sobre algumas questões referentes a essas personalidades tão diversificadas que a autora criou e evoluiu desde o início, em De Volta Para Casa.


A esta altura, já se espera que McGuire construa suas personagens em torno de alguma questão de relevância social: além de várias abordagens LGBTQ+. Há uma forte discussão sobre bullying e outras angústias afligindo os jovens, como o valor das aparências e da aceitação do grupo. E assim a autora deu vida a personagens imperfeitos e tão humanos quanto possível, ansiosos, aflitos, envergonhados, mas nem por isso menos corajosos e empáticos. Nancy, Kade, Sumi e as gêmeas Jack e Jill definitivamente são os rostos por trás das páginas. Eles conversam com o leitor de igual para igual, seja remetendo-o a um passado de inseguranças ou, ainda, mostrando a esse leitor que ele não está sozinho em suas próprias particularidades.

Sob o Céu Açucarado introduz duas novas personagens no plot central: Cora e Rini. Ainda que, particularmente, a minha atenção tenha se voltado mais para aqueles que eu já conheço, não posso deixar de admirar quão bem trabalhadas as duas novatas são. Cora é uma jovem ansiosa e insegura, com um histórico traumático de bullying por ser gordinha; Rini é o oposto, despreocupada, elétrica e mandona. Conhecer o background de cada uma delas, pincelado aqui e ali, conferiu uma profundidade impressionante para ambas nas pouco mais de cem páginas da novela.


As personagens seguem ditando o tom da narrativa de McGuire, sobrepondo lógica e nonsense a fim de criar um universo extraordinário de possibilidades e, ainda mais importante, de respeito, empatia e amor ao próximo.



Sob o Céu Açucarado



Um mundo de açúcar, doces, bolos, plantações de milho doce e um mar de refrigerante de morango: esta é a Confeitaria, o lar de Sumi. Ou pelo menos era, já que ela está morta. Recapitulando, Sumi foi assassinada por Jill em De Volta para Casa, primeiro livro da série Crianças Desajustadas (eu avisei que teríamos spoilers!). Tempos depois do desfecho do volume inicial, encontramos o Lar de Eleanor muito parecido com aquele que deixamos para trás. Cora é a nova protagonista, então tudo acontece na perspectiva dela: são as impressões dela sobre a escola, sobre os outros estudantes, sobre Rini e todas as situações que vão ocorrendo durante a trama.


Talvez Cora não tenha sido tão interessante de se seguir quanto Nancy ou Jack foram nos livros anteriores, mas esse novo olhar sobre a situação dos mundos e seus viajantes também é um ponto interessante explorado pela autora. Já falei um pouquinho sobre Cora, mas confesso que gostaria de ter descoberto um pouco mais sobre a menina. Seu lar é um mundo submerso, onde Cora era - ainda é - uma sereia, livre dos obstáculos de seu corpo físico que um mundo normal impõe. Mas, apesar de Cora comandar o ritmo narrativo, a história é de Rini e Sumi.


Com a morte de Sumi no Lar de Eleanor, Rini foi afetada no mundo da Confeitaria; se a mãe morreu antes de concebê-la, Rini não pode mais existir. Nesse ponto, a narrativa parece um pouco confusa pois passado, presente e futuro se misturam num emaranhado de fatos, e é preciso lembrar que a Confeitaria é um mundo nonsense e não segue as regras de lógica aplicáveis aos outros mundos. As coisas não fazem sentido mesmo, e forçar um raciocínio muito concreto seria ir contra a própria natureza de Rini e seu mundo.


Toda a argumentação da autora para trazer Sumi de volta à história é a profecia de que apenas Sumi conseguiria salvar a Confeitaria de uma rainha tirana, profecia essa que não pôde se cumprir por causa da sua morte precoce (ainda recapitulando, a explicação de Sumi sobre ser expulsa da Confeitaria e seu papel político no mundo é dada em De Volta Para Casa). Então se inicia a saga para ajudar Rini e a Confeitaria.


Preciso dizer que mesmo para uma novela, com poucas páginas, achei o início bastante arrastado. Cora e Rini não conseguiram me cativar muito, mas a presença de Kade e Christopher, dois dos meus favoritos, me incentivou a prosseguir na leitura. A ambientação é excelente e a Confeitaria é tão maluca quanto se poderia esperar. Senti uma inspiração no famoso conto João e Maria, onde tudo é comestível e delicioso, e possivelmente em Alice no País das Maravilhas, com toda a bizarrice inexplicável, governado por uma déspota ensandecida. Particularmente, eu dispensaria algumas descrições a mais, mas a verdade é que, considerando o conjunto, a escrita da Seanan funciona muito bem.

Seanan McGuire toca em temas sensíveis em Sob o Céu Açucarado e aprofunda personagens que, a esta altura, já são velhos conhecidos. Kade e Christopher ganharam várias novas camadas e personalidades complexas e trazem reflexões muito pertinentes à trama. A questão dos diferentes mundos também é mais explorada e elaborada, sendo possível compreender com muito mais clareza o funcionamento das portas, das necessidades dos mundos e dos viajantes que vêm e vão entre um mundo e outro. O que se inicia como uma jornada por um universo açucarado revela enorme maturidade e seriedade ao tocar em temáticas fundamentais para a compreensão da série como um todo.


Entre os três livros já publicados aqui no Brasil pela editora Morro Branco (aliás, em um trabalho lindíssimo), Sob o Céu Açucarado é o mais sensível e intimista de todos, sendo necessário entender que, às vezes, é preciso abrir mão da ação e aventura para que se possa refletir e compreender melhor o que está acontecendo.












Capa de Sob o Céu Açucarado

Ficha Técnica:


Nome: Sob o Céu Açucarado

Autora: Seanan McGuire

Tradução: Cláudia Mello Belhassof

Editora: Morro Branco

Número de Páginas: 192

Ano de Lançamento (no Brasil): 2020


Outros Volumes:


Link de compra:





Assinatura Amanda Barreiro - Frase: "Se a liberdade significa alguma coisa, será sobretudo o direito de dizer às outras pessoas o que elas não querem ouvir."



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.