• Paulo Vinicius

Resenha: "Sabor da Maré" de Eric Novello

Diana perdeu seu pai muito jovem em um afogamento acidental na praia do Arpoador. Ela passou a frequentar o local de forma a se lembrar de uma pessoa que ela amava. Isso até o dia em que a Morte vem conversar com ela.

Lidar com a perda nem sempre é algo fácil. Pessoas amadas compõem nossas vidas, completam-na com suas presenças. Quando as perdemos, parece que um vazio se estabelece em nosso peito. Esta é uma história sobre saudade, sobre perda e sobre aceitar que a vida continua independente de quem vai e quem fica. Tudo isto ao sabor salgado da maré de um fim de tarde no Arpoador. Acredito que essa seja a proposta de Eric Novello neste conto curto, porém repleto de significados e emoções.


Falando sobre os aspectos técnicos primeiro, é inegável o quanto a escrita do Eric é carregada de sentimentos. O leitor não consegue não sentir nada durante a leitura. Principalmente aqueles que tiveram a perda de alguém importante em suas vidas e apenas gostaria de entender por que tão cedo. Eu mesmo perdi o meu pai muito jovem (meu pai também muito jovem) e por muito tempo nos questionamos o motivo disso. Se existe um plano maior ou se apenas foi uma coincidência cruel. Talvez um dos aspectos mais importantes na escrita de qualquer obra seja fazer o leitor sentir algo (em outras resenhas eu chamei de empatizar). Algumas das melhores narrativas são aquelas que me fazem feliz, triste, curioso, alegre, reflexivo. Algo com o qual somos indiferentes nunca é um bom sinal.


A história toda se passa em um momento quando Diana está em mais um momento de lembranças particulares sobre o seu pai. A Morte aparece quase que como um espectro. Talvez por sentir que naquele momento, Diana precisava ouvir algo. Claro que os mistérios por trás da morte de seu pai permanecem e isso pode ter sido uma decisão acertada. O objetivo do conto não era descobrir isso, mas uma conversa franca entre a personagem e a algoz de seu pai. Provavelmente todos nós que já tivemos uma perda, já tenhamos conversado em nossos corações com a Morte. É essa "conversa" que nos faz seguir adiante, tocar nossas vidas.


Achei que o Eric poderia ter trabalhado um pouco mais a narrativa, esticado só algumas páginas a mais para sabermos como Diana lidou com as consequências daquilo. Mas, entendo que o tamanho da narrativa foi uma escolha do autor. Também achei aquele trecho com os meninos de rua desnecessário para o cômputo total da narrativa. Não sei... fiquei pensando depois se havia a necessidade de demonstrar o poder da morte. Mas, okay, talvez seja só eu sendo chato. No geral, é um conto rápido, lindo e que certamente vai tocar diferentes leitores de diferentes maneiras.



Ficha Técnica:


Nome: Sabor da Maré

Autor: Eric Novello

Editora: Agência Página 7

Gênero: Drama/Fantasia

Número de Páginas: 14

Ano de Publicação: 2019


Link de compra:

https://amzn.to/2DgPX3Y


Tags: #sabordamare #ericnovello #agenciapagina7 #perda #solidao #pai #morte #seguiremfrente #arpoador #praia #fantasia #drama #leiafantasia #amofantasia #igfantasia #ficcoeshumanas










ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.