ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.

  • Paulo Vinicius

Resenha: "Five Thrillers" de Robert Reed

Quatro histórias cujo elemento comum é a presença de um personagem: Joseph Carroway. Herói ou vilão? Salvador ou manipulador? Nos acompanhem em uma jornada pelas ações de um homem cujo caráter vai além do bem e do mal.




O autor usou uma abordagem interessante neste conto: apresentou vários contos menores dentro de sua história maior cujo elemento comum é um indivíduo chamado Joseph Carroway. A premissa básica de Five Thrillers é a de que um indivíduo não pode ser definido através de noções maniqueístas. O que é o bem? O que é o mal? É possível fazer o bem praticando o mal? Certamente Robert Reed leva este conceito ao extremo.

No primeiro conto, Joseph Carroway faz parte da equipe de engenharia de uma nave com problemas mecânicos. Eles precisam definir junto do capitão quem deve ser salvo. O segundo conto apresenta Joe passando por uma avaliação psiquiátrica acerca do que aconteceu na nave onde ele estava. Joe e a avaliadora trocam um diálogo onde ele tenta manipulá-la para subir de posto. No terceiro conto, Joe é um agente do governo. Ele está com a posse de um instrumento de destruição e seu interesse romântico foi capturado por rebeldes. Estes a estão usando para chantagear Joe a entregar o dispositivo. Mas as coisas não são tão simples como parecem. O quarto conto serve para mostrar os limites da engenhosidade de Joe. Uma humanóide representando os interesses de uma dissidência da raça humana é a única pessoa capaz de revelar os inescrupulosos planos de sua raça. Eles possuem uma arma capaz de destruir planetas. E Joe parece ter traído o governo para se aliar a esta nova raça. E, no último conto, Joe é recuperado após o caso com os humanóides. Ele parece estar com o espírito quebrado. Mas, uma nova oportunidade surge para ele se candidatar a um cargo público. Entre várias artimanhas políticas, parece que o seu benfeitor é alvo de um possível grupo de rebeldes que deseja vê-lo morto.

Robert Reed se dedicou a delinear muito bem a personalidade de Joe. Para entendermos o funcionamento da mente de Joe, o diálogo com a psiquiatra é o melhor. Como o personagem afirma, ele é o cara encarregado de fazer o trabalho sujo. Não é possível afirmar se Joe é um herói ou um vilão. As ações dele ao se infiltrar entre os humanóides são escabrosas. Para poder alcançar seus objetivos, ele é responsável pela morte de civilizações inteiras. Ele salva o universo às custas de bilhões. A argumentação usada por Joe é extremamente racional. Não concordamos com ele, mas é possível compreender que ele é o último recurso. Um exemplo claro disso é o primeiro conto quando ele apresenta as razões do porque ele, Joe Carroway, deveria ser salvo e não outras pessoas.

Apesar de uma história ambientada em um mundo de ficção científica, esta é uma análise moral e psicológica de um indivíduo amoral. A ambientação e o encaminhamento do enredo poderiam ser diferentes. Mas, o autor conseguiu ser bem sucedido em sua proposta. Acho até que se trata de uma crítica social a um mundo contemporâneo desprovido da noção de heróis verdadeiros. Joe é o herói que merecemos: um homem inescrupuloso e que não se importa com a forma como vai alcançar suas metas.

A presença de outros personagens acaba sendo desnecessária. Estes são apenas estereótipos necessários para Robert Reed fazer sua exposição psicológica. Trata-se então de uma história intimista. Aquela que foi mais complexa foi a história que conduziu o quarto conto. Reed precisou delinear como surgiram os humanóides e quais são suas motivações. No fundo, o autor nem precisava ter explorado tanto os demais personagens.

Five Thrillers é um conto complexo. Não acredito que agrade a todos porque exige um nível de compreensão e entendimento que transcende aquilo que está escrito entre as linhas. Exige que o leitor traga o conto para o seio de sua sociedade e explore como ela se comunica e critica a maneira como vivemos e nos relacionamos. Eu adorei o conto, mas admito ter sido necessário fazer uma segunda leitura para compreender o todo.



Ficha Técnica:


Nome: Five Thrillers

Autor: Robert Reed

Conto que faz parte da coletânea The Mammoth Book of New SF 22

Editora: Robinson

Gênero: Ficção Científica

Ano de Publicação: 2009

Avaliação:


Link de compra:

https://amzn.to/2HjgvVj


Tags: #fivethrillers #robertreed #editorarobinson #maniqueismo #mal #criticasocial #josephcarroway #ficcaocientifica #scifi #leiascifi #amoscifi #ficcoeshumanas