top of page
  • Foto do escritorPaulo Vinicius

Resenha: "Dylan Dog Nova Série vol.9" de Paola Barbato, Gianluca e Raul Cestaro

O Old Boy se vê com um enorme problema quando volta para casa após uma visita a seu velho amigo Bloch. Isso o leva ao desespero e ele se vê perdido em um mundo onde não conhece mais as pessoas ao seu redor.


Sinopse:


A vida do Investigador do Pesadelo está ruindo. Perseguido pelo inspetor Carpenter, sem clientes há meses e com um aviso de despejo imediato, Dylan se tranca em casa, atormentado por uma espiral de paranoia que o leva até a despedir Groucho, suspeito de armar contra ele. Uma enésima e inesperada reviravolta na vida do inquilino de Craven Road!





Como diz o tradutor Julio Schneider no prefácio deste número, as melhores histórias do Dylan Dog são aquelas que brincam com o pior inimigo do protagonista: ele mesmo. Paola Barbato mostra por que é uma das melhores roteiristas da Sergio Bonelli ao levar o nosso personagem às raias da loucura. É um terror psicológico dos mais finos, usando e abusando de mensagens escondidas espalhadas pela trama. Muitas vezes nossa maneira de enxergar o mundo pode ser o nosso maior vilão ao nos impedir de enxergar os reais problemas que nos cercam. Tentamos encontrar uma zona segura ou um local onde nos sentimos confortáveis, mas quando isso é tirado de nós, o medo que isso é provoca chega a ser irracional.


Neste número, vemos um Dylan Dog quebrado, sendo perseguido por todos os lados seja pelo novo inspetor Carpenter, ou o misterioso John Ghost. Como detetive do sobrenatural não tem um cliente há meses e Groucho tenta tirá-lo da sua velha casa na Craven Road para visitar seu amigo Bloch para um almoço amigável. Só o que a dupla não contava é que o locatário da casa aproveitasse a saída de Dylan para colocar uma ordem de despejo bem na porta. Tendo cinco dias para deixar o imóvel, o Old Boy se vê em uma situação irreversível, tendo toda a sua vida virada de cabeça para baixo. Depois de uma briga com Groucho, ele transforma a sua casa em um tipo de bunker e é aí que sua percepção de realidade vai por água abaixo. Sem conseguir distinguir o que é real ou não, Dylan precisa entender o que aconteceu com ele e como encontrar a "saída" desse lugar onde ele se encontra.


Os irmãos Cestaro nos entregam um belo trabalho nessa edição. Isso porque ela exige dos artistas uma dobra da realidade. A arte precisa ser estranha para poder refletir a mente instável do protagonista. Por essa razão, vemos momentos em que ora a arte é precisa e correta, com um belo detalhamento do cenário e do plano de fundo e ora ela é meio surrealista e quase suja, com o emprego de uma boa dose de tridimensionalidade e estranheza. Não é uma arte que me agrade porque acho o design dos personagens meio exagerado e esticado demais, mas ela combina propriamente com a proposta de Barbato aqui. Tem vários easter eggs bem legais para o leitor buscar no cenário com referências a Star Wars, a Alien e a vários outros elementos da cultura pop. Se os irmãos procuraram representar a imaginação do Old Boy, ele é um belo de um aficcionado por cinema. Outro ponto que queria destacar é a habilidade deles com a colocação de sombras e silhuetas pelo cenário. Algumas das cenas são belíssimas como quando Dylan e Frannie estão juntos em um quarto. Há uma bela representação da luz entrando pelas janelas e entrando em contraste com a sombra no fundo que representa quase que uma prisão para o personagem, impedindo-o de sair desse mundo estranho.

Essa edição tem um roteiro primoroso porque ela te deixa tenso do começo ao fim. A gente se sente preso dentro de um quarto escuro junto com o personagem. O desespero do Dylan é palpável e vamos acompanhando progressivamente o quanto ele vai perdendo contato com a realidade. Pensar que boa parte da narrativa se passa somente dom Dylan sozinho vagando sem rumo sendo incapaz de entender o que está passando. E o pior: sabendo que aquilo tudo é um fruto de seu próprio descolamento da realidade. Dylan é um personagem que prefere se manter em uma espécie de imanência, onde tudo permanece o mesmo do começo ao fim. É o jeito que ele tem de controlar aquilo que o cerca. Posso até dizer que o personagem é um maníaco por controle. Quando as coisas começam a mudar, sejam as relações, sejam as formas de se comunicar ou a própria fundação de seu ser, Dylan se debate e perde a noção de que passos deve dar para seguir em frente. É basicamente isso o que se sucede nessa edição. Diante do possível despejo, Dylan poderia ter encontrado outra base de operações e recomeçado suas atividades. Não é algo tão grave assim. Mas, a casa na Craven Road representa sua história, sua imanência, sua incapacidade de seguir adiante.


Seu desespero é tão grande que ele começa a duvidar de Groucho. Aliás, o personagem que esteve ali por tantas e tantas décadas ao lado do Old Boy, de fato, sempre foi bastante misterioso. Ele esconde isso através de piadas e bravatas, sempre caindo naquela coisa de nunca saber quando ele está brincando, sendo sarcástico ou falando meias verdades. Diante de um desespero tão grande, Dylan começa a se questionar quem é este que esteve por tanto tempo ao seu lado. Claro que isso também vem em grande parte de uma reação adversa de seu desespero que passa a criar inimigos por todos os lados, mas é uma pergunta que sempre fizemos. Barbato parece que não vai responder isso agora, mas parece que Dylan não vai desejar ficar sem uma resposta honesta por muito mais tempo. Por outro lado, com a própria cabeça do personagem fora de prumo aqui, tudo e todos são entendidos de forma distorcida. Alguns dos personagens que surgem na imaginação de Dylan possuem conexões reais e outros não. A propósito: que sacada genial a ideia do Bruno. Deixo para os leitores ficarem curiosos para entender quem é esta pessoa que é bastante hostil ao personagem desde que o vê em um primeiro momento.

Dylan entra em um estranho mundo onde se vê confrontado com a dicotomia entre permanência e mudança. Algumas coisas que acontecem a ele nesse mundo que se coloca diante dele são bastante convenientes. O personagem se encontra em uma situação tão desesperadora, que suas faculdades como detetive simplesmente não funcionam. Ele não desconfia de nada que se coloca ao seu redor. Simplesmente entende que aquilo é como é, e busca encontrar um local seguro para se recuperar ou pelo menos fazer uma ideia do que está acontecendo com ele. Só que a questão central que se coloca diante dele é ele está satisfeito com essa nova realidade segura e permanente? Dylan teme tanto a mudança que está disposto a se colocar fora da realidade em um lugar que apenas fornece aquilo que ele deseja? Às vezes um mundo tão perfeito onde as coisas funcionam do jeito que queremos não passa de uma armadilha, com garras que nos arrastam para o lado mais profundo do subsolo. Apesar de que pode ser que o Old Boy realmente deseje isso. Resta saber o que o coração dele vai decidir ao final desta história.


Das Cinzas às Cinzas é uma belíssima história cujo final nos deixa de cabelo em pé. Não olhe as três páginas finais antes de ler a história toda porque temos alguns desdobramentos que prometem ser quentes para as próximas edições. O roteiro da série continua de altíssima qualidade e a arte se encaixa com a proposta apresentada pelo roteiro. Ao final, tenho certeza que os leitores estarão com o cérebro fritando com as possibilidades deixadas por essa edição. Com certeza nada está normal como dantes.











Ficha Técnica:


Nome: Dylan Dog Nova Série vol. 9 - Das Cinzas às Cinzas

Autora: Paola Barbato

Artistas: Gianluca e Raul Cestaro

Editora: Mythos

Tradutor: Julio Schneider

Número de Páginas: 100

Ano de Publicação: 2020


Outros Volumes:


Link de compra:




留言


bottom of page
Conversa aberta. Uma mensagem lida. Pular para o conteúdo Como usar o Gmail com leitores de tela 2 de 18 Fwd: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br Caixa de entrada Ficções Humanas Anexossex., 14 de out. 13:41 (há 5 dias) para mim Traduzir mensagem Desativar para: inglês ---------- Forwarded message --------- De: Pedro Serrão Date: sex, 14 de out de 2022 13:03 Subject: Re: Parceria publicitária no ficcoeshumanas.com.br To: Ficções Humanas Olá Paulo Tudo bem? Segue em anexo o código do anúncio para colocar no portal. API Link para seguir a campanha: https://api.clevernt.com/0113f75c-4bd9-11ed-a592-cabfa2a5a2de/ Para implementar a publicidade basta seguir os seguintes passos: 1. copie o código que envio em anexo 2. edite o seu footer 3. procure por 4. cole o código antes do último no final da sua page source. 4. Guarde e verifique a publicidade a funcionar :) Se o website for feito em wordpress, estas são as etapas alternativas: 1. Open dashboard 2. Appearence 3. Editor 4. Theme Footer (footer.php) 5. Search for 6. Paste code before 7. save Pode-me avisar assim que estiver online para eu ver se funciona correctamente? Obrigado! Pedro Serrão escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:42: Combinado! Forte abraço! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:41: Tranquilo. Fico no aguardo aqui até porque tenho que repassar para a designer do site poder inserir o que você pediu. Mas, a gente bateu ideias aqui e concordamos. Em qui, 13 de out de 2022 13:38, Pedro Serrão escreveu: Tudo bem! Vou agora pedir o código e aprovação nas marcas. Assim que tiver envio para você com os passos a seguir, ok? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:36: Boa tarde, Pedro Vimos os dois modelos que você mandou e o do cubo parece ser bem legal. Não é tão invasivo e chega até a ter um visual bacana. Acho que a gente pode trabalhar com ele. O que você acha? Em qui, 13 de out de 2022 13:18, Pedro Serrão escreveu: Opa Paulo Obrigado pela rápida resposta! Eu tenho um Interstitial que penso que é o que está falando (por favor desligue o adblock para conseguir ver): https://demopublish.com/interstitial/ https://demopublish.com/mobilepreview/m_interstitial.html Também temos outros formatos disponíveis em: https://overads.com/#adformats Com qual dos formatos pensaria ser possível avançar? Posso pagar o mesmo que ofereci anteriormente seja qual for o formato No aguardo, Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 17:15: Boa tarde, Pedro Gostei bastante da proposta e estava consultando a designer do site para ver a viabilidade do anúncio e como ele se encaixa dentro do público alvo. Para não ficar algo estranho dentro do design, o que você acha de o anúncio ser uma janela pop up logo que o visitante abrir o site? O servidor onde o site fica oferece uma espécie de tela de boas vindas. A gente pode testar para ver se fica bom. Atenciosamente Paulo Vinicius Em qui, 13 de out de 2022 12:39, Pedro Serrão escreveu: Olá Paulo Tudo bem? Obrigado pela resposta! O meu nome é Pedro Serrão e trabalho na Overads. Trabalhamos com diversas marcas de apostas desportivas por todo o mundo. Neste momento estamos a anunciar no Brasil a Betano e a bet365. O nosso principal formato aparece sempre no topo da página, mas pode ser fechado de imediato pelo usuário. Este é o formato que pretendo colocar nos seus websites (por favor desligue o adblock para conseguir visualizar o anúncio) : https://demopublish.com/pushdown/ Também pode ver aqui uma campanha de um parceiro meu a decorrer. É o anúncio que aparece no topo (desligue o adblock por favor): https://d.arede.info/ CAP 2/20 - o anúncio só é visível 2 vezes por dia/por IP Nesta campanha de teste posso pagar 130$ USD por 100 000 impressões. 1 impressão = 1 vez que o anúncio é visível ao usuário (no entanto, se o adblock estiver activo o usuário não conseguirá ver o anúncio e nesse caso não conta como impressão) Também terá acesso a uma API link para poder seguir as impressões em tempo real. Tráfego da Facebook APP não incluído. O pagamento é feito antecipadamente. Apenas necessito de ver o anúncio a funcionar para pedir o pagamento ao departamento financeiro. Vamos tentar? Obrigado! Ficções Humanas escreveu no dia quinta, 13/10/2022 à(s) 16:28: Boa tarde Tudo bem. Me envie, por favor, qual seria a sua proposta em relação a condições, como o site poderia te ajudar e quais seriam os valores pagos. Vou conversar com os demais membros do site a respeito e te dou uma resposta com esses detalhes em mãos e conversamos melhor. Atenciosamente Paulo Vinicius (editor do Ficções Humanas) Em qui, 13 de out de 2022 11:50, Pedro Serrão escreveu: Bom dia Tudo bem? O meu nome é Pedro Serrão, trabalho na Overads e estou interessado em anunciar no vosso site. Pago as campanhas em adiantado. Podemos falar um pouco? Aqui ou no zap? 00351 91 684 10 16 Obrigado! -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification -- Pedro Serrão Media Buyer CLEVER ADVERTISING PARTNER contact +351 916 841 016 Let's talk! OverAds Certification Área de anexos ficcoescodigo.txt Exibindo ficcoescodigo.txt.