• Paulo Vinicius

Previsões de Lançamentos para 2021: a editora Seguinte

Com um catálogo mais enxuto para esse ano temos alguns bons títulos que vão agradar aos fãs de literatura Young Adult.

ATUALIZADA EM 26/07


Só revisando as regrinhas básicas desta postagem:

1 - Todas as informações são especulações feitas a partir da divulgação da editora em sua fanpage ou de cadastros de ISBN na Câmara Brasileira do Livro (CBL).

2 - Lançamentos podem ser adiados. O que fazemos é uma estimativa.

3 - Não respondo pelas editoras. Se houve algum problema no lançamento como atraso ou cancelamento, peço que entrem em contato com a editora em questão.

4 - No final, eu faço algumas apostas. Mas, apostas são isso mesmo: apostas. Nada garantido.

Antes de mais nada, não tem nenhuma previsão aqui. Estou apenas partindo do que foi anunciado pelas editoras. O ano de 2020 foi atípico para elas, e vários títulos foram apenas empurrados para 2021. Só que estamos no pico da pandemia novamente no Brasil e regras de lockdown já começaram a ser impostas em várias partes do país. Com isso, o trabalho de gráficas, distribuidoras e livrarias vai ficar prejudicado, o que pode afetar a maneira como as editoras vão lidar com isso. Podemos ter uma repetição do que foi o ano anterior. Então serei bem cauteloso nessas postagens.


Caso as editoras desejem entrar em contato comigo, estou à disposição no ficcoeshumanas@gmail.com.

________________________________________________________________________

Desempenho da editora em 2020:

Assim como os outros selos da Companhia das Letras, a ideia geral foi pisar no freio. Por ser um selo mais específico a quantidade de publicações acabou sendo reduzida, entretanto eu preciso dizer que curto bastante a relação que o pessoal da Seguinte tem nas redes sociais. Sempre participativos, com conteúdos interessantes destacando títulos novos e antigos. Não à toa a Seguinte é uma editora que recebe bastante carinho dos seus parceiros. É a concorrente direta da Galera Record com títulos YA em todas as suas vertentes. A impressão que eu tive é que a Seguinte deu uma vacilada nos últimos anos e perdeu um pouco do seu espaço para a Galera. Algo que era uma saudável e equilibrada competição, tendeu mais para o outro lado. A pandemia ajudou a ampliar essa distância e isso pode ser visto na programação deste ano. No quesito variedade e autores no catálogo, a Galera está um pouco melhor. Contudo, preciso destacar a preocupação da Seguinte em, quando ela consegue, trazer lançamentos simultâneos como vai ser o do livro da Victoria Aveyard. Alguns de vocês vão reclamar da quantidade magra de títulos, mas é que a maior parte dos lançamentos da Seguinte são de romance, o que não atende os critérios do FH. Como não sabemos nada ainda sobre os lançamentos do segundo semestre, talvez eles tenham guardados algumas surpresas para lá. O jeito é esperar e ver como será.


Nota mental: preciso voltar a ler a Victoria Aveyard. Parei no volume 2 de A Rainha Vermelha e foi uma das poucas autoras do gênero que eu realmente curti.


1 - "Destruidor de Mundos" (Destruidor de Mundos vol. 1) de Victoria Aveyard


Ficha Técnica:


Nome: Destruidor de Mundos

Autora: Victoria Aveyard

Série: Destruidor de Mundos vol. 1

Gênero: Fantasia

Tradutores: Guilherme Miranda e Lígia Azevedo

Número de Páginas: 560


Link de compra:

https://amzn.to/3vFU4j5










Sinopse: Ano após ano, Corayne assiste sua mãe, uma célebre pirata, partir para o alto-mar e desbravar todos os reinos de Todala, sem jamais poder acompanhá-la. Quando um misterioso imortal e uma assassina de aluguel aparecem dizendo que ela é a última descendente viva de uma poderosa linhagem ― e a única pessoa capaz de salvar o mundo de um perigo iminente ―, ela aproveita a chance para ir em busca de sua própria aventura.


O problema é que o perigo é muito maior do que ela imaginava: um homem sedento por poder, determinado a reabrir os portais que, no passado, levavam para outros mundos, povoados por criaturas sinistras. Com a ajuda de um grupo de bandidos e maltrapilhos, Corayne terá de provar que o heroísmo pode surgir até nos lugares mais inesperados.


2 - "Aristóteles e Dante Mergulham nas Águas do Mundo" de Benjamin Alire Sáenz


Ficha Técnica:


Nome: Aristóteles e Dante Mergulham nas Águas do Mundo

Autor: Benjamin Alire Sáens

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 528
















Sinopse: Em Aristóteles e Dante Descobrem os Segredos do Universo, dois garotos de uma cidade na fronteira se apaixonam. Agora, eles devem descobrir o que significa ficar apaixonados e construir uma relação em um mundo que parece desafiar a sua própria existência.


Ari passou todo o ensino médio escondendo quem ele realmente é, permanecendo em silêncio e invisível. Ele imaginou que o seu último ano seria o mesmo. Mas alguma coisa dentro dele se abriu quando ele se apaixonou por Dante, e ele não consegue mais voltar atrás. Subitamente ele se vê buscando por novos amigos, se levantando contra aqueles que fazem bullying de todos os tipos e fazendo sua voz ser ouvida. E, como sempre, lá está Dante, o sonhador e esperto Dante, que consegue irritar Ari e enchê-lo de desejo toda a vez.


Os meninos estão determinados a forjar um caminho para si mesmos em um mundo que não os compreende. Mas quando Ari precisa encarar uma perda chocante, ele terá que lutar como nunca antes de criar uma vida que é verdadeiramente a sua própria.


3 - "Venha o que vier" (Simon Snow vol. 3) de Rainbow Rowell



Ficha Técnica:


Nome: Venha o que vier

Autora: Rainbow Rowell

Série: Simon Snow vol. 3

Gênero: Fantasia

Tradutora: Lígia Azevedo

Número de Páginas: 560


Link de compra:

https://amzn.to/3hqwZv7





Sinopse: Em Sempre em frente, Simon Snow e seus amigos perceberam que tudo o que sabiam sobre o mundo podia estar errado. E em O filho rebelde, eles se perguntaram se o que estava errado era o que sabiam sobre si mesmos.


Em Venha o que vier, Simon, Baz, Penelope e Agatha procuram um jeito de seguir em frente.


Para Simon, isso significa decidir se ainda quer fazer parte do Mundo dos Magos ― e, se não quiser, o que isso representa para seu relacionamento com Baz?


Enquanto isso, Baz está dividido entre duas crises familiares e sem tempo algum para compartilhar com alguém seus novos conhecimentos sobre vampiros. Penelope adoraria ajudar, mas trouxe um americano normal para Londres e não tem ideia do que fazer com ele. E Agatha? Bom, Agatha Wellbelove já está farta de aventuras.


Venha o que vier leva os quatro amigos de volta à Inglaterra e à Watford e às suas famílias. Cada um a seu modo, todos estão prestes a viver a aventura mais longa e emocionalmente dolorosa de todos os tempos.


A conclusão dessa saga, que começou como uma história sobre o Escolhido, chega revelando segredos, dando as respostas que faltavam e resolvendo todos os mistérios. Venha o que vier é um livro sobre colocar um ponto-final nos lugares certos, sobre catarse e conclusão, sobre escolher seguir em frente apesar dos traumas e dos triunfos que tentam nos definir.