• Paulo Vinicius

Previsões de Lançamentos para 2020: a Editora Aleph

Outra daquelas editoras que todos sempre desejam saber o que vai sair. Depois de um ano de recuperação em 2019, com poucos lançamentos reais, o que podemos esperar dela para este ano? Venham descobrir.



Regras básicas desta coluna:


1 - Todas as informações são especulações feitas a partir da divulgação da editora em sua fanpage ou de cadastros de ISBN na Biblioteca Nacional.

2 - Lançamentos podem ser adiados. O que fazemos é uma estimativa.

3 - Não respondo pelas editoras. Se houve algum problema no lançamento como atraso ou cancelamento, peço que entrem em contato com a editora em questão.

4 - No final, eu faço algumas apostas. Mas, apostas são isso mesmo: apostas. Nada garantido.*


*Este ano especificamente eu vou estar evitando fazer muitas apostas. Isto porque se a editora conseguir cumprir o seu próprio cronograma de lançamentos já vai ser uma vitória. O resto é lucro. Portanto, não esperem que eu vá apresentar notícias bombásticas porque elas não existem.

________________________________________________________________________

Desempenho da editora em 2019:


O ano passado foi mais um ano de recuperação para a Aleph. Colocar a casa em ordem, as contas em dia, tentar esquematizar alguma forma de tocar o cronograma. De certa forma é o que a maioria das editoras passaram neste ano que passou. Mas, para a Aleph em particular isso foi ainda mais crítico. Pelo baixo volume de títulos lançados, acredito que a editora ainda esteja lidando com problemas vindos de 2016 e 2017 quando acabou o financiamento a baixos juros e longos prazos feitos pelo BNDES. Isso eu estou deduzindo, gente. Por favor. Ano passado tivemos o retorno do Daniel Lameira à editora, mas a saída da Bárbara Prince. Para mim, o cenário ideal é ter os dois à frente do marketing e publicidade da Aleph. São duas mentes brilhantes nesta área e se a gente pode dizer que a editora conseguiu manter toda a sua aura pop ao longo dos últimos anos foi por causa deles. Hoje a editora parece estar mantendo uma espécie de catálogo perene de títulos, renegociando direitos aqui e ali (o que deve ser mais barato do que adquirir direitos) e modificando capas e acabamentos para manter os títulos frescos no mercado. Sei que isso não agrada a muitos de vocês, leitores, mas é uma estratégia de publicação e ela é válida na medida em que os títulos de ficção científica deles são fortes e vendáveis.


De destaques tivemos a entrega do Catarse de 2001, Uma Odisseia no Espaço em uma edição especial. Eu fui uma das pessoas que apoiou e o resultado final é um desbunde. Lindo para valer. Peguei uma edição com cartazes, pins e tudo o que tem direito. Não poderia estar mais satisfeito e doei minha edição anterior (que já era muito bonita) para a escola. Outros dois títulos lançados no ano anterior foram A Última Colônia, de John Scalzi e Metrópolis, de Thea von Harbou. Um clássico e um título contemporâneo. O que eu espero para 2020? O mesmo que em 2019. Acho que a editora deve lançar um pouco mais de títulos para este ano, e está com um guia de escrita criativa engatilhado no horizonte que vai ajudar a muitos escritores.


Os títulos que seguem abaixo são ainda da lista de 2016. Alguns títulos saíram porque os direitos já expiraram enquanto outros estão iminentes por sair. Desses eu apostaria em duas certezas: Robôs e Império, do Asimov e The Moon is a Harsh Mistress, do Heinlein. Ah... E The Peripheral, do William Gibson. Esse último eu tenho certeza que vai sair.


1 - "O Tempo em Marte" de Philip K. Dick


Ficha Técnica:


Nome: O Tempo em Marte

Autor: Philip K. Dick

Tradutor: Daniel Lühmann

Número de Páginas: 320


Link de compra:

https://amzn.to/2x2iBWr













Sinopse: O ano é 1994 e a humanidade finalmente chegou a Marte. As pessoas da Terra lutam para se estabelecer em um mundo árido e inóspito enquanto a ONU decide o futuro da colonização.

O técnico de manutenção Jack Bohlen está há dez anos no planeta vermelho e leva uma vida rotineira até se envolver nos planos de um inescrupuloso líder sindical, que usa de sua influência e de seu dinheiro para ganhar vantagens em seus negócios em Marte. Esse homem ardiloso contrata Bohlen para ajudá-lo a se comunicar com um garoto esquizofrênico e introspectivo que parece ter a habilidade de prever o futuro.


2 - "Hereges de Duna" (Duna vol. 5) de Frank Herbert


Ficha Técnica:


Nome: Hereges de Duna

Autor: Frank Herbert

Série: Duna vol. 5

Tradutores: Christiane Almeida e Marcos Fernando de Barros Lima

Número de Páginas: 568


Link de compra:

https://amzn.to/39gZJkS










Sinopse: Mais de mil anos após a liderança do Imperador Deus Leto II, o planeta Rakis está em ruínas. Do deserto ao verde fértil e de volta à aridez, o mundo completou um ciclo e foi abandonado por milhões de habitantes, que por milênios tiveram suas ambições destruídas. Agora, o povo da Dispersão está retornando dos lugares mais distantes do universo, dividido em facções que buscam poder sobre o que restou do Império. Em meio a essas mudanças, as Bene Gesserit encontram uma garota chamada Sheeana, que possui as habilidades dos Fremen. Essa garota, que causa furor religioso e pode realizar uma antiga profecia, tem o potencial de ser uma peça-chave para o destino da humanidade.


3 - "Sonhos Elétricos" de Philip K. Dick (reedição)


Ficha Técnica:


Nome: Sonhos Elétricos

Autor: Philip K. Dick

Tradutor: Daniel Lühmann

Número de Páginas: 248


Link de compra:

https://amzn.to/2Tcybap













Sinopse: Philip K. Dick publicou seus primeiros contos no início dos anos 1950, e neles já se notava a natureza inquietante de toda a sua obra. Ao questionar incessantemente o que está por trás das aparências e o que nos define como seres humanos, Dick sobrepôs realidades, subverteu o tempo, vislumbrou autômatos e mundos extraterrestres enquanto mergulhava a fundo na mente humana.

Dessa perturbadora mistura nasceram textos incríveis e cheios complexidade, que há décadas vêm inspirando o universo do cinema e da tevê. Esta edição reúne os dez contos adaptados para a série de TV Electric Dreams, apresentados pelo roteirista de cada um dos episódios. Os textos abordam realidades paralelas e distópicas, a relação entre homens e máquinas além de outras temáticas ao gosto desse mestre da ficção científica. Um reflexo de sua maneira muito pessoal e desconfiada de ver o mundo.


4 - "Encontro com Rama" de Arthur C. Clarke (reedição)


Ficha Técnica:


Nome: Encontro com Rama

Autor: Arthur C. Clarke

Tradutora: Suzana L. de Alexandria

Número de Páginas: 288


Link de compra:

https://amzn.to/3ad0r2q













Sinopse: Após a terrível colisão de um meteorito contra o continente europeu, líderes mundiais e cientistas criaram um sistema de monitoramento para evitar que essas catástrofes voltassem a acontecer.

Quase cinquenta anos depois, a humanidade acompanha, alarmada, a chegada de um novo objeto de proporções inimagináveis que avança na direção de nosso Sol. Uma expedição é enviada para explorar o que se imagina ser um meteoro colossal, mas que se revela uma sofisticada construção, repleta de enigmas que desafiam a mente e os conceitos humanos.


5 - "As Herdeiras de Duna" (Duna vol. 6) de Frank Herbert


Ficha Técnica:


Nome: As Herdeiras de Duna

Autor: Frank Herbert

Série: Duna vol. 6

Número de Páginas: 436 (edição americana)
















Sinopse: "Chapterhouse Dune", Sexto e último volume da série Duna, é a história da irmandade de mulheres conhecida como Bene Gesserit, que herdou o poder no planeta Duna, tornando-o sua sede. Depois de colonizar um mundo verdejante, a irmandade está transformando o planeta em um imenso deserto, onde se desenvolvem vermes imprescindíveis para a fabricação de mélange, especiaria que prolonga a vida e acentua os poderes psíquicos das mulheres do grupo.


6 - "Os Robôs e o Império" (Os Robôs vol. 4) de Isaac Asimov


Ficha Técnica:


Nome: Os Robôs e o Império

Autor: Isaac Asimov

Série: Os Robôs vol. 4

Número de Páginas: 512 (edição americana)
















Sinopse: Passaram-se duzentos anos desde os acontecimentos descritos em Os Robôs do Amanhecer e da morte de Elijah Baley, o grande herói dos romances anteriores de robôs. Mas sua amada Lady Gladia está determinada a salvar a Terra da vingança dos malvados Espaciais e do Dr. Kendel Amadiro. Juntos com seus dois robôs, Daneel e Giskard, Gladia tem que descobrir um meio de neutralizar o Dr. Amadiro e garantir a sobrevivência da Terra, dos seus habitantes e das suas colônias no espaço.


7 - "The Peripheral" de William Gibson


Ficha Técnica:


Nome: The Peripheral

Autor: William Gibson

Número de Páginas: 496


















Sinopse: Aonde Flynne e seu irmão, Burton, vivem, trabalhos fora do negócio das drogas são raros. Felizmente, Burton tem seus benefícios de veterano, por causa de um ferimento neural sofrido por seus implantes durante seu tempo na força de elite Haptic Force da USMC. Então uma noite, Burton precisa sair, mas tem um trabalho que ele precisava fazer - um trabalho que Flynne não sabia que tinha. Ser o testador-beta de um novo jogo, ele diz a ela. O trabalho parece ser simples: trabalhar um perímetro ao redor da imagem de um edifício. Pequenas coisas na forma de insetos irão se ativar. Ele precisa entrar em seu caminho, e trazê-los de volta. Isto é tudo o que há. Ele está oferecendo a Flynne um bom preço para assumir o trabalho no lugar dela. O que ela vê, contudo, não é o que Burton diz para ela esperar. Era para ser um jogo, mas pode também ser um assassinato.


8 - "The Moon is a Harsh Mistress" de Robert E. Heinlein


Ficha Técnica:


Nome: The Moon is a Harsh Mistress Autor: Robert A. Heinlein

Número de Páginas: 400 (edição americana)
















Sinopse: Robert A. Heinlein foi o mais influente escritor de ficção científica de sua era, uma influência tão grande que, como Samuel R. Delaney aponta, "críticos modernos tentando brigar com sua influência se encontram lidando com um objeto semelhante ao céu ou ao oceano". Ele ganhou o Hugo Award por melhor romance quatro vezes, um recorde que ainda permanece. The Moon is a Harsh Mistress foi o último desses romances vencedores do Hugo, e é amplamente considerado como o seu melhor trabalho.


É uma história de revolução, de rebelião de uma antiga colônia penal lunar contra a Autoridade Lunar que a controla da Terra. É a história de pessoas muito diferentes - um técnico de computadores, uma jovem e vigorosa mulher agitadora, e um velho acadêmico - que se tornarão os líderes de um movimento rebelde. E é a história de Mike, o supercomputador cuja senciência é conhecida apenas pelo seu círculo interno, e aquele que, por motivos que só ele sabe, está comprometido com o sucesso absoluto da revolução.


The Moon is a Harsh Mistress é um dos pontos mais elevados da ficção científica moderna, um romance que transborda temas como política, humanidade, paixão, tecnologias especulativas inovadoras e uma crença profunda na busca da liberdade do homem. The Moon is a Harsh Mistress é o vencedor do Hugo Awards de 1967 por Melhor Romance.


9 - "Zoe's Tale" (Guerra do Velho vol. 4) de John Scalzi


Ficha Técnica:


Nome: Zoe's Tale

Autor: John Scalzi

Série: Guerra do Velho vol. 4

Número de Páginas: 337


















Sinopse: Como você conta a sua parte na maior lenda da história?


Pergunto porque é o que eu vou ter que fazer. Sou Zoe Boutin Perry: envolvida na colonização do espaço e perdida em um mundo mortal. Ícone sagrado para uma raça de alienígenas. Uma jogadora (e um peão) em uma partida de xadrez interestelar para salvar a humanidade ou vê-la cair. Testemunha da história. Amiga. Filha. Humana. Com dezessete anos.


Todos na Terra conhecem a lenda da qual eu faço parte. Mas, você não conhece a minha lenda: como eu fiz o que fiz - como eu fiz o que precisava fazer - não apenas para permanecer viva mas para manter você vivo, também. Todos vocês. Irei contar isso agora, da única forma que eu sei: não diretamente, mas verdadeira, a coisa toda, para tentar te fazer sentir o que eu senti: o orgulho e o terror e a incerteza, o pânico e o deslumbramento, o desespero e a esperança. Tudo o que aconteceu, nos trazendo para a Terra, e tirando a Terra do cativeiro. Tudo através dos meus olhos.


É a história que eu sei. Mas você não conhece ela toda.


10 - "Redshirts" de John Scalzi


Ficha Técnica:


Nome: Redshirts

Autor: John Scalzi

Número de Páginas: 317


















Sinopse: O Encarregado Andrew Dahl foi designado para o Navio Capital "Intrepid" da União Universal, o navio principal da União Universal desde o ano 2456. É um posto de prestígio, e Andres está animado ainda mais ao ser designado para o laboratório de Xenobiologia do navio. A vida não poderia ser melhor... até que Andres começa a entender o fato de que (1) todas as Missões Longínquas envolvem algum tipo de confronto letal com forças alienígenas, (2) o capitão do navio, e seu chefe de ciências, e a belíssima Tenente Kerensky sempre sobrevivem a estes confrontos, e (3) ao menos um membro de baixa patente da tripulação é, tristemente, sempre morto.


De maneira não surpreendente, um grande esforço nos decks inferiores é gasto em evitar, a todo custo, ser designado para uma Missão Longínqua. Então Andrew esbarra em uma informação que transforma completamente o seu entendimento e o de seus colegas sobre o que a nave "Intrepid" realmente é... e oferece a eles uma chance maluca e de alto risco de salvar suas próprias vidas.


Tags: #previsoesdelancamento #editoraaleph #mercadoeditorial #loucosporlivros #igliterario #amoleitura #editorasbrasileiras #ficcoeshumanas




ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.