Buscar

Após um terrível acidente de carro, o famoso escritor Paul Sheldon descobre que sua salvadora é também o seu pior pesadelo.



Sinopse:


Paul Sheldon descobriu três coisas quase simultaneamente, uns dez dias após emergir da nuvem escura. A primeira foi que Annie Wilkes tinha bastante analgésico. A segunda, que ela era viciada em analgésicos. A terceira foi que Annie Wilkes era perigosamente louca. Paul Sheldon é um famoso escritor reconhecido pela série de best-sellers protagonizados por Misery Chastain. No dia em que termina de escrever um novo manuscrito, decide sair para comemorar, apesar da forte nevasca. Após derrapar e sofrer um grave acidente de carro, Paul é resgatado pela enfermeira aposentada Annie Wilkes, que surge em seu caminho.

A simpática senhora é também uma leitora voraz que se autointitula a fã número um do autor. No entanto, o desfecho do último livro com a personagem Misery desperta na enfermeira seu lado mais sádico e psicótico. Profundamente abalada, Annie o isola em um quarto e inicia uma série de torturas e ameaças, que só chegará ao fim quando ele reescrever a narrativa com o final que ela considera apropriado. Ferido e debilitado, Paul Sheldon terá que usar toda a criatividade para salvar a própria vida e, talvez, escapar deste pesadelo.


Setembro King


Dando continuidade à nossa tradição anual de um mês inteiro dedicado ao mestre do terror contemporâneo, um dos livros escolhidos é um dos mais clássicos e bem-conceituados do autor. Não só o livro foi aclamado pela crítica da época, mas também a adaptação consagrou-se como um dos melhores filmes baseados nas obras do Stephen King, estrelando a incrível Kathy Bates como Annie Wilker, o que lhe rendeu um Oscar de melhor atriz em 1991.


Misery fala por si só no que diz respeito à sua qualidade, mas a questão é que este é, talvez, um dos romances que mais se aproxima da dura realidade de vícios enfrentados pelo autor , basicamente uma metáfora para externar dores, medos e lutas diárias com a cocaína. Em uma entrevista para a revista Rolling Stones, o autor se pronunciou sobre o assunto afirmando que Annie Wilkes é a própria cocaína, e ela era a sua fã número um. Naturalmente, isso acrescenta ainda mais camadas de complexidade à trama já tão rica de Misery.


Misery - Louca Obsessão


Misery parte de uma premissa bastante simples. O cenário monótono e reduzido, em grande parte da trama, ao quarto em que Paul é mantido preso, a rotina entediante, dramática e absolutamente agoniante de Paul, e a própria dinâmica entre os dois únicos personagens da história montam o plano de fundo perfeito para que Stephen King demonstre toda a maestria de um contador de histórias através da própria escrita. É a narrativa, e não simplesmente o conteúdo, que ganha o leitor desde a primeira frase.


Justamente pela simplicidade dos principais elementos que norteiam Misery, que é possível observar detalhes bem pensados e essenciais para que a história flua da forma mais convincente possível. Cada canto do quarto de hóspedes ocupado por Paul é explorado, cada possibilidade de fuga, de resistência, assim como cada desdobramento de cada tentativa realizada é visualizada e trabalhada na narrativa. Não existem pontas soltas.


A imersão é inevitável em uma trama tão paranoica e opressora. O leitor se vê obrigado a pensar como Paul a todo momento, buscando soluções para uma situação que pouco a pouco vai se tornando mais difícil e assustadora. E o ponto-chave para desencadear tudo isso é Annie Wilkes, uma das vilãs mais complexas de Stephen King.


Annie não é apenas sádica, tampouco apenas mentalmente instável - ela é um emaranhado de coisas, de sentimentos, de traumas e de problemas psicológicos não-resolvidos que escalam por si só durante a narrativa de Misery. Ela pode ser romântica e boba como uma adolescente e extremamente cruel no momento seguinte. Annie é uma verdadeira bomba-relógio prestes a explodir pelo menor detalhe da vida cotidiana. A habilidade do autor de construir essa mulher tão complicada e tão assustadoramente real se revela no decorrer da trama, desenvolvendo uma personagem bastante consistente.


"Como o coração dele bate! Como ele se esforça para escapar! Que nem nós, Paul. Nós achamos que sabemos tanto, mas na verdade não sabemos mais do que um rato numa ratoeira: um rato com as costas quebradas que pensa que ainda quer viver."

Penso que, ao afirmar que Annie é a cocaína, Stephen King estivesse se referindo à montanha-russa de emoções que a vilã concede à narrativa de Misery. A Annie solícita que quer ajudar, que admira seu autor favorito e diz que o ama em contraste com o desespero que provoca.


Paul, por sua vez, não é menos complexo, mas, subjugado e atormentado por uma dor constante em suas pernas deformadas pelo acidente de carro - e pela "ajudinha" de Annie -, o grande foco do personagem é o sofrimento. A empatia por ele é instantânea, mas a verdade é que não chegamos a conhecer bem o verdadeiro Paul Sheldon por trás do escritor e refém dela.



Outro ponto que precisa ser mencionado é a história dentro da história: Paul se torna uma espécie de Sherazade que se mantém vivo através da escrita de um novo livro de sua famosa heroína Misery Chastain, exclusivamente para Annie. Capítulo após capítulo escrito, Paul adia o que sabe ser a cada dia mais inevitável. A narrativa é entremeada por alguns capítulos espaçados escritos por Paul, diretamente relacionados a algum ponto da história que se desenrola na casa de Annie, no Colorado. É muito interessante participar do processo criativo - desesperado - de Paul. Ainda associando Annie aos problemas com o vício em drogas de Stephen King, a escrita revela-se como o refúgio e a salvação para se desligar do sofrimento, tanto de Annie, no caso de Paul, quanto da cocaína, no caso de Stephen King.


É importante também ressaltar que a palavra Misery, em inglês, significa o sofrimento prolongado, essa dor física e emocional sem fim que persegue Paul, e, de certa forma, também agrava a situação psicológica instável de Annie.


"Ninguém sabe que existe dor desse tamanho no mundo. É como estar possuído por demônios."

Misery - Louca Obsessão é, sem dúvidas, um dos romances mais complexos e perturbadores de Stephen King. Diferentemente da maioria, não há menção ao sobrenatural, constituindo-se basicamente em uma profunda análise sobre a crueldade humana e os motivos - nem sempre simples - para tal. O livro contém uma enorme dose de violência explícita, além de sofrimentos diversos e muita maldade, e, apesar de representar a monotonia angustiante de Paul em seu cativeiro, o ritmo de leitura é absurdamente veloz. É uma leitura obrigatória para qualquer fã do mestre do terror e também uma excelente escolha para quem deseja conhecer melhor Stephen King e suas histórias.










Ficha Técnica:


Nome: Misery - Louca Obsessão

Autor: Stephen King

Editora: Suma

Tradutor: Elton Mesquita

Número de Páginas: 326

Ano de lançamento (no Brasil): 2014


Link de compra:

https://amzn.to/3hOOnbZ



Tags: #setembroking #ficcoeshumanas #stephenking #editorasuma #ciadasletras #misery #terror #amoterror #leiaterror #horror #mestredoterror






Setembro está repleto de ótimos lançamentos. Dei uma peneirada naquilo que saiu de melhor e mesmo assim senti que deixei algumas coisas de fora para deixar o top 10. Aproveitem sem moderação!



1) "Night of the Mannequins" de Stephen Graham James


Ficha Técnica:


Nome: Night of the Mannequins

Autor: Stephen Graham James

Editora: Tor.com

Gênero: Terror

Número de Páginas: 138

Data de Publicação: 01/09


Link de compra:

https://amzn.to/3lI7VBb












Sinopse: Uma história de horror contemporâneo onde uma brincadeira de adolescente sai totalmente errado: será que existe uma causa sobrenatural, um psicopata fugitivo ou ambos?


2 - "The Residence", de Andew Pyper


Ficha Técnica:


Nome: The Residence

Autor: Andrew Pyper

Editora: Simon & Schuster

Gênero: Terror

Número de Páginas: 352

Data de Lançamento: 01/09


Link de compra:

https://amzn.to/3hRSNyX











Sinopse: O ano é 1853. O presidente eleito Franklin Pierce está viajando com sua família para Washington DC quando acontece uma tragédia. Em um instante, o seu trem descarrila, arremessando violentamente os passageiros sobre a cabine. Quando a grande máquina de ferro finalmente pára, a única casualidade é o filho de Pierce, Bennie. A perda coloca a Primeira Dama Jane Pierce de luto e coloca a presidência de Franklin em um clima de perda e tristeza.


Com os Pierces se mudando para a Casa Branca, eles logo são atormentados por eventos tanto bizarros quanto perturbadores. Sons estranhos parecem vir das paredes e do teto, vozes fantasmagóricas ecoam pelo próprio tempo e visões de espíritos esmagados sob o peso da história americana passam através de corredores vazios. Mas quando Jane organiza uma sessão espírita com as infames Irmãs Fox - as mais notórias espíritas da época - a barreira entre este e o outro mundo é rompida. Algo terrível atravessa e faz moradia junto com Franklin e Jane dentro da própria mansão.


Apenas ao superar sua tristeza e ao confrontar seus segredos mais escuros pode Jane e Franklin esperar livrar a si mesmos - e a América - da entidade que busca fazer da Casa Branca a sua casa.


3 - "Master of Poisons" de Andrea Hairston


Ficha Técnica:


Nome: Master of Poisons

Autora: Andrea Hairston

Editora: Tor.com

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 498

Data de Lançamento: 08/09


Link de compra:

https://amzn.to/3gTh0TU












Sinopse: O mundo está mudando. O deserto venenoso devora as boas terras férteis. O que era antes água doce se torna água ruim. O vento sopra areia e tristeza por todo o Império. Ser pego em uma tempestade é o mesmo que morrer. Viver e não fazer nada é o mesmo que morrer. Existe magia no mundo, mas boas conjurações são difíceis de serem encontradas.


Djola, mão direita e espião mestre do lorde do Império Arkhysian está tentando desesperadamente salvar a sua agora terra natal, mesmo no exílio.


Awa, uma jovem mulher tentando ser uma poderosa griot, testa os limites de seu conhecimento e amadurece em um mundo de magia, cidades flutuantes, bestas bondosas e homens incertos.


4 - "Piranesi" de Susanna Clarke


Ficha Técnica:


Nome: Piranesi

Autora: Susanna Clarke

Editora: Bloomsbury Publishing

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 243

Data de Lançamento: 15/09


Link de compra:

https://amzn.to/2EXAXvO











Sinopse: Piranesi vive na Casa

Talvez ele sempre tenha estado.


Em suas anotações, dia após dia, ele faz um registro claro e cuidadoso de seus mistérios: o labirinto de salões, os milhares de milhares de estátuas, as ondas que trovejam e sacodem as estantes, as nuvens que se movem em uma lenta progressão através dos salões superiores.


Nas Quintas e Sextas, Piranesi vê seu amigo, o Outro. Em outros momentos, ele traz tributos de alimentos e lírios aquáticos para os Mortos. Mas, na maior parte das vezes, ele está sozinho.


Mensagens começam a aparecer, riscadas em giz nos pavimentos. Existe alguém novo na Casa. Mas quem eles são e o que eles querem? E serão eles amigos ou eles trazem destruição e loucura como os Outros afirmam?


A Beleza da Casa é imensurável; sua Graça infinita.


5 - "The Trials of Koli" (Rampart vol. 2) de M.R. Carey


Ficha Técnica:


Nome: The Trials of Koli

Autor: M.R. Carey

Série: Rampart vol. 2

Editora: Orbit

Gênero: Ficção Científica

Número de Páginas: 496

Data de Lançamento: 15/09


Link de compra:

https://amzn.to/32OlVAO











Sinopse: A Terra quer nos engolir inteiros...


Koli nunca planejou colocar os pés fora de sua pequena vila. Ele sabia que além dos muros existe um território temível repleto de árvores sufocantes, bestas perversas e homens exilados. Mas quando ele foi exilado, ele não teve escolha além de realizar uma jornada para fora de seu estranho mundo onde cada momento é uma luta por sobrevivência.


E não é apenas a vida de Koli que está ameaçada. Todas as vilas assim como a dele estão morrendo. Mas Koli ouviu uma história, uma vez. Uma história sobre uma Londres perdida, e a misteriosa tecnologia dos Velhos Tempos que podem ainda estar lá. Se ele puder encontrá-la, pode ainda haver uma maneira para ele mudar o seu próprio destino - ao salvar as vidas daqueles que restaram.


6 - "The Troube with Peace" (The Age of Madness vol. 2) de Joe Abercrombie


Ficha Técnica:


Nome: The Trouble with Peace

Autor: Joe Abercrombie

Série: Age of Madness vol. 2

Editora: Orbit

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 640

Data de Lançamento: 15/09


Link de compra:

https://amzn.to/3i5CXAV











Sinopse: A paz é apenas outro tipo de campo de batalha...


Savine dan Glokta, uma vez a mais poderosa investidora de Adua, vê o seu julgamento, sua fortuna e sua reputação em frangalhos. Mas ela ainda tem todas as suas ambições e nenhum escrúpulo será permitido ficar em seu caminho.


Para heróis como Leo dan Brock e Stour Nightfall, felizes apenas com espadas desembainhadas, paz é uma tortura que tem que terminar o mais rápido possível. Mas as reclamações podem ser sanadas, o poder pode ser capturado e os aliados podem ser conquistados primeiro, enquanto Rikke deve dominar o poder do Olho Longo... antes que ele a mate.


A revolta se espalha por qualquer camada da sociedade. Os Quebradores ainda espreitam nas sombras, planejando libertar o homem comum de suas algemas, enquanto os nobres brigam por seus próprios privilégios. Orso luta para encontrar um caminho seguro através do labirinto de punhais que é a política, apenas para seus inimigos e seus débitos se multiplicarem.


Os velhos caminhos foram deixados de lado e os velhos líderes com eles, mas aqueles que queriam pegar o poder para si não verão aliados, amizades e paz que durarão para sempre.


7 - "The Doors of Eden" de Adrian Tchaikovsky


Ficha Técnica:


Nome: The Doors of Eden

Autor: Adrian Tchaikovsky

Editora: Tor

Gênero: Ficção Científica

Número de Páginas: 445

Data de Lançamento: 20/09


Link de compra:

https://amzn.to/3biJQw5












Sinopse: Eles pensaram que estavam seguros. Eles estavam errados.


Há quatro anos atrás, duas garotas vieram procurando por monstros nos Pântanos de Bodmin. Apenas um retornou.


Lee pensou que tivesse pedido Mal, mas agora ela retornou miraculosamente. Mas o que aconteceu naquele dia nos pântanos? E onde ela estava por todo esse tempo? O reaparecimento de Mal não passou despercebido pelos oficiais do MI5, e Lee não é a única com perguntas.


Julian Sabreur está investigando um ataque à médica Kay Amal Khan. Isto leva Julian a lutar com os agentes de um poder desconhecido - e eles podem ou não ser humanos. Sua única pista é uma gravação granulada, mostrando uma mulher que supostamente morreu nos Pântanos de Bodmin.


A pesquisa da Dra. Khan era teórica: então ela encontrou rachaduras entre o nosso mundo e Terras paralelas. Agora estas rachaduras estão se espalhando, revelando criaturas extraordinárias. E com as portas se abrindo, qualquer coisa pode atravessar.


8 - "Burning Roses" de S.L. Huang


Ficha Técnica:


Nome: Burning Roses

Autora: S.L. Huang

Editora: Tor.com

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 160

Data de Lançamento: 29/09


Link de compra:

https://amzn.to/2YZLPAn













Sinopse: Rosa, também conhecida como Chapeuzinho Vermelho, está farta de lobos e florestas.


Hou Yi, o Arqueiro está cansado, e sabe que ela já passou da sua melhor forma.


Ambas preferem apenas estarem aposentadas, mas este não é o que o mundo preparou para elas.


Quando os mortais pássaros de sol começam a devastar o interior, ameaçando tudo o que elas cresceram amando, as duas devem unir forças. Agora abençoadas e encarregadas com a experiência da meia idade, elas começam uma jornada que é uma redenção de sacrifícios feitos e erros lamentados, de coisas e família e a jornada pela imortalidade.


9 - "A Deadly Education" (The Scholomance vol. 1) de Naomi Novik


Ficha Técnica:


Nome: A Deadly Education

Autora: Naomi Novik

Série: The Scholomance vol. 1

Editora: Del Rey

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 336

Data de Lançamento: 29/09


Link de compra:

https://amzn.to/31RJae0











Sinopse: Eu decidi que o Lago Orion precisava morrer depois da segunda vez que ele salvou a minha vida.


Todos amam o Lago Orion. Ou melhor, todos os outros. No que me diz respeito, ele pode manter a sua magia de combate espalhafatosa para si mesmo. Eu não estou me unindo ao seu grupo de adoradores.


Não preciso de ajuda para sobreviver ao Scholomance, mesmo se eles puderem. Esqueçam as hordas de monstros e artefatos amaldiçoados. Sou provavelmente a coisa mais perigosa neste lugar. Apenas me dê uma chance e eu irei derrubar montanhas e matar milhões de desconhecidos, fazer a mim mesma a rainha sombria do mundo.


Pelo menos, isto é o que mundo espera que eu faça. Muitos dos outros alunos dentro daqui ficariam deliciados se Orion me matasse como se eu fosse uma coisa maligna rastejando do esgoto. Algumas vezes eu penso que eles queriam que eu me tornasse a bruxa má que eles pensam que eu sou. A própria escola certamente acha.


Mas a Scholomance não irá conseguir o que ela quer de mim. E nem o Lago Orion. Posso não ser a melhor ideia de uma heroína brilhante, mas irei sair desse lugar viva e eu não irei destruir milhares para isso, também.


Embora eu esteja fazendo uma séria consideração em matar apenas um.


10 - "The Midnight Library" de Matt Haig


Ficha Técnica:


Nome: The Midnight Library

Autor: Matt Haig

Editora: Viking

Gênero: Fantasia

Número de Páginas: 304

Data de Lançamento: 29/09


Link de compra:

https://amzn.to/3jCPxHT












Sinopse: Em algum lugar além dos limites do universo existe uma biblioteca que contém um número infinito de livros, cada um com uma história de outra realidade. Um conta a história de sua vida como ela é, junto com outro livro de outra vida como ela poderia ter sido caso você tivesse feito uma escolha diferente em qualquer ponto de sua vida. Enquanto todos nós imaginamos como nossas vidas poderiam ter sido, o que aconteceria se você tivesse a chance de ir até a biblioteca e ver seus livros você mesmo? Seria qualquer uma dessas vidas realmente melhor?




James finalmente consegue criar coragem e chamar Amelia para sair. Ele pega a canoa de seu tio e a leva para conhecer os lagos que ficam próximos da cidade. Depois de se embrenharem pelo segundo lago, menos cheio e mais interessante de se passar a dois, o casal encontra um terceiro lago. E nele, uma casa submersa no fundo.


Sinopse:


James e Amélia têm dezessete anos. Em comum, além da idade, têm o fato de estarem um a fim do outro e de serem tomados pelo nervosismo quando James chama Amélia para sair. Mas tudo parece perfeito para um primeiro encontro: um passeio de canoa pelos lagos, levando um cooler cheio de sanduíches e cervejas.


À medida que se aprofundam na exploração, os dois chegam a um lago escondido e encontram algo impressionante debaixo d'água. Um lugar perigosamente mágico: uma casa de dois andares com tudo que tem direito — móveis, um jardim, uma piscina e uma porta da frente, que está aberta.


Enquanto, fascinados, vasculham o imóvel e tentam passar uma boa impressão para o outro, cresce o medo. Será que um local misterioso como aquele esconde alguém — ou algo — vivo? Uma coisa é certa: depois de mergulhar nos mistérios da casa no fundo do lago, a vida deles jamais voltará a ser a mesma.





Quantos de nós já não tivemos nosso lugar secreto quando adolescentes? Seja este um lugar em que ficávamos sozinhos ou um cantinho em que passávamos ao lado de nossos amados. Este encanto pelo segredo que não pode ser revelado a ninguém está presente nesse novo romance de Josh Malerman. Um segredo a dois que acaba por se tornar uma obsessão mortal. Depois de vermos histórias com mais elementos de terror psicológico como Caixa de Pássaros e Piano Vermelho, Uma Casa no Fundo de um Lago é uma novella bem diferente vinda do autor. Uma história que vai trabalhar mais com nossa imaginação do que em revelar alguma coisa.


Assim como um belo romance, a narrativa começa com um garoto a fim de uma garota. Depois de batalhar com suma timidez ele consegue finalmente chamá-la para sair. E pensa em um primeiro encontro diferente: andar de canoa pelas lagoas que se situam um pouco mais afastadas da cidade, em um terreno de seu pai. A primeira lagoa é muito conhecida por todos e talvez eles não conseguissem ter a privacidade que tanto desejavam. Mas, a segunda lagoa é menos conhecida e eles seguem até lá. Após alguns momentos bem fofos entre o casal, James avista um túnel levando a um terceiro lago do qual ele nunca tinha ouvido falar. Uma travessia incômoda mais tarde, eles chegam até lá onde se deparam com uma estranha cena: uma casa no fundo do lago. Tudo sobre essa casa parece estranho: ela não parece ser o alvo de intempéries e os móveis e objetos parecem estar como se fossem em uma casa na superfície, contrariando todas as leis da física. O casal decide manter o segredo para si enquanto exploram a casa como se fosse a deles.


Uma coisa que não podemos negar é o quanto Malerman tem uma escrita lenta e cuidadosa. Diferentemente de Stephen King que gosta de fazer com que o cenário ou a situação lhe permitam trabalhar a psiquê das pessoas, Malerman usa o cenário apenas em segundo plano para que as emoções tomem o primeiro plano. O objetivo final é o mesmo, que é o de criar o terror psicológico, mas o caminho percorrido é ligeiramente diferente. Mesmo sendo uma proposta bem simples, a narrativa acaba ganhando um tamanho bem maior do que ela deveria ser. Caixa de Pássaros é um romance que parece ter o dobro do tamanho que precisa; este romance possui esta mesma sensação. No entanto, a gente acaba fisgado por o quanto os personagens possuem personalidade. Nada de heróis aqui; James e Amelia possuem suas qualidades e defeitos bem claros. Ninguém é idealizado.



Amelia é a garota típica de cidade pequena. Aquela personagem clichê que deseja sair a todo custo de onde ela está e que difere de todas as outras ao seu redor. Ela trabalha em um supermercado para conseguir bancar suas despesas. Com o tempo vamos conhecendo o quanto Amelia é uma mulher obsessiva quando coloca um objetivo em mente. O medo não a faz parar diante de algo que pode lhe ferir. Em alguns momentos chega a ser engraçado porque ela espera que James recue diante de uma situação e ele espera que ela lhe dê a deixa para recuar. Mas, isso nunca acontece porque um espera as ações do outro. A partir do momento em que a loucura estoura, eu fico realmente me questionando se a Amelia realmente gosta do James ou se ela gosta da aventura de explorar a casa. Esta é uma pergunta não respondida pelo romance.


"Ela estava sorrindo. O sorriso de sobrancelhas arqueadas que amigos dão uns aos outros antes de entrarem na casa dos horrores do parque de diversões ou de darem play em um filme extremamente assustador".

Já o amor de James por Amelia é bem claro. Não há dúvidas nisso. Ele é louco por ela. O leitor fica desejando que eles voltem do lugar em que se encontram porque sabe que algo não vai dar certo. Certas cenas nos mostram que alguns perigos que eles vivem poderiam ter sido evitados. Mas, isto não acontece simplesmente porque James acaba em dúvida se vai conseguir manter o interesse de Amelia por ele caso se afaste da casa. Essa insegurança do personagem permanece ao longo de toda a história e outra dúvida que surge é se houve realmente um crescimento da parte dele ou se ele apenas se manteve o mesmo ao final.


Algumas falhas de roteiro são percebidas com clareza. Malerman não explica como o casal consegue permanecer vários dias fora de casa, dormindo em cima de uma balsa. Eles voltavam para casa ao final do dia? Deram uma desculpa para faltar dias de trabalho? Ninguém os deu como desaparecidos? A relação de ambos com suas respectivas famílias não é trabalhada em nenhum momento. Amelia tem pais? É órfã? Mora sozinha? No caso de James, o único que aparece nas cenas é o tio que empresta a canoa. A exploração da casa se dá em uma espécie de cenário quase onírico onde os dois personagens parecem viver uma realidade própria à parte do mundo real.



A narrativa emprega uma estrutura simples e bastante eficiente com três atos: a apresentação dos personagens, a exploração da casa e o clímax. Não há firulas narrativas presentes aqui e eu gostei dessa abordagem mais direta. Alguns leitores se incomodaram com a falta de explicações sobre a casa e o final aberto demais. No primeiro caso, eu fico em cima do muro a esse respeito. Não sei se teria valido a pena o autor ter explicado o que era o fenômeno. Fico como a Amelia: para que entender o como e o por que? Vai fazer alguma diferença? Ao mesmo tempo penso que realmente faz falta para uma possível mitologia entender por que aquilo estaria acontecendo. Sei lá, o autor poderia ter inserido recortes de jornal entre capítulos ou atos comentando de outros momentos em que a casa apareceu. Já no caso do final aberto, isso eu achei legal. Ele permite que nós extrapolemos o que foi escrito para escrevermos o final que quisermos a partir da descoberta de Amelia.


Uma Casa no Fundo de um Lago é uma novella que trabalha mais com o suspense do que com o terror propriamente dito. Seu tema principal é a fascinação que sentimos diante do inexplicável. O quanto o fantástico permeia nossas mentes quando somos mais jovens e o quanto precisamos desse mesmo fantástico para tirar nossas vidas da mesmice do cotidiano. No fim das contas, Amelia só queria sair do lugar comum e nós acompanhamos o relacionamento dos dois personagens, entre altos e baixos. Vale bastante a pena.









Ficha Técnica:


Nome: Uma Casa no Fundo de um Lago

Autor: Josh Malerman

Editora: Intrínseca

Tradutora: Fabiana Colasanti

Número de Páginas: 160

Ano de Publicação: 2018


Link de compra:

https://amzn.to/2RFBepM


Tags: #umacasanofundodeumlago #joshmalerman #editoraintrinseca #amor #amelia #james #lugarsecreto #sobrenatural #obsessao #ficcoeshumanas








ficções humanas rodapé.gif

Todos os direitos reservados.

Todo conteúdo de não autoria será

devidamente creditado.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

O Ficções Humanas é um blog literário sobre fantasia e ficção científica.